Serra de Monchique: Cerro dos Picos à esquerda, Fóia ao centro e Picota à esquerda
Glossário - Letra B
Vocábulo Pronúncia Significado Exemplo

Baba

baba

Borbulha resultante da picada de insecto ou qualquer alergia, que provoca comichão; besôlhão.

Ex: Esta noite nã dí dormido nada com tanto mosquito!... Olha p’ás babas que me f’zeram aqui nos braços...

Baboso

babô-z'

Vaidoso; presunçoso; inchado; de rabo alçado; asno; caganêroso; maniento; cu d'asnêra; penêrento.

Ex: Que g’ande baboso que me saíste!... Só tens é palêo!...

Babuja

bâbúja

Restos.

Ex: O raio dos pardá's vêm c'mer o dec'mer do pórco... – Isso, eles só comem a babuja qu' o pórco dêxa, m'lher...

Babuja (à)

à bâbúja

À beira da água; na rebentação.

Ex: É certo e sabido que nã sabes nadar. Só 'tás aí À babuja...

Babujar

bâb'jár

Bafejar; levar a boca a um recipiente comendo ou bebendo em pouca quantidade e deixando o restante.

Ex: Nã 'tejas a babujar a água toda, qu’os outros tam’ém querem beber...

Bacio

bâcío

Penico.

Ex: Nôtro tempo, nã havia retretes, tudo tinha um penico debaxo da cama...

Bácoro

bác'ro

Porco jovem; leitão.

Ex: Vou-me à barrêra de Dezembro a ver se compro lá um bácoro p’a engordar p’rô ano. Tu nã vens? – Ê tam’ém devia comprar um bacoreco mái atão nã me dá jêt’ir... Tenho aqui tanto que fazer!...

Badalo

badal'

Velhaco; mariola; belhardêro; magano; marau; malandro; o raça; filho duma magana; filho da pucra.

Ex: Ó grande badalo, atão estragaste as calças todas?... Nã sabias munto bem qu’eram as que tinhas p’a ir à missa? Agora vás levar uma remessa!...

Badana

badana

Parte flácida do corpo; pelhêranca; pendurico.

Ex: Olha p’àquelas badanas qu’a Mari’Chica tem!...

Baforada

baforada

Rajada; hálito fedorento; mau cheiro; rabanada; rabana; manga de vento.

Ex: É pá, g’ande baforada de vento!... 'Inda me leva as telhas todas!... | Bu!.. que g’ande baforada que dêtaste da boca!... | De vez em q’ondo, vem uma baforada de má chêro ali das curraletas do Zé, que nã s’aguenta!...

Baga

baga

Semente subterrânea da erva azeda muito apreciada depois de assada; gota de suor; miana.

Ex: Enq’onto o pai cavou ali o cantêro de cimba, apanhí uma preção de bagas p’à gente assar mái logo.

Bagacinha

bagacinha

Bagaceira.

Ex: Queres um copinho dela? Olha qu’esta nã é com-mo aquela bagacinha que tu tens lá que parece veneno!...

Bagadinha (com uma)

cô'ma bagadinha

Ligeiramente bêbado; embriagado; alegre; espingardado; escarado; quentinho; pingado; iscado; escorvado.

Ex: Nã l'e ligues qu'ele já vem com uma bagadinha... Nã vês os olhes dele todos piscos...

Bagaja

Bâgája

Coisa sem valor; porcaria; tranquitana; trugia; tareco; òcharia.

Ex: O qu' é que 'tá aqui drento desta caxa, Maria? – Isso é pr' aí umas bagajas que nã prestam p'a nada...

Bagalhuço ou bagalhuça

bâgâlhuç' ou bâgâlhuça

Dinheiro; chapim.

Ex: Ê q’ria pagar uma rodadinha, mái nã tenho bagalhuça…

Bago

Bâg'

Ponto, no jogo dos três-setes, que se aponta com um bago de milho.

Ex: O qu' é que 'tá aqui drento desta caxa, Maria? – Isso é pr' aí umas bagajas que nã prestam p'a nada...

Bagulho

bagulh'

Bago; semente.

Ex: Ó Zé, vai lá tirando aí os bagulhos a essa alcagóitas, qu’é p’á gente as samear amanhã.

Bainha

bâínha

Vagem.

Ex: Aquela q'ôlidade de fêjão dá com cada bainha que têm perto de palmo e mêo...

Baja

baja

Feijão verde; vagem.

Ex: O qu’é que tens p’ô almoço, T’reza? – Bajas com batatas.

Bajôlo

bajôl'

Pedregulho; pedra de média ou grande dimensão de forma arredondada; baloiso.

Ex: Mái atão quem é que dá arradado um bajôlo destes daqui, Senhor?!... Pesa mái de quinze arrobas!...

Bala

bala

Estroina; irresponsável; alvriado.

Ex: O Zé Manelsemp’e me saíu cá um bala!... Atão nã queria faltar ô respêto à velhota além de Baxo?!...

Balança de caxa

balança d'caxa

Balança decimal.

Ex: Compad’e Zé! O pórco nã pesa só esse peso... A sua balança de caxa quái de certeza que ‘tá a roubar umquilo, ó más...

Balança de vara

balança d'vara

Balança romana.

Ex: Com’é que se pesa o pórco, parente? - Ê vou já b’scar ali a balança de vara...

Balandrau

b'landráu

Opa; capote.

Ex: Foi um g’ande enterro!... Até saíu a Irmandade tudo de balandrau...

Baldear

baldear

Tombar; cair; beber; comer; comer toda a comida em grande quantidade; imborcar; emborcar; bater; bater-se com; rapimpar-se; impinar.

Ex: Olha, nã sê em qu’estantes ele baldeou aquilo tudo!... Era uma panelada que dava p’a três!... | Ia andar munto bem, ‘scorregou, baldeou no chão, ia-se partindo todo!...

Balhar

balhar

Bailar; dançar.

Ex: Esta nôte 'tô danado p'a balhar... E o tocador é uma categoria!...

Balho

balh'

Baile; dança.

Ex: Vamos ô balho esta nôte? O tocador é uma categoria!...

Baloiso

balôiz'

Pedregulho; bajôlo.

Ex: Com-mo é que vocês levaram um baloiso daqueles p’r’ali

Balsa

balsa

Silva (arbusto); espécie de mochila; bornal.

Ex: Andí o dia entêro a cortar balsas, 'tô todo arranhado... | O Zé ia ali com a balsa ô ombro, logo às sês da manhã, com certeza qu’anda a trabalhar longe...

Balsedo

balsed'

Silvado; tôiça.

Ex: Já 'tá além um balsedo tã grande que quái que nã se dá passado por aquele caminho!...

Banacau

banacau

Espécie de cacau servido quente ao quebra-jum.

Ex: Q’ond’ê 'tava na tropa, o quebra-jum era uma caneca de banacau e metade dum casquêro. E panhá-los!...

Banda

banda

Lado; sítio; ponto; sito.

Ex: Prima, o sê Antóino nã'tá por aí? – Nã senhora, ele foi panhar cama p’ô gado além àquela banda.

Bandear

bandear

Abanar; oscilar.

Ex: Com o vento que faz 'tá aí tudo a bandear!...

Bandêra

bandêra

Flor masculina da pèzêra de milho.

Ex: Que belo milho que tens aí!... 'Tá todo chêo de bandêra. E as maçarocas nem se fala!...

Bandulho

bandulh'

Barriga; estômago; pança; bazelga; bócha.

Ex: Que belo milho que tens aí!... 'Tá todo chêo de bandêra. E as maçarocas nem se fala!...

Banhos

banh's

Anúncios de casamento, feitos pelo Padre, na missa dominical.

