n
Serra de Monchique: Cerro dos Picos à esquerda, Fóia ao centro e Picota à esquerda
Glossário - Letra M
Vocábulo Pronúncia Significado Exemplo

Má-chêro

mà-chêr'

Fedor; mau cheiro; fadôr; chêrum; fedorum; pexum.

Ex: O qu’é que sará este má-chêro qu’anda aí? – Isso há-de ali da p’cilga do pórco.

Má da volta!...

má da volta!

Expressão usada para designar o receio de que as coisas não vão correr bem; mau sinal; expressão de mau augúrio; boa vai ela!....

Ex: Umas horas destas e ele sem 'par'cer, má da volta. Acontecé-l'e qualquer coisa. Ai, homem, nã digas uma coisa dessas...

Má de (ser)

ser má'd

Ser difícil; pouco provável; ser d’adregue.

Ex: Fui além às Barrêras, venho cansada. Aquele caminho é má de subir. É munto empinado. | Vou-m’esperar más uns tempos e depôs logo vendo a cortiça. Pode ser qu’o preço suba qualquer coisinha. – Iss’é má de se dar. Sã sempre os mesmos a comprar… Eles é que mandam nos preços.

Maçaroca

maçaroca

Espiga de milho.

Ex: Que belas pèzêras de milho qu´ê tenho aqui… ‘Tão quái todas com duas maçarocas. Mas grandes…

Macêra ou maçanêra

macêra ou maçanêra

Macieira.

Ex: Enxertí ali uma maçanêra dessa modernas, vamos lá a ver o qu’é qu’aquilo dá…

Maceta

maceta

Espécie de martelo redondo, sem orelhas, com cabo de madeira, utilizado para trabalhar a pedra com ponteiro ou broca;ponceta.

Ex: Já tenho o cabo da maceta quái a se partir. Tamém, há q'onto tempo é qu' ele dura? Já parti centos de pedras...

Macho

mach'

Animal híbrido, de carga, resultante do cruzamento dum burro com uma égua ou dum cavalo com uma burra.

Ex: Isto nã há nada como um macho. Tem logo outra força que nã tem um burro. Olhe bem p’ô peso qu’isto leva aqui…

Machuna

mâchúna

Mulher estéril; mulher com aspecto ou comportamentos de homem.

Ex: Qual sará a rezão deles nã terem filhos? – Atã nã sabes qu'ela é machuna. Pobrezinhos, eles bastante pena têem...

Madêro

mâdêr'

Tronco curto e grosso para a lareira; tróço; trave; barrote; cacepo.

Ex: Traz lá aí um madêro p'a pôr aqui no fogo, Tòininho. – Nã 'tá aqui nada que preste. Só este tanchôto,má' ist' arde, em men's de nada... – Atã, traz mém' esse.

Madêro de Natal

mâdêr' d'natal

Tronco grosso colocado na lareira na moite de Natal, que só seria totalmente queimado nas noites seguintes.

Ex: T'resa, 'tá aqui este tróço qu'é p'ô madêro de Natal.

Madre

madr'

Útero; padrão.

Ex: O animal nã'tá nada bem. Até tem a madre de fora… O qu’é qu’a gente faz ô bicho?...

Madronhêra ou madronho

mâdrunhêra ou mâdrônh'

Aguardente de medronho; dela.

Ex: Que bela madronhêra qu’ó Ti Chico tem além… Nem se sente…

Mãe (do lado da)

do lad' da mãe

Do quadrante Sul.

Ex: 'Tô a ver o tempo duma manêra que, se calhar, chove. – Ah, iss' é quái certo. Ele 'tá além do lado da mãe, má da volta...

Magana (filho duma)

filh' d'ma magana

Velhaco; maroto; filho da puta; badalo; mariola; belhardêro; o raça; magano; filho da pucra.

Ex: Este filho duma magana anda-me semp’ a apequentar. Qualquer dia dô-l’e uma untura que l’há-de ficar de lembrança… – Ó, homem, vê lá o que fazes p’aí… Nã  l’e dês emportância…

Magano

magan'

Maroto; malandro; espertalhão; velhaco; filho da puta; badalo; mariola; belhardêro; o raça; filho duma magana; filho da pucra.

Ex: Filha, nã vás atrás do qu’ele diz, qu’ele munto magano… Ê bem t’aviso…

Magusto

magust'

Assada de castanhas ou batatas numa fogueira.

Ex: No dia de todos santos, faziam-se magustos aí p'r tôd' ô lado… – Agora, 'tá bem... Se nã ser a Junta a dar uma castanhitas à famila, já nã se vê nada disso...

Mái

mái

Mas; mais.

Ex: Vás à missa nova do Padre Zé? – Ê gostava munto d’ir, mái atão nã tenho roupa capaz…

Mái contente que nem uma pêga sem rabo

mái content' q'nem 'ma pêga sem rab'

Muito contente por ter tido uma grande surpresa; relacionado com o facto de, quando se segura um pássaro vivo pelas penas da cauda, ele se libertar deixando-as na mão do caçador.

Ex: Atã d'sseram-me qu'a su Zèzita já passou de classe. – Cale-se aí, prima, anda mái contente que nem uma pêga sem rabo... Ela, entes, nem dormia só a pensar nisso.

Mái das vezes

mái das vêz's

Muitas vezes; grande parte das vezes; más das vezes; as más das vezes.

Ex: Ê cá vô semp'e na carrêra.Mái das vezes nã pago b'lhete qu' o revisaor é mê amigo....

Mái fino que o azête

mái fino qu' o azêt'

Espertalhão; espevitado;  desenrascado; limpêro; lampêro; ligêro; safo.

Ex: Anda aí uma zorra que já me levô dali nã q'ontos pintos. Já l' armí uma loisa, mái nã na dô caçado... – Aquilo sã mái finas qu' o azête, quem é qu' as dá panhado?...

Mái-logo

mái-log'

Mais tarde; daqui a um bocado; daquem nada; daqui nada; prestes.

Ex: Agora vã fazer as coisas da 'scola. Mái-logo, logo brincam.

Maio (dia de)

dia d'mai'

Ver Dia de Maio

Maio (o)

o mai'

1º de Maio; dia de Maio.

Ex: ‘Tejam com Dês. Atã o qu’é que fazem por aqui?... – Viemos aqui passar o Maio. É servido a um coisinho de bolo de tacho?

Maiorinho

mâiurính'

Um pouco maior; maiorzinho.