Ex: Atão semp’ te vás casar... Já, hoje, o Padre leu os banhos... – Lá tará que ser...

Banzé

banzé

Barulheira; algazarra; alarido; cagaçal; ôrío; escalhada; urrada; lanedo.

Ex: Mái atão o qu' é que se deu p' além p' àquele lado, p'a fazerem um banzé daqueles?...

Banhos (ir a)

ir'a banh's

Ir à praia.

Ex: O mê mecéco foi a banhos. O senhor doutor des qu’ele p’ecisava munto de panhar o ar do mar.

Banzé

banzé

Barulho; confusão; alarido; marafunda; barafunda; lanedo; urrada; ôrío.

Ex: O mê mecéco foi a banhos. O senhor doutor des qu’ele p’ecisava munto de panhar o ar do mar.

Baptizar

bàtizár

Falsificar aguardente de medronho ou outra bebida alcoólica, acrescentando-lhe água e/ou outros ingredientes.

Ex: O qu' é que bebes, Tóino? – Ê cá bebia um calcesinho dela. Se nã 'tá baptizada....

Baque

báq'

Choque; ataque; colapso; encalhão; encontrão.

Ex: Ai, g'ande medo qu' ê panhí!... Ia-me dando um baque no coração....

Baraço

baraç'

Corda.

Ex: Alcança-me lá aí esse baraço p’a ê ir b’scar um fêxe de lenha.

Baraço-de-carregar

baraç' d'cârr'gár

Corda comprida para atar os componentes da carga (sacas, fêxes de lenha, etc.) entre si, antes de colocar a sobrecarga.

Ex: Nã apertes munto obaraço-de-carregar qu’é p’á carga ficar más baxa.

Barafunda

barafunda

Confusão; marafunda; enlêo; lanedo; urrada; ôrío.

Ex: Que g’ande barafunda 'tava na festa de Sant’Antóino!... Nã se podia andar lá!... Era gente p’re tod’o lado...

Barbigão

barbigão

Berbigão.

Ex: Cá p'ra mim os barbigons sã bons é abertos numa lata im cimba da trempe e c'midos logo. – Ah, ê cá tamém gosto deles é assim...

Barbilho

barbilh'

Protecção de esparto ou, mais recentemente, de arame, que se colocava no focinho das bestas para as impedir de comer. Geralmente, era utilizado durante o carrégo do cereal para a eira e durante a debulha; buço.

Ex: Põe o barbilho no burro antes qu’ele jogue a boca ô trigo.

Barboleta

bârb'léta

Doença da batata; malmurcho; braboleta.

Ex: Olha, digo-te já, se nã dares pózes nas batatas, daqui a q’ontos dias ‘tá tudo chêo de barboleta...

Barguilha

barguilha

Carcela; braguilha.

Ex: Abetôia a barguilha, Zé! Ó queres qu’o passarinho avoe?...

Barimbar-se

barimbar-s'

Desinteressar-se; abandonar; desiludir-se; desistir; esquecer; tirar o sentido de; tramar-se; marimbar-se; desem-maginar-se; desimaginar-se; chegar p’ra lá os bêços; dêxar da mão; fazer-l'e cruzes; fazer cruzes; negar-se ô puxo.

Ex: Atã esta manhã 'tavas além a roçar balsas, já te barimbaste nelas?... | Agora é que tu te barimbaste, nã vendeste os limõ’s na semana passada, esta semana já ninguém os quer!...

Barra

barra

Alavanca de ferro com uma ponta em bico e outra achatada, utilizada para remover pedras; alçaprema.

Ex: Nã vale a pena ‘tares p’aí a te mortificar qu’um bajôlo destes só se dá tirado daqui com uma barra...

Barraja

barraja

Barragem.

Ex: A barraja de Guena, este ano, já tem um coisinho más d'água. Já chové bem...

Barrancada

barrancada

Enxurrada.

Ex: Chové tant'ô tam pôco qu'a rebêra leva uma barrancada d'água qu'até estiborna p'ôs cantêros...

Barrancêra

barrancêra

Ribanceira; barroca; barrêra.

Ex: Toma conta nã arraboles p’r’aí à barrancêra abaxo!...

Barranco

barranc'

Pequena ribeira; córgo; córrego.

Ex. Com este aguacêro, calhando, já nã se dá passado além ô barranco.

Barranita ou barranhita

barranita ou barranhita

Pequeno cântaro; enfusa; quarta.

Ex: Tenho qu’ir à fonte qu’a barranita ‘tá quái vazia.

Barrano

barran'

Explosão; tiro; estrondo.

Ex: Tenham pacência, s’aparecer aqui algum às tantas da nôte, leva um barrano atrás seja ele quem for!...

Barreca

barreca (como em Meca)

Tenda; barraca.

Ex: Vamos àlém à barreca dos sarengonhos comprar um cada um.

Barredoiro

barr'dôir'

Utensílio composto por um conjunto de trapos ou arbustos (geralmente fetos) atados na ponta de um cabo de madeira, destinado a varrer a cinza, carvões e brasas que restam no sôlo do forno depois da lenha ter ardido para o aquecimento; palerma; paspalho; paspalhão.

Ex: Molha-me lá aí o barredoiro qu’é pr’a ê barrer o forno... | Grande barredoiro que me saíste!... cada vez ‘tás más parvo!...

Barrela

barrela (como em bela)

Preparado com cinza e água para lavar a roupa encardida.

Ex: Já agora, enq’onto a roupa 'tá ali na barrela, vou-me panhar uma ervinha p’ôs coelhos...

Barrêra

barrêra

Ribanceira; trincheira; aterro; mercado de porcos efectuado à entrada da povoação, em 8 e 25 de Dezembro e 1 e 6 de Janeiro; primitivamente, barrêra, era o local onde se pagavam impostos à entrada duma povoação. Daí os porcos serem vendidos antes de lá passar. Barroca; barrancêra.

Ex: 'Inda nã tenho pórco p’a p’rô ano, tarê qu’ir à barrêra de Marmelete a ver se compr’um bácoro...

Barriga

barriga

Criação; parição; prenhez; parto.

Ex: Nã te posso vender a porca enq'onto ela nã t'ver más uma barriga ó duas. Ela inda 'tá a criar bem.

Barrigada de rir

barrigada d'rrir

Grande risada.

Ex: Grande barrigada de rir qu’apanhí agora ali!... 'Tava o moço do Manel a fazer o serviço por trás duma moita, dí-l’e um eco, abalou a fugir a segurar nas calças, par’cia um escalavardo escramontado!...

Barril

barril

Recipiente de barro, menor que a enfusa, de gargalo estreito e curto e duas pequenas asas redondas, utilizado para levar água para o trabalho.

Ex: P'à fêra de Marmelete tarê que comprar um barril novo. Atã este já 'le falta asa e um pedacinho do gargalo...

Barroca

barroca

Falésia; precipício; ribanceira; barrancêra.

Ex. S’uma pessoa dá um escorregão numa barroca destas, parte-se todo aí prê abaxo!...

Barrote

barrot'

Tronco de árvore direito, grosso e comprido; trave.

Ex: Que belos barrotes qu’aqueles pinhêros dão além!...

Basbana

basbana

Aparvatado; palerma; imbecil; estúpido; trôxa; empachado; ingònhado; engònhado; enrascado; chalado; vergonhoso; tramôco; esgròviado; gaseado; emparvoado; emparvatado; aventêsma; pôcachinho.

Ex: G’ande basbana! Nã sabes fazer nada que preste!...

Basculho

basculh'

Pequena vassoura com cabo comprido para limpar teias e outras sujidades fora do alcance manual; vasculho.

Ex: 'Tá além uma têa d’aranha naquele canto, mái atão ê nã chego lá... Só com um basculho bem comprido...

Baselga

baselga

Ver bazelga.

Bastos

bást's

Ás de paus.

Ex: 'Tás-te a fazer tã forte, o qu' é que sará que tu tens aí gôrdado p' ô fim... – Aqui o tens, o bastos... Passem p'a cá tudo, vá!...

Bata

bata

Peça de vestuário de tecido barato, semelhante a um vestido, abotoada à frente de alto a baixo, usada pelas mulheres na lida da casa para protecção da restante roupa.

Ex: Maria, veste-me uma bata antes que sujes essa roupinha toda!...

Batatas de caldo

batatas d'cald'

Prato constituíto por batatas guisadas com cebola pimentão e gordura de porco.

Ex: Maria, o qu’é que fazeste p’ô almoço? – Fiz umas batatinhas de caldo. Desqueci-me a pôr os grãs de molho ontem à nôte...

Batatas de cu p’rô ar

batatas d'cu p’rô ar

Prato constituído por batatas cozidas, partidas aos quartos e temperadas com azeite e alho; batatas de molho frio.

Ex: Nã tinhas mái nada p’a fazer p’ô almoço senã batatas de cu p’rô ar?!...

Batatas de molho frio

batatas de môlh'-frio

Prato constituído por batatas cozidas, partidas aos quartos e temperadas com azeite e alho; batatas de cu p’rô ar.

Ex: Maria, o qu’é que fazeste hoje p’rô jantar? – Fiz p’r’aqui umas batatinhas de molho frio... Nã tinha mái nada a jêto...

Batatas de pórco

batatas de pórc'

Batatas miúdas utilizadas, antigamente, na alimentação dos porcos. Actualmente, cozidas com casca, são muito apreciadas como acompanhamento de peixe assado (sardinha e carapau), pratos típicos do Baxo Algarve.

Ex: Parente, atão que tal ‘tão as suas batatinhas de retorno? – Este ano fequí mal... É quái tudo batatas de pórco...

Batatas de retorno

batatas de r'tôrn'

Batatas semeadas fora da época normal para serem colhidas e consumidas quando as outras já estão velhas.

Ex: Parente, atão que tal ‘tão as suas batatinhas de retorno? – Este ano fequí mal... É quái tudo batatas de pórco...

Batatas do saco

batatas do sac'

Batatas semeadas de semente importada em sacos.

Ex: Parente, atão que tal ‘tão as suas batatas do saco? – Tenho ali umas batatas que sã um encanto...

Batatas escrapeludas

batatas'scrâp'lúdas

Batatas cozidas com casca.

Ex: Nesta casa nã há vagar p’ra pelar batatas?... Nã sabes munto bem qu’ê nã gosto de batatas escrapeludas?...

Batatas filhas do saco

batatas filhas do sac'

Batatas semeadas a partir da semente obtida da produção das do saco.

Ex: Parente, atão que tal ‘tão as suas batatinhas de retorno? – Este ano fequí mal... É quái tudo batatas de pórco...

Batatas sigundêras

batatas sigundêras

Batatas semeadas a partir da semente obtida da produção das filhas do saco.

Ex: Parente, estas batatas saíram-l'e um coisinho miúdas... – Nã vê, isso sã já sigundêras...

Bate-cu

bat'-cu

Queda; malhão; porro; porradão, pancada; estoiro; cambalhota; mangulada.

Ex: Dí ali um bate-cu tã grande ó tã pequeno que f’quí com os quartos doridos duma tal manêra que nem me dou sentado!...

Baté-las

baté-las

Sumir-se; escapar-se; fugir com medo; ausentar-se apressadamente.

Ex: 'Tava-se aqui munto bem, parcé aí o Córgas, dé-se logo empeço... – Qu' é dele? – Baté-as, entes de levar algum enxerto...

Bater

bater

Banquetear-se; comer; rapimpar-se; bater-se com; imborcar; emborcar; baldear.

Ex: Fui convindado p’rô casamento da minha prima, nã te digo nada... Bati lá com um pedação de perna de pórco assada e um venhito casêro bem agraduado... ‘Tavam daqui!...

Bater a apèraja

bater'àpèrája

Cair; andar de raboleta; afocinhar; espaldêrar-se; espatarrar-se.

Ex: Passo-te uma rastêra, bates aí a apèraja em menos de nada...

Bater a bota

bater'a bota

Morrer;esticar o pernil; dar o pêdo mestro; quinar; levar sumiço; ir ô ar; dar o carepo; marafar-se; pifrar; patear.

Ex. Ouvi d’zer qu’o Chico morreu num desastre. – É verdade, aquele, bobrezinho, já bateu a bota...

Bater certo

bater cert'

Conferir; coincidir; estar correcto.

Ex: Des qu’eles, este ano, ‘tão a pagar a cortiça a um bom preço. – Atã bate certo com o qu’o Antóino me disse. P’lo jêto, vendeu-a a sete contos a arroba.

Bater pratos

bater prat's

Prática homossexual entre mulheres lésbicas.

Ex. Já viste aquelas velhacas!... Atã nã foram panhadas a bater pratos as duas?!...

Bater-se

bater-s'

Candidatar-se; mostar interesse.

Ex: Olha lá o Sabastião todo roncêro ali incostado ô balcão... – Ora, 'tá-se a bater a uma calcesinho qu' alguém l'e pague...

Bater-se com

bater-s' com

Banquetear-se; comer; rapimpar-se; bater; imborcar; emborcar; baldear.

Ex: Fui convindado p’rô casamento da minha prima, nã te digo nada... Bati-me lá com um pedação de perna de pórco assada e um venhito casêro bem agraduado... ‘Tavam daqui!...

Bater uma cusada

bater'ma cusada

Cair ficando sentado no chão; cair de cu; espaldêrar-se; espatarrar-se.

Ex: Esta manhã fui ver a neve, pisí ali um sito adonde 'tava gelo, bati uma cusada qu'ina me dói aqui o fòfêro...

Bàtizo

bàtíz'

Baptismo.

Ex: Atã sempre vás ô bàtizo da môça pequena do Murta? – Ê nã havera d'ir qu'ê nã gosto dessas coisas, mái atão ele caquenhô tanto, tanto qu'ê tive que 'le d'zer que vô.

Bazelga

bazelga (como em mel)

Barriga; estômago; bócha; pança; bandulho.

Ex: É pá! G’ande bazelga qu’este alarve tem!... – Pudera! Come que nem um animal!...

Bazelgada

bazelgada (como em mel)

Barrigada; belharcada; pançada; pelharcada.

Ex: Tenho uma bazelgada que nã me dô dobrado... Que belo jantar de milhes qu'ê c'mí...

Beber uma sede d' água

b'ber

Beber água.

Ex: Com a seca qu' aí vêo, até a mina já se secô. Nem tampôco p'a beber uma sede d'agua...

Bechanina

b'chanina

Bicha de rabear; pessoa muito mexida ou intriguista.

Ex: Nôtro tempo é qu'ê gostava do entrudo... Alembras-te daquelas bechaninas qu'a gente tiçava fogo e jogava-se p'ô pé das môças?... Punhana, qu'elas até davam saltos...

Bechôco

b'chôc'

Furúnculo.

Ex: Atão, 'tás coxo?!... – Tenho aqui um bechôco nesta v’rilha, quái que nã dou andado... Punhefra! Munto me dói!...

Bechôso

b'chôzz'

Bichado; bichoso.

Ex: Nã dí calda nenhuma nos margotons, 'tá tudo b’chôso!...