Ex: Q’ont’é que custa esse bacorinho aí? – Qual, este? – Nã. Esse maiorinho.

Maios

mâi's

Pequenas plantas parasitárias, de cor avermelhada, que se desenvolvem na raiz das estevas e mongariças. A partir de cada flor, produzem uma espécie de fruto com uma substância pastosa no interior que é comestível, embora sem sabor. O seu nome provém do mês em que aparecem.

Ex: Olha estes maios qu' ê incontrí ali im baxo? – Agora, béque-me, já se vê pôco disso. – Na Refóias há muntos....

Mairo ou Mairinho

máiru ou màirính'

Mário.

Ex: Além o Mairinho, agora, tem parcido por 'i´. – Há munto tempo que nã no vejo. Há anos.

Mal casado

mal casad'

Amancebado; junto.

Ex: Quem sã estes que vieram p'ali morar agora? Nã sê bem, mái des qu'ela é uma diaba além de trás que 'teve com uma preção deles. Ê, p'lo jêto, vi logo qu'aquilo eram mal-casados.

Mal empregado ou mal impregado

mal empr'gad' ou mal impr'gad'

É pena; que pena.

Ex: A nossa cabra tem as tetas chêazinhas.O qu' é qu' agente fal àquilo? – Mal empregado a gente nã gostar de lête.

Mal jêtoso

mal jêtôzz'

Feio; com mau aspecto; sem graça; sem aira; sem jêto.

Ex: Ond'é qu'a Arora foi desencantar um trambolho daqueles? Que homeme tã mal jêtoso... Atã e ela ind' é pior...

Malacuéco

mâlâlcuéc'

Filhó;fartura; sarengonho; frito.

Ex: Ê cá nunca vô-me à fêra que nã compre um malacuéco. Gosto daquilo, atão…

Maláipo

mâláip'

Variedade antiga de pêro muito aromático; melápio; malapo.

Ex: P'ra mim, o pero que melhor chêra é o maláipo. Q'ond' chega ali perto da Festa, aquelas penduras dêtam um chêrinho...

Màlamente

màla-ment'

Com dificuldade; não muito bem; mal; ô bem fêto; como Dés é servido.

Ex: Atã isso já vai melhorzinho, ó quem? Já o vejo aí a andar… – Ai, parente. Màlamente dou um passinho ó dôs e tem que ser agarrado a este pau…

Malandra

malandra

Preguiça; molura; molenguice; lazêra.

Ex: ‘Tô aqui com uma malandra que nã m’apetece fazer nada…

Malandriar

malandriar

Mandriar; andar na masmorra; estar a masmorra.

Ex: Vê lá se c'meças a trabalhar que já andas a malandriar há munto tempo.

Malandro

malandr'

Preguiçoso; vadio; patife; madraço; mandrião; cão; mariola; marau; belhardêro; molengão; molengo; pandêrão; pandêro; lazêrento.

Ex: Iss’é um malandro. Nã faz nada e, inda pre cima, rouba tudo o qu’apanha…

Malapo

mâláp'

Variedade antiga de pêro muito aromático; melápio; maláipo.

Ex: P'ra mim, o pero que melhor chêra é o malapo. Q'ond' chega ali perto da Festa, aquelas penduras dêtam um chêrinho...

Malcriado

malcriad'

Mal-educado; grosseiro; desrespeitador; destravado; desbocado; escrapanudo.

Ex: Que moço tã malcriado. Chega ô pé da famila e nem tampôco fala... – Munto pior faz ele, às vezes, que só fala mal...

Malear

maliar

Abortar (usado para animais).

Ex: Tenho de vender esta coelha qu’a velhaca j’a me maleou duas vezes de seguida.

Malga

malga

Tigela; terrina; tijala; alguidar; pelengana.

Ex: Nã sê ond’é qu’aquele homem mete tanto decomer… Pus-l’e a malga méme quái chêa, nã sobrou nada…

Malhada

malhada

Conjunto de pocilgas ou de colmeias; por analogia, usado também em relação a um grupo de árvores da mesma espécie.

Ex: Passí àlém ò pé das malhadas do Tóino da Cerca, era cá um fadôr!... | Aquela malhada de calitros que lóze além é do Manel das Casas, nã é?

Malhal

malhal

Estrado que se coloca nos lados e rectaguarda da caixa do camião para lhe acrescentar capacidade de carga ou evitar que o gado salte para fora; varal.

Ex: Aquela camineta da companhia tem um malhal tã alto, aquilo sará p'ra quém? Aquilo é p'a carregar fatana e coisas assim.

Malhão

malhão

Queda; tombo; trambolhão; porro; porradão; pancada; estoiro; bate-cu; cambalhota; mangulada.

Ex: Tal foi aquele malhão que caíste ali? Há-des ter f’cado mal… – Ora se f’quí. Tenho aqui a perna toda negra.

Malho

malh'

Maço; instrumento para bater a taipa.

Ex: Nã é qualquer um que sabe fazer taipa a precêto, nã penses. – Pôs, más o mestre Manel faz aquil' bem. Nã vês com' ele bate a terra com o malho... E o assentar dos malhás e tudo. Vê-se logo que sabe...

Malino

malin'

Mau; difícil; irrequieto; malandro;rabalão; ruaz; gavino; raguingoso; veneno; peste; rabino.

Ex: Que pessoa tã malina!... Só ‘tá bem embelicando.

Malíssimamente

mâlíss'mâment'

Péssimamente; muito mal.

Ex: Atã, que tal vai isso, parente? – Olhe, nã sê já o que faça. É que tenho 'tado méme maliss'mamente...

Malíssimo

mâlíss'mo

Péssimo; muito mau; muito mal.

Ex: Aquilo é um homeme mémo ruim... – Ruim?!... É malíss'mo!... Só 'tá bem fazendo mal.

Malmurcho

malmurch'

Doença da batata; barboleta.

Ex: Nã sê o que foi isto este ano, qu’as batatas ‘tá tudo chêo de malmurcho…

Malsoado

malsuad'

Malvado; maldito; escamungado; escamado.

Ex: Malsoado, nã l’e dar uma tração!... Dês me perdoe, que nã se deve de’jar mal a ninguém.

Maltês

maltés

Bravio; desordeiro; pouco sociável.

Ex: Aquilo é um maltês. Nã liga a ninguém.

Maltesaria

malt'sâría

Designação genérica de gente mal comportada; conjunto de malteses.