Bêço

bêç'

Lábio.

Ex: Ó Zé, alimpa os bêços. Nã vês que 'tás todo engordurado, até metes nonjo?!..

Bedungar

b'dungar

Sujar; engordurar; embedungar; sovar; luchar; labuçar; encardir; incardir.

Ex: Olha com-mo tens essas calças... Com’é que t’embedungaste dessa manêra?... – Atã nã ‘tive a ratraçar o pórco?!...

Bedunguento

b'dunguent'

Sujo; engordurado; nojento; enlocado; farrusco; luxado; tisnado; labuçado; enfarruscado; infarruscado; lazêrento; lazêroso.

Ex: Este pobre diabo, bedunguento com-mo ‘tá, já nã sabe o qu’é água há uma remessa de tempo!...

Beh!

bé ("e" como em boneco )

Interjeição de carga negativa, de dúvida, desconfiança ou conformismo.

Ex: Cudava que já tinhas acabado o serviço, mái bel!, nã és homem pr' a isso...

Bejoarias

b'juar'ias

Hortejos, geralmente, para consumo doméstico (tomates, cenouras, alfaces, pimentos, pepinos, couves, etc); mimos.

Ex: Mái que lindo hortejo que vomecêa tem aqui, primo Zé!... – Samií p’aí umas bejoarias... só p’a perder tempo...

Bela-luísa

bela-luísa

Lúcia-lima (chá).

Ex: Faz-me lá aí um chàzinho de bela-luísa. ‘Tô aqui com umas ânsias...

Belareta

b'lareta

Malandrice; marotice; partida; diabrura; brincadeira; travessura; belhareta; piléria; parte; judêría.

Ex: Porta-te bem qu’ê nâ gosto de môços pequenos que fazem belaretas...

Belfo

belf'

Com pronúncia deficiente; que fala com a língua entre os dentes.

Ex: Ê cá nã percebo quái nada do qu'ele diz. Béque-me fala assim com a ponta da língua de fora...

Belgas

belgas

Queimada efectuada no final do Verão com a finalidade de eliminar o mato e fertilizar o terreno com as cinzas.

Ex: Queria fazer umas belgas ali naquela chapada, mái atão des qu’agora é p’eciso tirar l’cença nos Bombêros... Sará verdade?...

Belharcada

belhàrcáda

Barrigada; fartura; bazelgada; pelharcada; pançada.

Ex: Grande belharcada de fêjão com couve qu’ê comi ô jantar!... Até ‘tô aqui a rotar!...

Belhardêro

b'lhàrdêro

Mal comportado; malandro; velhaco; badalo; mariola; magano; marau; o raça; judeu; filho duma magana; filho da pucra.

Ex: Grande belhardêro!... Atã isso faz-se?!...

Belhareta

b'lhâréta

Malandrice; marotice; partida; diabrura; brincadeira; travessura; belareta; piléria; piléria; parte; judêría.

Ex: Tal foi aqule belhareta que fazeste ô avó?!... ‘Pera aí quê já te dou!...

Belharós

b'lhârós

Abelharuco; abelharós; também usado no plural: belharoses.

Ex: Andam aí as belharoses a avoar, é sinal de calores...

Belindro

b'lindr'

Berlinde.

Ex: Ó filho, anda-me ajudar a panhar uma ervinha p’ôs coelhos. Logo jogas ô belindro à tarde...

Beliscadela

b'liscadela

Beliscão; espenicão; espenicadela.

Ex: Ó mãe!... O mano dé-me uma beliscadela!...

Belisco

b'lisco

Bocadinho; pouco; pequena porção; coiséco; coisinho; manchinha; mancheca; lembisco; bêradinha.

Ex: Com a fome qu’ê tenho, dás-me um belisco de pão destes?!...

Belo

bel' (como em mel)

Bom; querido; caro; precioso.

Ex: Ai mê belo filho, que lá se me vai embora p’rá tropa!... | Os parentes de Marmelete são umas belas pessoas... Dao sempre poisada à gente. | Ti Antóino, mecêa havia de me dar uma ajudinha a ver s’ê acabava este serviço até ô pôr do sol... – Ó mê belo amigo, nã é tarde nem é cedo, empreste lá aí uma inxada...

Belo (um)

um bel' (como em mel)

Bastante; muito; grande; grandinho.

Ex: Descasca aí umas belas batatinhas qu’é p’ra acrescentar o jantar. | O ti Jôquim tem um belo almêxar.

Belo pôco (um)

um bel' pôc' (como em mel)

Bastante tempo; um bom bocado de tempo; muito tempo.

Ex: ‘Inda falta um belo pôco p’à carrêra passar, vamos lá ali beber uma copadinha, parente...

Bem caçado

bem caçad'

Engraçado; interessante; giro; divertido; original; adevertido; bem panhado; completo.

Ex: Más olha qu' ele é munto bem caçado. Ô pé dele, toda a gente ri...

Bem-casado

bem-casad'

Primeira fatia do pão; encéto; ventura.

Ex: Quem é que quer o bem-casado? – Dê cá, minha mãe, qu’ê gosto munto...

Bem-criado

bem-criad'

Bem-educado; amável; respeitador.

Ex: Diga lá "'tejam com Dés" à famila qu' é p'a ser um mecinho bem-criado.

Bem fêta!

bem fêta!

Ainda bem! Óptimo!

Ex: Levaste uma picada d’abelha?!... Bem fêta qu’é p’a nã te meteres com elas!... Quem é que te mandou ires lá p’ô pé do cortiço?!...

Bem munto

bem munt'

Bastante; um belo.

Ex: Atão que tal vai isso, parente? – Tenho ‘tado p’r’aqui bem munto empeçado.. Calhando tarê qu’ir ô dôtor.

Bem panhado

bem panhad'

Engraçado; interessante; giro; divertido; original; adevertido; bem caçado; completo.

Ex: Más olha qu' ele é munto bem caçado. Ô pé dele, toda a gente ri...

Bem-parecido

bem-par'cid'

Com bom aspecto; jeitoso; bonito.

Ex: Aquele môç' além das Barrêras 'tá munto bem-par'cido. – Fez-se um homenzarrão e bonito qu' el' é...

Bença (pedir a)

pedir'a bença

Hábito antigo que consistia em estender a mão direita aos pais, avós, padrinhos e tios, dizendo a bença mê pai ou bencinha mê pai, a que estes respondiam: Dés t'abençoe.

Ex: Atã já pediste a bença à ti Maria?... Vê lá com’é que portas!... – A bença minha tia... – Noss’ Senhor t’abençoe.

Bendçoado

bendçoad'

Abençoado; apoiado.

Ex: Atã, des qu' a Bia da Portela largô o Tóino Macaco... – Bendçoada!... Aquilo era um bêbado relaxado...

Benzedura

benz'dura

Conjunto de práticas supersticiosas efectuadas por curandeiro ou bruxa com a finalidade de curar uma entorse, doença, embruxamento, mau olhado ou qualquer outro mal; reza.

Ex: Nã sê se vá além ô Cord’Vale mandar fazer uma benzedura aqui ô mê pulso... Já há uns q’ontos dias que ‘tá inchado e nunca mái passa... Até o sinto latejar!...

Béque-me

béq'-m'

Parece que; parece-me que; talvez; dá a impressão; dá a sensação; paréceque.

Ex: Isto choverá, Tóino? – Béque-me nã l’ acho jêto nenhum disso. O Astro ‘tá carregado mái nã tem circ'o na lua...

Bequêra

b'quêra

Pau curvo fixo, pelas extremidades, na ponta da cilha e da sobrecarga onde passa e é atada a corda que aperta a cilha ou a carga da besta.

Ex: Ó Antóino, alcança-me lá aí a bequêra da sobrecarga, qu’ê nã chego lá... Mái despacha-te, antes qu’o burro ponha a carga p’rô chão!...

Bêrada

bêrada

Ponta; lado; beira; bocado; pedaço.

Ex: Pr'ô ano, quero samear uns bagos d' avêa além pr' aquelas bêradas. – Há-de ser p' ôs bichos te c'merem tudo...

Bêradinha

bêradinha

Bocadinho; pedacinho; belisco.

Ex: Tens munta fome, Zé?. – Nã. pôe-me só aqui uma bêradinha no prato p'a nã d'zer que nã como nada.

Berlaitada

b'rrlaitada

Cacetada; pancada; porro; cachêrada; porradão; pranchada; ripada; caquêrada; tatução.

Ex: Põe-te com muntas, que levas uma berlaitada nesses cascos, qu’é p’ra aprenderes!...

Berra (que até)

qu'até berra

Excessivamente; a dar nas vistas; de mais; até mái não.

Ex: Encheste uma barrigada de papas, qu' até berra, punhefra!... – É que 'tavam méme boas...

Berrar

b'rrar

Gritar; chorar.

Ex: O qu’é qu’essa moça tem, que só ‘tá p’r’aí a berrar?!...

Besaranha

b'saranha

Ventania.

Ex: É pá, que g’ande besaranha que ‘tá aí!... Anda uma pòzêra nos ares que nã se dá abrido os olhos!...

Besguêlho

b'sguêlha

Criança; coisa pequena; môço-pequeno; mecinho; mecéco; meçalho.

Ex: Vê lá tu, um besguêlho daqueles tã piquenalho já sabe fazer o nome dele...

Besnegas

b'snegas

Glândulas salivares do porco fritas no dia da matança e servidas como primeiro petisco do dia.

Ex: Ê cá, na mortepórque, o qu’ê mái gosto é das besnegas com um bom sôlvo de vinho...

Besoirar

b'sôirár

Andar de um lado para o outra sem fazer nada; aborrecer; insistir; brigar; caquear; caquenhar; rançar; repisar; rentar; ramocar; impertenecer; apequentar; judiar; zucrinar; embicar; matinar; catarruar.

Ex: Ó m’lher, o qu’é que tu andas pr’aí a besoirar, que nã pões o jantar na mesa?!... | Maria, dêxa de besoirar de roda do primo. Nã vês que já o ‘tás a apequentar?!...

Besôlhão

b'sôlhão

Inchaço; alto; boselhão; baba.

Ex: Encalhí ali numa pedra do velado, tal é o besôlhão que fiz aqui no mê joelho!...

Béspra

béspra

Véspera.

Ex: S' ê nã arranjo tudo de béspra, qu'ria ver com' é que se chigava a horas de panhar a carrêra...

Besta

besta

Animal de carga (burro, macho ou mula).

Ex: Sigura-me aí na arreata da besta enq’onto ê l’e ponho a carga em cima, se nã t’emportas.

Bexigas ou bexigas loucas

b'xigas ou b'xigas lôcas

Varíola.

Ex: Q’ondo era nova, tive as bexigas, f’quí com a cara chêa de sinais.

Bexigas mansas

b'xigas mansas

Varicela.

Ex: Nã vás p’além qu’a mecinha da ti Maria ‘tá com as bexigas mansas, pode-t’as apegar.

Bezaranha

b'zaranha

Ventania.

Ex: Nã se pode endar na rua. ‘Tá aí uma besaranha que leva tudo à frente!...

Bicha

bicha

Pequena víbora (vipera cornuta) existente na zona, provavelmente, em vias de extinção, cuja mordedura é extremamente dolorosa, mas não mortal.

Ex: Tóino, tem cudado que aqui nas Lobêras dizem qu’há bichas. Des q’uma vez picou uma num homenzinho além de trás, o pobrezinho ia morrendo...

Bicheza

b'cheza (como em Teresa

Grande quantidade de animais ou pessoas; bicharada.

Ex: Encontrí um cão morto ali em baxo, dêtava um fador que se podia!... Atã e bicheza que tinha em cima!... Que nonjo!...

Bicho

bich'

Animal; pequeno pau utilizado no jogo da malha ou do pàlito, que os jogadores tentavam derrubar com a malha ou chapa; pàlito.

Ex: Ó Zé Manel, end’rêta aí o bicho, mái põe-o bem no lugar...

Bicho-barril

bich'-bârríl

Larva  de cor branca que se desenvolve no interior da terra bem estrumada. Há uma variedade de grandes dimensões que vive nas borras resultantes da destilação do medronho e em troncos de árvore semi-apodrecidos; pão de galinha.

Ex: Mái munto bicho-barril há aqui neste cantêro!... Désna que comecí a cavar já vi mái de vinte...

Bicho-careto

bich'-cârét'

Pessoa pobre ou sem importância social; qualquer pessoa; qualquer um; qualquer.

Ex: Isto 'tá duma manêra que qualquer bicho-careto já compra carro...

Bicho-carpintêro ou bicho-crapintêro

bich'-cârpintêr' ou bich'-crâpintêr'

Caruncho.

Ex: Esta nôte nã dormi quái nada com o barulho do bicho-carpintêro naquelas tábuas do fôrro.

Bicho-carpintêro no cu (ter)

ter bich'-carpintêr' no cu

Estar irrequieto; hiperactivo.

Ex: Põe-te quéto!... Este môço nã para nem um 'stante, paréceque tem bicho-carpintêro no cu...

Bicho-de-milho

bich'-d'-milh'

Lagarta esbranquiçada existente nas canoiras do milho, utilizada como isco para caçar pássaros com loisa.

Ex: Fui ô pássaro, panhí vinte e tal piscos e mái uns dôs ó três doutros. – Com o qu’é qu’armaste? – Com bicho de milho. Nã me dou bem com agúidas...

Bicho-do-pinhêro

bich'-do-p'nhêr'

Processionária; lagarta do pinheiro.

Ex: Ó mãe, olhe lá aqui este carrêro de bichos... – Ai, filho, nã toques nisso que sã munto p'rigôses... Isso sã bichos do p'nhêro. Se l'e tocas, dá-te uma bretoeja que nem calculas...

Bichos

bich's

Animais domésticos; animais em geral.

Ex: Dêxa-me lá ir tratar dos bichos, qu' eles ' tã com fome | Esta noite, os bichos c'meram-me ali duas galinhas.

Bichoso

b'chôzz'

Bichado; bechoso.

Ex: Mái atão estes peros 'tã tôdes b'chôses... – Nã levaram calda nenhuma, o qu' é que l'e esparevas?...

Bico

bic'

Borbulha; ave de capoeira.

Ex: Ó mãe, tenho aqui um bico na cara... Esprema-me lá isto... – Fazendo favor, tamém se diz... | Matí as minhas galinhas todas. Nã f'quí nem com um bico.

Bicos

bic's

Acne; aves de capoeira.

Ex: Pobrezinho do meçalho, tem a fuiça chêa de bicos... | Tó, raio! Mái q'ontos bicos é que tu tens aí nesse galinhêro?... – Eh'q, tenho p' aí umas vinte galinhas e dez ó doze pintos...

Bicos-de-papagaio

bic's de papagai'

Espandilose.

Ex: Cust'-me a dobrar com estes bicos-de-papagaio que tenho...

Bicoso

bicôz(e)

Que come pouco; esquisito na comida; sem apetite; fastiento; de má boca.

Ex: Nã sê o que faça a este moço, que nã come nada!... É más bicoso qu’ê sê cá!...

Binté

binté

Até; inté.