Ex: Ist'agora anda aí uma maltesaria que nã se pode dêxar nada pre gôrdar. Rôbam tudo. E o que nã rôbam, estragam.

Maluco

maluc'

Peça do charrueco que liga o tamoêro à corrente que puxa a charrua.

Ex: Tenho qu’arrenjar um maluco novo qu’este  ‘tá-se quái a partir.

Mamão

mamã'

Rebento que nasce do tronco da árvore, muito em baixo, e deve ser cortado.

Ex: Tenho qu'arranjar tempo p'a cortar estes mamõs dos limoêros senã eles nã dã nada.

Mana

mana

Irmã; cunhada; forma respeitosa de tratar as irmãs mais velhas.

Ex: A mana T'reza manda d'zer que tem munto serviço lá, hoje, e nã pode vir cá.

Manadia (à)

à mânâdía

À solta; sem moiral; abandonado.

Ex: Tóino, o tê burro é munto raguingoso. – Andou semp’à manadia até agora, quem é que dá conta dum bicho destes?!... | Mái atã que Judêría é que fazeram p’ali ô Ti Chico do Barranco, qu’ele ‘tá todo marafado? – Dêxam estes môços nôvos andarem aí semp’à manadia, dá este resultado… Des qu’l’arrabolaram uns cortiços à barrancêra abaxo…

Manchêa

manchêa

Boa quantidade; mão cheia; punhado.

Ex: Antes de t’ires embora, tira aí uma bela manchêa de figos p’a ires c’mendo p’lo caminho. Olha qu’eles sã munto bons. E ‘tão bem torradinhos.

Manchinha

manchinha

Pequena quantidade; belisco; coiséco; lembisco.

Ex: Toma lá uma manchinha d’alcagóitas p’a provares. Nã te dou más que tenho pôcas.

Mandado

mandad'

Recado.

Ex: Tóininho, em acabandes de fazer as coisas da ‘scola, tens que m’ir fazer um mandado. Vás ali ôs Gralhos e compras um coisinho de pementão qu’a mãe logo paga.

Mando

mand'

Autoridade; poder.

Ex: Nã sê que homem é este que nã tem mando nenhum no filho...

Manêras

manêras

Atitudes; educação; precêto; modes; dobrar a língua.

Ex: Isso é que sã manêras de falar com a mãe?!... Dobra lá essa língua!...

Manêras (ter)

ter manêras

Comportar-se correctamente; ser bem-educado; ser cortês; ter precêto; dobrar a língua.

Ex: Meninos, tenham manêras e portam-se bem. Vejam lá o que fazem pr’aí…

Manêras que (de)

d'manêras q'

Portanto; por isso; então; assim.

Ex: Ninguém me chegou aqui ô pé, de manêras que tenho ‘tado aqui a cavar sozinho toda a tarde.

Maneta

maneta

Espádua; pá de porco.

Ex: Este ano exp’rimentí a dêxar uma maneta no sal com os dôs presuntos.

Manetada

ma-n'tada

Palmada; acto de empurrar ou agarrar com a mão; empurrão; estalada; chapada; latada; tabefe; galheta; lembefe.

Ex: Chega-te p’ra lá ó ê dô-te uma manetada vás bater na parede…

Manga

manga

Chaminé de vidro de candeeiro ou lanterna a petróleo.

Ex: Ó filha, toma atenção com’é que se alimpa a manga do candeêro. Primêro, lava-se com uma rodilha molhada. Despôs é que s’alimpa com um papel.

Manga de vento

manga d'vent'

Rajada; baforada; rabana; rabanada; manga de vento.

Ex: 'Tava aqui descansado, de repente, vê' uma manga de vento, levô tudo p'los ares. O mê chapéu foi parar além adiente.

Mangar

mangar

Troçar; zombar; fazer cachamorra; fazer pouco; judear; arremedar; fazer arrenegas; caçoar; meter-se com; pegar com; pôr-se com coisas.

Ex: Tens esse fêtio de ‘tares semp’a mangar com os outros, nã vês qu’isso tamém aborrece?...

Mangoêro

mangu-êr'

Mango; cabo do mangual.

Ex: Tenho que pôr um mangoêro novo no mangual qu’este já ‘tá todo arrachado.

Mangual

mangu-al

Utensílio destinado a malhar os cereais na eira, constituído por dois paus de comprimento diferente (mangoêro mais comprido e prito mais curto), atados pelas pontas com uma corda.

Ex: Este mangual nã é dos melhores… Béque-me tem o cabo munto pesado… Que madêra é isto?

Mangulada

mangulada

Queda; tombo; trambolhão; malhão; porro; porradão; pancada; estoiro; bate-cu; cambalhota; cachêrada.

Ex: Vinha ali munto bem descansado, escorreguí, bati uma mangulada no chão... Punhana!... Inda me dói aqui um quarto...

Manha

manha

Hábito; costume; maneira de ser.

Ex: O raio do burro, nas mãs do Tóino, faz tudo q'onto ele quer, nas minhas, nã dô conta dele... – Quem é qu' l' há-de conhecer as manhas senã o dono...

Manhoso

manhôzz'

De má qualidade; matreiro; difícil.

Ex: Ê cá bem queria fazer o serviço depressa, mái atão com uma enxada manhosa como esta nã dô desenvolvimento nenhum…

Mania

mania

Vaidade; ilusão; dúvidas; covencimento; penêras; asnêra; presunção.

Ex: Tens uma mania!... Lá pré pores brilhantina no cabelo pensas qu’as moças nadam todas atrás de ti…

Maniento

manient'

Vaidoso; presumido; presunçoso; asno; baboso; caganêroso; inchado; de rabo alçado; cu d'asnêra; penêrento; penêrento.

Ex: Aquela moça da Casinha é cá uma manienta… Nã vês, toda a se bandear?...

Manilha

manilha

Jogo de cartas tradicional; a carta sete de espadas.

Ex: Ê cá o jogo que mái gosto é da manilha. – Ê cá não. Ê gosto más dos três setes.

Manilhada

ma-n'lhada

Jogada de manilha.

Ex: Moços, vamos jogar uma manilhada?!

Manita

manita

Pau preso na pedra superior da mó onde se segura para a impelir no movimento circular; diminutivo de mão.

Ex: De ‘tar tantô tempo agarrado aqui à manita a moer já tenho uma borrefa num dedo.