Ex: Atã fiquem-se com Dés, binté p’à semana.

Birlo

birrlo

Apito.

Ex: Aquilo, no jogo da bola, o qu' ê cá acho mái ingraçado é q'ondo o árbit'o se põe a dar aquelas grandes apitadelas com o birlo, que parêce um guarda...

Bispadela

b'spadela

Espreitadela; olhadela; observação.

Ex: C'm' quem nã quer a coisa, dí uma bispadela ali ô curral do parente Tóino, tem lá um sovão com umas quinze arrobas... – P'ra más que p'ra menes. Qu' ê cá tamém o vi um dia destes...

Bispar

b'spar

Espreitar; olhar; observar; engrilar; ingrilar; devassar.

Ex: Lá ‘tá aquela velhaca sempr’a bispar tudo... Nã se pode sair à rua qu’ela nã dê logo por isso!...

Bispo

bisp'

Esturro.

Ex: Béque-me chêra-m’a bispo… Querem lá ver qu’o decomer já se ‘tá a quem-mar?!... | Ó m’engano munto ó já dêxaste o bispo entrar em casa…

Bitoque

bitoque

Tubo por onde sai a água do açude ou tanque. Tapa-se com o tempradoiro.

Ex: Ó Zé Manel, tira o tempradoiro do bitoque q’isto já vem pouca água...

Blancia

blancia

Melancia.

Ex: Que bela blancia qu’ê comprí ontem na fêra do Alferce!... Até se desfazia na boca...

Blôto

blôt'

Cântaro ou enfusa sem asas e, por vezes, sem gargalo, utilizado, geralmente, para guardar azeitonas em conserva, britadas ou cortiladas; atarracado; pessoa baixa e grossa; emblôtado.

Ex: Ó Maria, tráz aí umas zêtonitas britadas pr’à gente comer com o jantar. ‘Tão dentro daquele blôto aí no sobrado. | Des qu’a T’resa vai casar com o Zé Maria.. Com’é aquilo s’encrençou por um blôto daqueles?...

Boa avêa (de)

d'bô'àvêa

Bem disposto; contente; bem humorado.

Ex: Hoje pode-se falar com ele, qu' ele 'tá de boa avêa..

Boa mente (de)

d'boa ment'

De boa vontade; com gosto.

Ex: Mái atão vocês ainda nã fazeram nada toda a manhã?!... Só pensam na boavaiela!...

Boa vai ela!...

boa vai ela!...

Expressão usada para designar o receio de que as coisas não vão correr bem;  má da volta!...

Ex: O Ti Manel des que ‘tá a beber aguardente ali na venda dos Gralhos, boa vai ela!... Nã tardando nada, vem aí ôs gangueõs que não se sustém d’em pé...

Boavaiela

boavaiela

Diversão; laré.

Ex: Mái atão vocês ainda nã fazeram nada toda a manhã?!... Só pensam na boavaiela!...

Boavaiela (andar na)

andar na boavaiela

Vadiar; andar na brincadeira; charolar; andar na geraldina; andar na charola; andar na ratôiça; andar no laré.

Ex: Há três qu’andas na boavaiela e o serviço ali por fazer. Nã sê ond’é que queres chegar!...

Boca da noite

boca da nôt?

Anoitecer; escurecer; crepúsculo; lusco-fusco; solpostinho; solpôsto.

Ex: Já nã se via quái nada. Aquilo deu-se méme ali à boca da noite...

Boca do corpo

boca do côrp'

Vagina.

Ex: Fui ô doutor, nã calcula a grande vergonha qu’apanhí... – Atã perquém? – Cale-se aí, apolgou-me toda. Até a boca do corpo nã escapou... Ai que vergonha...

Bócha

bócha

Barriga; estômago; bazelga; pança; bandulho; papo; bucho.

Ex: Mái atão o qu’é que tu fazes p’ra ter uma bócha dessas?... Parece que ‘tás à engorda!...

Bodega

b'dega (como em adega)

Porcaria; prequêra; javardice; mechas.

Ex: C’mi uns inhames cozidos ontem à nôte, que gánde bodega qu’aquilo ‘tava!... Todos rasinentos...

Bofe

bof'

Pulmão; prato que composto de pulmão do porco cozido.

Ex. Já tenho soidades d’ir a uma mortepórque p’a c’mer bofe. A seguir ô fresneco, é o qu’ê mái gosto...

Boíz

buís

Armadilha para apanhar pássaros, formada por uma vara fina e maleável e um laço.

Ex. Antigamente, q’ondo ainda nã tinha loisas, panhava pássaros com boízes. | O mê pai falava-me que, no tempo dele, panhava muntos pássaros com buízes.

Bojarda

bujarda

Tiro; palavra imprópria; inconveniência; traque.

Ex: Que bojarda foi esta aqui tã perto de casa?!... – É o parente Manel que ‘tá a exp’rimentar a espingarda. | Dessa boca só saem bojardas... Mái atão nã tens vergonha nenhuma?!... | Atã nã vês aquele pórco?!... Deu uma bojarda daquelas méme ali em frente da famila!...

Bolo de alforge

bôl' d'alfôrj'

Bolo feito com massa de pão temperada com banha, erva-doce e açúcar; bolo de erva-doce; bolo de massa temperada.

Ex: Maria, q’ondo tenderes o pão nã t’esqueças a fazer um bolinho d’alforge p’á gente levar à Festa de Sant’Antóino.

Bolo de erva-doce

bôl' d'alfôrj ou d'massa temp'rada ou d'erva-dôç'

Bolo feito com massa de pão temperada com banha, erva-doce e açúcar; bolo de alforge; bolo de massa temperada.

Ex: Maria, q’ondo tenderes o pão nã t’esqueças a fazer um bolinho d’alforge p’á gente levar à Festa de Sant’Antóino.

Bolo de lar

bôl' d'lar

Broa;espécie de pão feito de farinha de milho, cozido no borralho do lar; francisco; calcanhar de S. Pedro.

Ex: q'ondo ê era mái pequeno, munto gostava ê cá de bolo de lar!... Agora já há munto tempo que nã como. Béque-me dêxaram de fazer isso.

Bolo de Maio

bôl' d'mai'

Bolo feito à base de farinha de milho, gordura (banha e azeite), mel, café e cacau, tradicionalmente comido no 1º de Maio para comemorar esse dia, geralmente, no campo; bolo de tacho.

Ex. A Bia fez um bolo de tacho qu’é uma categoria!... É méme bom!... Com aquela coidinha bem torradinha, ‘tá daqui!...

Bolo de massa temperada

bôl' d'massa temp'rada

Bolo feito com massa de pão temperada com banha, erva-doce e açúcar; bolo de alforge; bolo de erva-doce.

Ex: Maria, q’ondo tenderes o pão nã t’esqueças a fazer um bolinho d’alforge p’á gente levar à Festa de Sant’Antóino.

Bolo de tacho

bôl' d'tacho

Bolo feito à base de farinha de milho, gordura (banha e azeite), mel, café e cacau, tradicionalmente comido no 1º de Maio para comemorar esse dia, geralmente, no campo; bolo de maio.

Ex. A Bia fez um bolo de tacho qu’é uma categoria!... É méme bom!... Com aquela coidinha bem torradinha, ‘tá daqui!...

Bolsa

bolsa

Saco de pano.

Ex: Maria, ond’é que ‘tá a bolsa do pão? ‘Tô cá com uma grísea!...

Bolsar

bôlsár

Vomitar; mais aplicado em relação às crianças quando vomitam o leite recém-mamado; chamar p'lo grigóiro; gomitar; emborrachar.