Mano

man'

Irmão; cunhado; tipo; indivíduo; forma respietosa de tratar os irmãos mais velhos.

Ex: O mê mano Zé, agora, é o mái velho da irmandade.

Manta

manta

Bebedeira; pelhega; talega.

Ex: Vai-te más é dêtar, que ‘tas com uma manta que nã te susténs de pé…

Mantêga ou mantéga

mantêga ou mantéga

Banha de porco.

Ex: Tenho uma fraqueza que mal me sustenho de pé… – Olha come aí méme um pedacinho de pão com mantéga enq’onto ê acabo aqui o jantar.

Mantulho

mantulh'

Gavela; pavêa; pequeno molho de cereal acabado de ceifar, geralmente em quantidade que a mão do ceifeiro podia abarcar, no qual era dada uma laçada com a própria palha.

Ex: Ê vô-te ensinar, filho. Vás acêfando com munta conta p'a nã te cortares com a fôce. Q'ondo já t'veres a mão chêa, dás uma laçada assim com a palha do trigo e vás pondo os mantulhos em cima uns dos ôtros, qu'o pai e depôs logo ata os molhos.

Mão

mão

Pata anterior dos quadrúpedes; vaza.

Ex: O mê burro anda-m’aqui a coxear duma mão, dêxa-me lá ver o qu’é qu’ele tem pr’aqui… Ah! Tem uma pedra presa na ferradura.

Mão (ser de)

ser d'mão

Ser o primeiro a jogar no iníco duma partida.

Ex: Quem é qu’é de mãe? – Sou ê cá. – Atã jogue!

Marafação

mârâfâção

Irritação; zanga; géno; ganas; aguamento; apequentação; ravasca; ganas; rabeada; sezão; marfação.

Ex: Mái que grande marafação qu’ê panhí agora!... – Ó homem, o qu’é que foi isso?... – Atã nã ‘tavam as galinhas todas ali puladas na lêra das couves que deram cabo daquilo tudo!...

Marafado

mârâfád'

Zangado; irritado; velhaco; malandro; dinâmico; activo; desinibido; estragado; desorganizado; desarrumado; difícil; árduo; enzainado; danado; enrèxado; inrèxado; o raça; com cara de pôcos amigos; de rabo alçado; de venta arreganhada; escamado.

Ex: Nã te podem d’zer nada, ficas logo todo marafado… | Aquele marafado só sabe é fazer mal!...

Marafar

mârâfár

Irritar; arreliar; desorientar; desfazer; desarrumar; estragar; enzàinar; danar; enrèxar; embrutar; chegar o sãingue às ventas.

Ex: Nã me ‘tejas a marafar más do qu’ê já ‘tô!... Nã basta o que basta, senã tu inda me vires com essa conversa…

Marafunda

mârâfúnda

Confusão; enredo; empeço; enrascanço; barafunda; lanedo; enlêo; ôrio; banzé.

Ex: Ti Maria, atã nã vai à fera de Marmelete? – Ê já m’aborre daquela marafunda. Calhando, este ano nã vô.

Marau

mâráu

Vadio; malandro; mal comportado; mariola; belhardêro; judeu; judeu.

Ex: Aquilo é um marau qualquer… Nã faz nada e só anda metido em coisas ruins…

Maravalha ou marvalha

mârâválha ou mârválha

Apara de madeira feita com o cepilho.

Ex: Uma coisa boa p’a acender o fogo é uma manchinha de maravalhas. Aquilo arde num ‘stante…

Maràzice

mâràziç'

Vadiagem; má vida; boavaiela; geraldina; coçáiro; ratôiça.

Ex: Parte desta malta nova, agora, nã governam vida nenhuma. Andam senpre na maràzice...

Marca

marca

Botão; sinal; nódoa negra; nódoa roxa.

Ex: Já perdeste uma marca aí da manga da camisa. Agora, aonde é qu’ê vô arranjar uma igual?...

Marca (jogo da)

jôg' da marca

Jogo em que cada contendente atira a marca contra uma parede de forma que esta se imobilize a menos de um palmo da do adversário, ganhando-a, se assim acontecer; também designado por jogo da parêdinha.

Ex: Raio dos moços, agora andam só com a moda do jogo da marca, nã há botons que s’aguentem…

Marcar

marcar

Ver; controlar; estar com o olha em cima.

Ex: Olha, o parente Jôquim 'tá além. Nã no vês? – Vejo, sim. Já há um belo pôco qu' ê o 'tô a marcar, qu' ê tenho precisão de falar com ele.

Maré (de)

d'mâré

Com o cio; menstruada; predisposto; bem disposto; receptivo; ressaída; ruim; com o janêro; nã estar capaz.

Ex: O estapor da burra anda de maré, nã se dá conta dela. Tenho qu’a prender na cabana uns dias até isto ‘le passar…

Marfação

mârfâção

Irritação; zanga; géno; ganas; aguamento; apequentação; ravasca; ganas; rabeada; sezão; marafação.

Ex: Mái que grande marfação qu’ê panhí agora!... – Ó homem, o qu’é que foi isso?... – Atã nã ‘tavam as galinhas todas ali puladas na lêra das couves que deram cabo daquilo tudo!...

Marfulhão

mârf'lhão

Algo amarrotado; enrôlo.

Ex: Este margotêro dá uns margotons qu´ê inda nã vi coisa igual… Prova-me só isto…

Margotão

mârgutão

Pêssego; maracotão.

Ex: Este margotêro dá uns margotons qu´ê inda nã vi coisa igual… Prova-me só isto…

Marigomes

marigom'ms

Variedade de pêro muito ácido.

Ex: Que perêro é esse aí, parente? – Ist’é marigomes. Nem toda a gente gosta mas ê cá aprecio este azedinho.

Marimbar-se

mârimbár-s'

Desinteressar-se; abandonar; desiludir-se; desistir; esquecer; tirar o sentido de; tramar-se; barimbar-se; dêxar da mão; desem-maginar-se; desimaginar-se; chegar p’ra lá os bêços; fazer-l'e cruzes; fazer cruzes; negar-se ô puxo.

Ex: Atã esta manhã 'tavas além a roçar balsas, já te marimbaste nelas?... | Agora é que tu te marimbaste, nã vendeste os limõ’s na semana passada, esta semana já ninguém os quer!... 

Mariola

mârióla

Malandro; desavergonhado; patife; malandro; tratante; mal comportado; marau; belhardêro; magano; badalo; o raça; judeu; cão; filho duma magana; filho da pucra.

Ex: Que grande mariola que me síste!... Só fazes é travessuras…

Marmacento

mârmâcént'

Diz-se quando o astro está empoado pelo tempo nascente; enevoado; marmaço.

Ex: Nã gosto nada deste tempo assim marmacento. Parece qu’ando emzamboado. Q’onto más nã vale o tempo norte, fresquinho…

Marmaço

mârmáç'

Calor abafado, sufocante; marmacento.

Ex: Este tempo assim marmaço custa a aguentar. E, calhando, imda dêta aí algum aguacêrão…

Marmita

mârmíta

Utensílio redondo para guardar comida, feito de lata ou alumínio, com tampa de roscar; pelengana.

Ex: Nã te esqueças da marmita que ‘tá aí o pêxe frito pô tê almoço. O melhor é gôrdá-la já dentro da cesta.

Marrã

mârrã

Porca nova; bácora.

Ex: Inda tens algum bác’ro daqueles p’a vender? – Só já tenho ali uma marra, mái, calhando, vou dêxá-la p’ra mim. Os outros já vendi todos.

Marrafa

mârráfa

Risco do cabelo.

Ex: ‘Tá sossegado com a cabeça senã nã te dô fêto a marrafa d’rêtinha.

Marranada

mârrânáda

Marretada; martelada.

Ex: S' apontares bem a cunha, com uma marrada ó duas o cepo arracha logo.

Marrão

mârrão

Martelo de grandes dimensões, com cabo comprido e cerca de cinco quilos, utilizado para partir pedra.

Ex: Uma pedra destas, méme com o marrão é má de parti-la, q’onto más sem ferramenta capaz.

Marrão (vai cavar batatas com um)

vai cavar batatas cô'm mârrão

Não me aborreças; o que estás a dizer é uma asneira; vai pentear cágados.

Ex: Ouvi d'zer que tu agora namoras algumas duas ó três ô méme tempo... Olha, vai cavar batatas com um marrão e dêxa-me sossegado.

Marreta

marreta

Pequeno marrão.

Ex: Aquela marreta qu’ê tenh’ali já era dos mês avós. Veja lá s’ela é antiga!... Mái inda dá munto jêto p’a certos serviços.

Martunhêra

mârt'nhêra

Murta; murtinheira.

Ex: Se queres panhar piscos e tôrdos arma umas q’ontas loisas além naquelas martunhêras qu’aquilo além é um bom ponto.

Martunho

mârtúnh'

Murtinho; fruto da murta.

Ex: Ê cá nã gosto munto de martunhos, mái a minha Maria faz um licor com aquilo qu’é uma categoria.

Marvalha

mârválha

Ver maravalha.

Más

más

Com; e; mais.

Ex: Adond'é que foste onte que nã te vi por'í? – Fui à missa más o mê Manel. Era por alma do pai dele. | Atão, semp'vás à fêra? – Vô-me. Vô-me ê cá más o mê mano Zé.

s (os) ou as más

os más ou as más

Os outros; quaisquer uns; a maior parte; muitos.

Ex: Ó filha, a gente cuda cá na nas nossas coisinhas. Com os más a gente nã s’emporta.

Más a más

máz'a más

Tanto mais; ainda por cima; para além disso.

Ex: Atã que jêto nã q’reres is à fêra de Monchique? – Olha nã tenho rôpa capaz p’ra vestir e, más a más, aquilo nã tem já graça nenhuma...

Más contente que nem uma pêga sem rabo

mái content' q'nem 'ma pêga sem rab'

Muito contente por ter tido uma grande surpresa; relacionado com o facto de, quando se segura um pássaro vivo pelas penas da cauda, ele se libertar deixando-as na mão do caçador.

Ex: Atã d'sseram-me qu'a su Zèzita já passou de classe. – Cale-se aí, prima, anda mái contente que nem uma pêga sem rabo... Ela, entes, nem dormia só a pensar nisso.

Más das vezes

más das vêz's

Muitas vezes; grande parte das vezes; as más das vezes; mái das vezes.

Ex: Ê cá vô semp'e na carrêra. Más das vezes nã pago b'lhete qu' o revisaor é mê amigo....

Más que fosse

más q'fôss'

Feito sem dificuldade; vai buscar más...

Ex: Já cavaste esse cantêro todo désna qu'ê passí aqui esta manhã?!... – E más que fosse... Ist'aqui é assim...

Más sorte q'um cão de caça (ter)

ter más sort' q'um cã' d'caça

Ter muita sorte.

Ex: Atã que tal d'especção? T'veste que te pôr em pelote?... – Pôs tive. Mái safí-me. F'quí livre. – Tens más sorte q'um cã de caça...

Más um nada

mázum nada

Quase; quái; prestes; a bem d’zer; vai nã vai.

Ex: Atão, vieste na carrêra? – Vinhe. Mái, olha, más um nada e nã na tinha panhado. Cheguí à estrada já ela lá 'tava...

Masdôira

mâsdôira

Manjedoura.

Ex: Que linda bezerra que tem aí, primo. – Olhe, habituí-a aqui à masdôira, tem sido um consolo. Come bem e inda nã teve nenhum contratempo.

Massa do sãingue (estar-lhe na)

'tar-l'e na massa do sãing'

Ser próprio de si; ser hereditário; ser viciado.

Ex: O Chico da Barroca des que rôbô uma preção de coisas além da venda, sará verdade? – É mái que certo. Aquilo ‘tá´le na massa do sãingue. Já o pai era o mémo.

Mastro

mastr'

Arraial ou baile realizado durante a época das foguêras, num espaço com um pau, semelhante ao mastro dum navio, colocado no centro, devidamente enfeitado.

Ex: Sáb’do, vamos ô balho do mastro à Senhora do Verde? – Ê sê cá... Beque-me nã me ‘tá apetecendo. Aquilo fica tam longe...

Mastura

mâstúra

Acrescento de arroz, massa ou batatas que se põe nos jantares de feijão, grão ou milhos; mastura.

Ex: Ai, dêxa-me lá ir pôr a mastura no mê jantar, qu'os grans já hom-de 'tar quái cozidos... – Ó c'madre, nã s'empate por mim...

Mata-bicho

mata-bich'

Pequeno-almoço; quebra-jum.

Ex: Dêxa-me lá comer aqui quarquer coisa de mata-bicho qu’isto já vã send’horas.