Ex: Tens que ter cudado qu’o mecinho acabou de mamar e pode bolsar.

Bomba

bomba

Alcoómetro; pesa-álcoóis usado para verificar a percentagem de álcool da aguardente de medronho.

Ex: Ó compad’Zé, nã m’empresta aí a sua bomba p’a pesar a aguardente... Tenho pouca confiança na minha. Béque-me nã ‘tá munto boa...

Bombazina

bombazina

Tecido aveludado de que eram feitas as calças domingueiras.

Ex. Tenho que comprar uma peça de bombazina p’a mandar fazer outras calças qu’estas já ‘tão munto puídas.

Bombinho

bombinh'

Tubo para transferir o medronho duma vasilha para outra.

Ex: Nã sê ond’é que pus o bombinho e agora preciso de tirar um garrafão d’aguardente, com’é qu’ê faç’isto?... – Olha parece-me qu’ê o vi caído aí pre trás da vasilha...

Bondosa

bondosa

Máquina de terraplanagem.

Ex: Isto, hoje em dia, já nada custa a fazer. Manda-se vir uma bondosa, em men's de nada, ela faz aí uma carr'lêra...

Boneca

boneca

Espécie de chucha feita de trapo enrolado com  um pouco de açúcar no interior ou passado apenos por açúcar, que se dava a chupar ao bébé para o entreter; chupa.

Ex: Ó mãe, a menina nã quer a boneca e só chora!... Venha cá!...

Bonecos da cachamorrada

bonec's da câchâ-m'rrada

Espectáculo ambulante que surgia em algumas feiras e mercados feito com fantoches rudimentares; as vozes eram feitas pelo apresentador com uma palheta na boca, para as distorcer; fantoches; robertos.

Ex: Fui à fêra de Monchique, ‘tavam lá os bonecos da cachamurrada, munto gostí ê daquilo!... Fartí-me de rir!...

Bonicada

bunicada

Excrementos de besta (gado cavalar, muar ou asinino).

Ex: Fui a casa dos primos da rebêra, onde havera o burro de fazer uma bonicada?... Méme à porta da famila!... Panhí cá uma rabana!... | Tó, grande bonicada de burro!...

Bonico

bunic'

Excremento de besta (gado cavalar, muar ou asinino).

Ex: Fui a casa dos primos da rebêra, onde havera o burro de fazer bonicos?... Méme à porta da famila!... Panhí cá uma rabana!... | Tó, tant' bonic' de burro p'r est' caminh' adiente...

Bordal

bordal

Bordalo; pardelha; escalo; peixe da ribeira.

Ex: Antigamente havia aqui muntos bordás nesta r’bêra, mái agora já nã dou notiça deles...

Bordanada

burdânada

Bordoada; paulada; cacetada; tarôcada; pàzada.

Ex: Arre, burro!... Levas uma bordanada p'r trás dessas orelhas, qu' ê já te digo... – O bicho, tamém, já 'tá cansado. Com uma carga destas, désna da Refóias..

Bordão

bordão

Bengala; pau.

Ex: Nã vê a minha desgraça, parente?... Já tenho q’andar p’r’aqui sempre arrumado a um bordão!... – Mas olhe qu’até tem aí um bordanito todo jêtoso... Foi vomecêa qu’o fez?

Bornal

bornal

Espécie de mochila, usada a tiracolo, onde se levava a comida para o trabalho; balsa.

Ex: Dêxa-me lá ver o qu’é qu’a minha Maria me pôs hoje aqui no bornal p’ra ê c‘mer...

Borneco

bornec'

Acha para o fogo; cacepo; arracha; racha; tróço.

Ex: Este tróço, arrachado, ainda dá aqui uns belos bornecos p’ô fogo...

Borrachêra

borrachêra

Bota de borracha de cano alto; bebedeira.

Ex: Com esta orvalhêra, se nã fosse aqui as minhas borrachêras, já ‘tava todo molhado que nem um pinto... | Inda ‘tás almariado?!... Pudera! Com a borrachêra que panhaste ontem à nôte o qu’é que l’esperavas?!...

Borras

borras

Resíduos da destilação do medronho.

Ex. Este ano estilí tanto madronho que nem o qu’hê-de fazer às borras.

Borrefa

borrefa

Bolha; ampôla; empôla.

Ex: Estrií umas botas novas, mas as velhacas já me fazeram aqui umas q’ontas borrefas nos pés. Custo a andar...

Borrego

borrego

Pau de eucalipto cortado com medida apropriada para ser transformado em celulose.

Ex: Temos andado a derrabujar calitros além na chapada, más aquilo só dá borregos. Nem um pau p’ra descascar ‘tá além...

Borrêra

borrêra

Diarreia; ralêra; soltura; caganêra.

Ex: Nã sê o qu’é que deu nos mês porcos qu’andam todos de borrêra. Tarê qu’ir chamar o veter’náiro...

Boselhão

buz'lhão

Inchaço; alto; besôlhão; baba.

Ex: Que grand' ô boselhão que tens aí na cabeça... – Fui ê cá que caí e bati àlém naquela pedra.

Bóstia

bóstia

Excremento de vaca.

Ex: Q’ondo ê era pequeno, punha-se bóstia de vaca desfêta em água nas êras, antes de debulhar o trigo, p’ra segurar a terra.

Botar

botar

Colocar; pôr; prantar.

Ex: Vai um calcezinho dela, primo Antóino? – Ó parente, bote pocachinha fazendo favor. É qu’ê ‘tou em fraqueza  eposso-me escarar...

Brabigão

brabigão

Berbigão.

Ex: Cá p'ra mim os brabigons sã bons é abertos numa lata im cimba da trempe e c'midos logo. – Ah, ê cá tamém gosto deles é assim...

Braboleta

brâb'léta

Doença da batata; malmurcho; barboleta.

Ex: Olha, digo-te já, se nã dares pózes nas batatas, daqui a q’ontos dias ‘tá tudo chêo de brâb'leta...

Braçado

brâçád'

Mólho; fêxe.

Ex: Que belo braçado de folhas de côve que trazes aí... – É p'a dar ôs coelhos.

Braçajote

braçajot'

Variedade de figo muito apreciado.

Ex. Coma aqui uns figuinhos destes que são braçajotes. São uma ‘specialidade!...

Bràdar

bràdar

Chamar alto; arrulhar.

Ex: Ó Manel, acode à tu mãe. Nã a ouves a bradar por ti?...

Brado

brad'

Grito; chamamento; arrulho; eco.

Ex. Atã nã houves a tua mãe? Já ‘q'ontos brados ela dé p'r ti!...

Braguilha

braguilha

Carcela; barguilha.

Ex. Há-des-me pregar um botão na braguilha qu’o outro arrancou-se.

Brama do sarôido

brama do sarôid'

Entusiasmo sexual em pessoa idosa.

Ex. Olha lá a velha D'lores toda pintada... – Aquil' é a brama do sarôido, m'lher...

Brancáizo

brancáizo

Muito branco; muito pálido.

Ex. O qu' é que tens que 'tás tã brancáizo, Tóino... – Sê cá... Tenho andado pr' aqui com umas agasturas...

Brando (tempo)

temp' brand'

Tempo húmido.

Ex: Esta semana vô carregar o trigo p'rá êra. Tenho qu'aprovêtar agora qu'o tempo vai brando.

Brandura

brandura

Humidade; orvalhada; orvalhêra.

Ex: Temos qu’aprovêtar a brandura da noite p’ra carregar o trigo p’rá êra, senã ele esfarela-se todo.

Brasedo

brased'

Borralho; grande quantidade de brasas; braseiro; brasido; tições.