Mata-piôlhos

mata-piôlh's

Dedo polegar; dedo grande.

Ex: Tenho a unha do mata-piôlh's encravada, grandes dores que me dá!...

Mata-velhos

mata-velh's

"Neologismo" para designar um novo veículo de dois lugares, com formato de automóvel, mas pertencente à classe das motorizadas.

Ex: Agora, quem nã tem carta de carro compra um mata-velhos, 'tá desenrascado...

Matação

mâtâção

Matança; mortepórque.

Ex: Aquilo foi uma matação munto fêta à pressa e coisas assim nunca dão bom resultado...

Matação (dar boa)

dar boa mâtâção

Dia em que a Lua não muda de fase; acredita-se que se se matar o porco em dia de mudança de fase da Lua corre-se o risco de a carne, os enchidos e os presuntos se estragarem.

Ex: tenho q’ólhar à folhinha a ver se Sábado dá boa matação p’rá minha mortepórque.

Matadura

mâtâdúra

Hematoma; pisadura; nódoa roxa; nódoa negra.

Ex: Que grande matadura que tens aí nessa perna. O qu’é que t’aconteceu? – Escorreguí ali no caminho da fonte, bati naquela raiz da sobrêra grande que ‘tá ali, fiz isto.

Matar o bicho

matar o bicho

Tomar o pequeno-almoço; quebrar o jejum.

Ex: Dêxa-me lá matar o bicho qu' alevantí-me inda entes das sês e 'tô aqui sem c'mer nada até estas horas.

Matar uma vaza

matar'ma vaza

Jogar a carta mais forte da vaza.

Ex: Parcêro que jêto mecêa matar a minha vaza? Ê já ia p’ra si! – Atã nã vê qu’ê nã tinha mái nenhuma em copas?!...

Matinar

matinar

Insistir; persistir; brigar; caquear; caquenhar; rançar; repisar; rentar; ramocar; impertenecer; apequentar; judear; zucrinar; besoirar; embicar; catarruar; dar voltas ô miolo; dar-lhe.

Ex: Nã sê o que fiz à folhinha. Matino, matino, mái nã me dô alembrado adonde a pus. E agora que tinha precisão de saber q'ond'é que dá o quarto da lua...

Matraca

mâtráca

Instrumento usado nas endoenças, durante a Sexta-Feira Santa e o Sábado de Aleluia, constituído por uma tábua e duas aldrabas metálicas que ao serem agitadas produziam um matraqueado que substituía o toque de sinos e campainhas em sinal de respeito pela morte de Cristo.

Ex: O Ti Fernando todos anos leva semp’a matraca na precissão. Calhando fez alguma promessa.

Matrôfaja

mâtrôfája

Adulteração; falsificação.

Ex: O madronho qu’ê faço aqui è uma categoria... más assim qu’o levam daqui fora, começam logo a fazer matrôfagem. Veja lá qu’inda o vendem más barato que mo compram a mim!...

Matula

mâtúla

Grupo de pessoas; ajuntamento; chusma.

Ex: Nã qu'seste ir à fêra de Marmelete, mái perdeste. Aquilo ajuntô-se lá uma matula!...

Mazarulho

mâzârúlh'

Alto; enrolo; coisa grande e disforme; entrôcho.

Ex: Que mazarulo é esse que tens aí debaxo da blusa? – O quem? Ah, é a camisêra que ‘tá aqui enrolada...

Mêalquêre

mêalquêr'

Medida cúbica de dez litros, feita de madeira, para medir cereais.

Ex: Compad’Zé, precisava que me despensasse aí umas q’ontas favas p’a samear. – Atão o qu’é que quer? – Aí com um mâlquêre tendo bem àvonde.

Mêa-arrôba

mê'-àrrôba

Medida de peso correspondente a sete quilos e meio.

Ex: Compad' Zé, há-de m' arranjar uma mêa-arrôba de batatas de semente, dessas de fora que mecêa sameô o ano passado. – Nã sê s' inda tenh' p' aí que chegue, vamos lá ver.

Mêa-hora

mêa-hora

Meio-dia e meia hora; meia-noite e meia hora.

Ex: Que horas sã isto? – É méme quái mêa-hora.

Mêas carnes (em)

em mêas carn's

Em meia engorda (o porco); meio gordo.

Ex: Já eles mataram o pórco?!... Inda o meu ‘tá em mêas carnes...

Mêas cor da pele

mêas cor da pel'

Sem meias; em pernas.

Ex: Olha, aquela leva mêas cor da pele...

Meçalho

m'çalh'

Criança; mecinho; mecéco; môço pequeno; môço; besguêlho.

Ex: Este mecéco é mém’engraçado... Tã pequenéco e já sabe fazer tantas graças...

Meças (pedir)

p'dir meças (como em peça)

Competir; desafiar; estar à altura; ver quem tem razão; tirar temas.

Ex: Méme com aquela idade, em muntos serviços, inda pede meças a muntos môç's nôvos d' agora...

Mecê ou mecêa

m'cê ou m'cêa

Você; vossemecê;vomecêa;vancêa.

Ex: Nã fales assim, Zé, qu’isso é fêo – O qu’é que mecê tem com isso? É minha mãe?...

Mecéco

m'céc' (comc em eco)

Criança; mecinho; meçalho; môço pequeno; môço; besguêlho.

Ex: Este mecéco é mém’engraçado... Tã pequenéco e já sabe fazer tantas graças...

Mechas

mechas! (como em mel)

Porcaria; coisa sem préstimo; algo a que não se quer dar importância; bodega; prequêra.

Ex: 'Tô-me barimbando p'a essa mechas... Isso nã presta p'ra nada...

Mechas!

mechas! (como em mel)

Merda!

Ex: OIlha, mechas! Já me ‘tás a apequentar!...

Mecinho

m'cinh'

Criança; mecéco; meçalho; môço pequeno; môço; besguelho.

Ex: Ai que lindo mecinho qu’ele ‘tá!... Benzô Dés...

Mêcôrtilho

mêcôrtílh'

Medida cúbica correspondente a um oitavo de litro; oitavinho ou oitavo.

Ex: Venda-me lá aí um mêcôrtilho de vinho branco qu’é p’ra ê pôr no picado das minhas chôriças.

Mediana

m'diana

Bússola; relógio de sol baseado numa bússula.

Ex: Parente, com’é que vomecêa se dá orientado drento das minas? – A mediana é a melhor coisa.

Medo

med'

Fantasma; alma penada; alma do outro mundo; assombração; costurêra.

Ex: Des qu’além pre trás do Cerro da Zorra c’stumam par’cer medos. Ê nã passo além de nôte, nã...

Medo (meter um)

m´ter um med'

Assustar.

Ex: O qu' é que fazeste p' aí ô moço-pequeno qu' ele vinha ali a fugir que nem uma seta?... – Ora, descondi-me ali p' trás daquela sobrêra, q'ondo ele vinha ali munto bem descansado caminho adiante, meti-l'e um medo qu' ele até dé um salto...

Medo (panhar)

panhar med'

Assustar-se; apanhar medo.

Ex: Que jêto seres assim tã medrosa? De tudo panhas medo...

Mejanêra

m'jânêra

Forte vontade de urinar.

Ex: Ai, que grande mejanêra que tenho, que nã m’aguento... – Vai além atrás daquelas moitas...

Melhor dizendo

m'lhor d’zend'

Aliás; isto é.

Ex: Ontem... ó, melhor d´zendo, ontontem, fui à Vila, más achí aquilo munto morto. A bem d'zer nã 'tava ninguém em lado nenhum.

Melhor que pode ser e haver (o)

o m'lhor que pod' ser e haver

O melhor que há.

Ex: Pode levar à confiança qu' isto é do melhor que pode ser e haver....

Melosa

m'losa

Bebida alcoólica à base de aguardente de medronho e mel.

Ex: O qu' é que bebes, Zé? – S' haver, bebo uma melosa.

Mem rés

mém rés

Mil réis; equivalente a um escudo, ambas moedas antigas; meio cêntimo do euro; menrés.

Ex: No mê tempo, um homem ganhava oito, dez mem rés p'r dia, mái dava p'a munto má's qu' agora dez contos...

Méme ou mémo

mém' ou mémo

Mesmo.

Ex: O mémo se passou com-migo. Fui a Marmelete e nã comprí nada.

Méme ô queres

mém'ô quer's

A jeito; bem colocado; favorável; como desejado; a propósito; a calhar.

Ex: Vamos arrabolar esta pedra além p'ra baxo?... – Vá qu' ela 'tá méme ô queres. | Essa foi méme ô queres. Ele qu'ria gozo, panhô logo...

Menção

menção

Gesto; simulação; referência; comparação; amenção.

Ex: Inda bem ê cá nã fazia menção de m' amontar, já o raio do burro 'tava a andar...

Menos

men's

Excepto; tirando.

Ex: Sameaste muntas batatas empérias, este ano? – Men's aqueles dôs cantêr's além, as ôtras sã todas.

Menos de nada (em)

em men's d'nada

Rapidamente; num instante; num nadinha; nã tardando nada; nã tarda nada.

Ex: Dêxa que logo vás lá ôtr' dia. – Que jêto?... Em menes de nada ê vô lá e venho.

Menrés

mènrrés

Mil réis; equivalente a um escudo, ambas moedas antigas; meio cêntimo do euro; mem rés.

Ex: No mê tempo, um homem ganhava oito, dez menrés p'r dia, mái dava p'a munto má's qu' agora dez contos...

Mentão

mentão

Bezerro recém-nascido adquirido para ser amamentado por uma vaca com outra cria.

Ex: Chico, que lindo bezarrinho que tens aí!... – Foi um mentão qu'ê cá comprí no Odiáxar p'a dar a aqui a esta vaca. Isto dá lête que dava quái p'a más um...

Mente (ter em)

ter'em ment'

Ter intenção de; não esquecer; recordar.

Ex: Ó Tóino, nã t'esqueças de comprar uns checolatinhos p'a pôr no sapatinho dos môces pequenos, qu'amanhã é a nôte de Natal. – Nã tenhas medo qu'ê já tinha iss'em mente.

Menza

menza

Mesa.

Ex: Olha, calha bem! Senta-te aqui à menza qu'a gente vai c'mer uma buchazinha e tu comes tamém. – Sa senhora. Vim mém'a boa hora...

Mercas

mercas (como em mel)

Compras.

Ex: O qu'é que traz 'í, c'madre, que vem tã carregada? – Isto é umas mercazinhas qu'ê cá comprí em Marmelete, mái tive que vir a pé que já nã panhí a camineta.

Mérrolo

mérr'lu

Melro.

Ex: Béque-me vi poisar ali um pássaro escuro, saria algum noitibó? – Ele anda p'aqui um mérrolo que todas as nôtes se vem amalhar nesta nesprêra. Callhando é ele.

Mês da Festa

mês da festa

Dezembro.

Ex: Este ano quero ver se mato o mê pórco logo no mês da Festa. Despôs do Ano Bom tenho munta coisa p'ra fazer e ele tamém já vai 'tando com um belo peso.

Mês dos Santos

mês dos sant's

Novembro.

Ex: Prima, atã q'ond'é qu'a su filha espera ter a criar? – A gente nã sabe, prima. Há-de ser lá p'ô lado do Mês dos Santos. Más p'ô fim que p'ô prencípio.

Mestre

méstr'

Homem com um ofício tal como pedreiro, carpinteiro, ferrador, ferreiro, etc.; artista.

Ex: Esta j'nela já nã se dá fechado bem. – Tem que ch'mar o mestre Lúiço p'a arrenjá-la.

Mestura

m'stura

Acrescento de arroz, massa ou batatas que se põe nos jantares de feijão, grão ou milhos; mastura.

Ex: Ai, dêxa-me lá ir pôr a mestura no mê jantar, qu'os grans já hom-de 'tar quái cozidos... – Ó c'madre, nã s'empate por mim...

Mesura

m'sura

Garatuja; trejeito; gesto provocante ou hilariante; miéco; careta.

Ex: Aquele raio daquela moça pequena levou a missa toda fazendo mesuras qu'ê nã sê com'é qu'a mãe nã a mandou 'tar sossegada... Aquil'é uma falta de respêto, num lugar daqueles...

Metade de mêcôrtilho

m'tad' d'mêcôrtílh'

Medida correspondente a um dezasseis avos de litro.

Ex: Parente, q'ont'é que me levsaí por metade de mêcortilho d'aguardente? Tenho aqui um dente que nã me dêxa sossegar. – Pôs, isso nã há nada com-mo amèzinhá-lo logo com um coisinho dela...