Ex: Nã há lenha c'm' à de madronhêro... Pus aqui três ó quatro paus, olha p' ô brasedo qu' isto fez...

Bréa

bréa

Bocado de toucinho; bocado de carne; pique.

Ex: Depôs do jantar de fêjão, comi a bréa com pão, até me corria a gordura ôs cantos da boca!... Pelo-me por aquilo...

Bretoeja

brr'toêja

Irritação da pele; comichão.

Ex: Nã posso mexer na rama da fava, fico cá com uma bretoeja qu’é babas pre todo o lado!...

Brigar

brigar

Esforçar-se; insistir; pressionar; lutar pela vida; matinar; caquear; caquenhar; rançar; repisar; rentar; ramocar; impertenecer; apequentar; judear; zucrinar; besoirar; embicar; catarruar; zurzilar; pertar; dar-lhe.

Ex: Atão o compad’Zé nã ‘tá por aí? – Anda a brigar ali p’ôs cantêros. Tem precisão dele?

Brinca

brinca

Brincadeira.

Ex: Este moço nã faz mái nada senã andar na brinca. Nã dou conta dele...

Brindêro

brindêr'

Pequeno pão para dar aos miúdos.

Ex: Meninos, se vocês se portarem bem, faço-lhe um brindêrinho cada um.

Britar

britar

Esmagar azeitonas sem partir o caroço para serem conservadas depois de adoçadas em água e temperadas com sal, orégãos e alho.

Ex: Dêxa-me lá ir britar umas zêtonitas qu’ê panhí esta tarde... Já ‘tão gradinhas...

Bróca

bróca

Barra de ferro pontiaguda usada para fazer furos nas pedras a serem rebentadas com pólvora ou dinamite.

Ex: Alcança-me lá aí essa bróca más comprida qu’esta é pequena demás.

Brocar

brucar

Furar a pedra com bróca.

Ex: Tenho andado ali a brocar umas pedras a ver se dou partido aquilo em condiçons de fazer o velado.

Brocha

brócha

Pequenos pregos de cabeça larga e chata pregados na sola das botas e dos sapatos grosseiros para retardar o seu desgaste; carda.

Ex: Olha bem a preção de brochas qu’o primo Ináiço me pregou nas botas... – Punhefra!... Tamém assim nunca más gastas essa solas...

Brôco (de)

d'brôc'

De bruços.

Ex: Mái, atão, que jêto 'tares aí, de brôco, numa figura dessas?!... Alevanta-te!...

Brôco (estar de)

'tar d'brôc'

Estar doente acamado.

Ex: Atã com’é que vai o sê pai? – Cale-se aí! Já ‘tá de brôco há quái três semanas e as melhoras nã são nenhumas!...

Brunho

brunh'

Soco; variedade de ameixa; punhada.

Ex: Ê já t’avisí uma remessa de vezes, nã serve de nada... ‘Tás aqui ‘tás a levar um brunho nos quêxos e depôs admira-te... | Que belos brunhos que dá aquela amêxêra!... Que quôlidade é aquilo? – Béque-me lhe chamam brunhos de França.

Bruteza ou brut'lidade

bruteza ou brut'lidade

Parvoíce; rudez; parvidade; parvoêra; patochada; patacoada; alarvidade; alarvêrice; risca o três que ganhaste.

Ex: P’ra que é essa bruteza toda?... Se fazesses as coisas com más cudado, nã era melhor?...

Bruteza (de)

de bruteza

Em grande quantidade; excessivo; demasiado; muito grande; muito forte.

Ex: Lá p' ôs tês lados tamém choveu c'm' aqui? – Olha, foi uma coisa de bruteza. Alagô tudo!...

Bruxedo

bruxedo

Bruxaria; canalha; ralé; corja; cambada.

Ex: Olhe prima, ist’é bruxedo que me fazeram!... 'Tão-me sempre a aperecer coisas ruins!... | Anda p’r’aí esse crujedo semp’a falar dos outros... nã tarão com que s’emtreter!?...

Bssst!... ou bsssta!...

bzzzt!... ou bzzzta!...

Modo de enxotar gatos.

Ex: Bsssta, gato!... Já 'tás a g'losear aí em cima da mesa?!... Ah, malandro!...

Bu!

bu!

Exclamação de nojo.

Ex: Quem é que fez o serviço aqui à porta? Bu! Que fador!...

Buano ou buama

buan' ou buama

Adubo constituído por excrementos de aves marinhas proveniente do Chile; guano; amóino.

Ex: Este ano vou pôr más um pôcachinho de buano nas batatas a ver s’elas prozam melhor.

Bucha

bucha

Comida; refeição ligeira; farnel.

Ex: 'Tá na hora de c'mer uma bucha, que já 'tô com fraqueza. Já se cava o resto do cantêro mái-logo.

Buchada

buchada

Conjunto de vísceras dos animais; interior de alguns frutos (pepino, melão, etc) constituído pelas sementes e sua envolvência.

Ex: Na mortepórque, a parte qu’ê mái m’aborrece é tirar a buchada ô pórco. | Este popino nã presta p’ra nada... Só tem é buchada...

Buchar

buchar

Comer a bucha entre as refeições principais; merendar.

Ex: Ist'agora é tudo moderno. Os homens, cheg'à mê da manhã têm de buchar, cheg'à mê da tarde a méma coisa ... No mê tempo nã era nada disto...

Bucho

buch'

Enchido feito à base de arroz, sangue, bocados de carne e gorduras de porco, embalados e no estômago do porco depois de devidamente lavado e preparado, cozido no tacho de arame juntamente com as morcelas; estômago; barriga; papo.

Ex: Ó prima, mecêa usa pôr cominhos no bucho? – Ê cá ponho sempre um pôcachinho...

Bucho da perna

buch' da perna

Barriga da perna.

Ex: Tenho andado aqui com uma dor no bucho da perna!... Isto deve ser pre casa das varizes...

Buço

buç'

Bigode nas mulheres; protecção de esparto ou, mais recentemente, de arame, que se colocava no focinho das bestas para as impedir de comer. Geralmente, era utilizado durante o carrégo do cereal para a eira e durante a debulha; barbilho.

Ex: Põe o buço no burro entes qu’ele jogue a boca ô trigo.

Bufa-de-velha

bufa d'velha

Espécie de cogumelo (pisolithus tinctorius) que, ao ser rebentado, deita grande quantidade de esporos para o ar, em forma de nuvem de fumo.

Ex: Dá lá aí um pontapé nessa bufa de velha se queres ver uma coisa bonita...

Bugalha

bugalha

Baga formada na folha das carvalheiras; qualquer baga de forma esférica; carvalha.

Ex: Ond’é qu’arranjaste essa bugalha tão redondinha? – Foi numas carvalhêras além do outro lado.

Bugalho

bugalh'

Qualquer pequeno objecto de forma esférica.

Ex: Andí, hoje, a apanhar batatas, mái atão aquilo são ums bugalhos de nada...

Buja-buja, buia-buia ou bujinha-bujinha

buja-buja, buia-buia ou bujinha-bujinha

Forma amigável de chamar os cães.

Ex: Buja-buja, buja-buja!... ond’é qu’andará aquele cão que nã no vejo désna d’ontem?...

Bulir

bulir

Mexer; tocar; manter-se activo; chafurdar.

Ex: Mãe, q’ontas chouriças é que temos além no varal?  – Nã sê bem qu’ontas são, mái nã t’astrevas a bulir além sem ordem do tê pai!... | Comadre, atão ond’é que ‘tá o compad’Zé? – Anda pr’aí a bulir... – Méme com um frio destes?!...

Email: refoias
©O Parente da Refóias
Última mexida: 19-Oct-2011

Site Meter