Metediço

m't'diç'

Implicativo; provocador; interventivo.

Ex: O qu' é que tens de 'tar semp'e a meter com o moço? Nã tens mái nada que fazer?!... –Atã nã sabes já qu' ele um metediço do pior?!....

Meter conversa

m'ter conversa

Iniciar conversação.

Ex: Fui ali ôs Gralhos, meti conversa com um estapôr que p' ali 'tava, olha, foi até agora...

Meter-se com

m'ter-s' com

Troçar; gozar; brincar com; enganar; lograr; dirigir a palavra; dirigir-se a; fazer pouco; fazer cachamôrra; judear; arremedar; mangar; fazer arrenegas; caçoar; abusar; fazer porra; pôr-se com coisas; entrar com; enganifar; pegar com.

Ex: Nã te metas com-migo qu' ê vejo munto bem que 'tás a gozar...

Meter um medo

m´ter um med'

Assustar.

Ex: O qu' é que fazeste p' aí ô moço-pequeno qu' ele vinha ali a fugir que nem uma seta?... – Ora, descondi-me ali p' trás daquela sobrêra, q'ondo ele vinha ali munto bem descansado caminho adiante, meti-l'e um medo qu' ele até dé um salto...

Meu (o)

o meu

O meu marido.

Ex: Prima, atão semp'e vai à fêra d' Al'zur? - Vô-me. Já o meu me mandô arrenjar p' ali uma bucha p' à gente levar...

Mèzinha

mèzinha

Tratamento caseiro; virtude.

Ex: Ó Antóino, tu sabes tantas mèzinhas, o qu'é qu'ê faço p'a me curar destas friêras? Tenho os dedos que nã os aguento com com'chão. – Olhe, o melhor qu'há p'ra isso é os pòzinhos de Maio...  – Ah, mariola, 'inda 'tás a fazer cachamôrra de mim?!...

Miana

miana

Semente subterrânea da erva azeda, muito apreciada depois de assada; baga.

Ex: Mê pai, q'ondo cavar além o cantêro de cima, nã s'esqueça de g'ôrdar as mianas qu'é pr'á gente fazer um magusto.

Miéco

miéc' (como em meco)

Trejeito; garatuja; gesto provocante ou hilariante; mesura; careta.

Ex: Ó mãe, nã vês o mano só me 'tá a fazer miécos?!... Mand'ô lá 'tar queto!... – Olhem lá, portem-se lá ops dois bem senão temos a burra nas couves!...

Migalhêro

migalhêr'

Mealheiro.

Ex: Dêxa-me lá ver o tê migalhêro. Já tens aí munto dinhêrinho? – Olá... Gastí uma preção dele por a fêra de Monchique...

Milho encarnado ou incarnado

milh' incarnad'

Milho-rei.

Ex: Aquilo, q'ondo uma pessoa calha a dar com uma maçaroca de milho incarnado, é que é!... – Ora nãinques! Vá de dar abraços às moças todas...

Milhos

milh's

Designação do milho depois de cozinhado de forma tradicional: aferventado e cozido inteiro com uns bagos de feijão, batatas ou arroz e toucinho de porco como tempero; jantar de milhos.

Ex: Nã sê o que faça hoje pr'ô jantar... Se calhar vou fazer milhos.

Miminho

miminh'

Dedo mínimo.

Ex: Ai, munto me dói o mê dedo miminho!... Entalí-o ali no pestigo da porta, até vi 'strelas!...

Mimóira

mimóira

Memória.

Ex: Às vezes, ponhe-me a pensar e vêem-me coisas à mimóira de q'ondo ê era moçe pequeno.

Mimos

mim's

Algo muito apreciado que se guarda para alguém ou ocasião especial; guloseimas; bolos; doces; fruta temporã; hortejos para consumo doméstico; bejoarias.

Ex: Q'ondo os mês moces vêm à minha casa, tenho que ter sempre uns miminhos p'a eles levarem. Nem que seja uma filhòzinha ó coisa assim...

Minador

minador

Mineiro; usado no sentido de especialista em fazer minas para exploração de água.

Ex: Ontesdontem fui ô Forno Velho, encontrí aquele parente, como é qu'ele se chama... Um qu'era minador... –   Atã isso havera de o prim' Antóino...

Mingar

mingar

Diminuir; faltar; escassear; minguar.

Ex: Este V'rão tem fêto aí uma calmas qu'até a água ali da fonte já mingou um belo pôco. Com'isto vai nã sê se taremos água que chegue p'á regadura...

Míngua

míngu-a

Falta; necessidade; precisão; preciso.

Ex: Ó compad'e Zé, tenha pacência qu'ê 'inda nã m'alembrí de trazer o machado que vomecêa m'emprestou. – Nã faz mal, compadre. Ê tamém nã tenho tido míngua dele.

Minguar

mingu-ar

Ver mingar.

Minha (a)

a minha

A minha mulher.

Ex: Parente, atão semp'e vai à fêra d' Al'zur? - Vô-me. Já a minha 'tá p' ali arrenjando uma bucha p' à gente levar...

Minha Senhora

minha senhora

Professora.

Ex: A minha Senhora sabe ensinar tã bem!... Mái q'ondo se zanga pobre do que nã saiba a tabuada... Leva reguadas qu'até ferve...

Minhoca

m'nhoca

Pénis; pila; pingalhete; grila; coiso.

Ex: Tòininho, guarda a minhoca qu'as moças vêem isso e lavam-ta...

Minôco

minôc'

Pequena mina; furjaco.

Ex: Quem havera de d'zer q'um minôco destes tem água tod'ô ano... Mém'em anos de seca nunca s'acabou em todo...

Mintira e tudo (com)

com mintir'e tud'

Passe o exagero; exagerando; com exagero.

Ex: O mê pórco tem más de catorze arrobas... Com mintira e tudo. Más é um belo bicho. – Umas onze p'ra doze, nã digo nada...

Mintiras (pôr)

pôr mintiras

Mentir.

Ex: Olha lá!... Que jêto andares aía pôr mintiras a mê respêto? queres levar uns brunhos?!.. – Ê cá?! O qu' é qu' ê disse a tê respêto?!...

Miôlos

miôl's

Mioleira; cérebro; juízo; inteligência; tento; tino.

Ex: Munto gosto ê cá dos miôl's de pórco com ovos... | Nã sê o que faça a este moço, que nã tem concerto... – D'zer a verdade, nã tem méme miôlos...

Miroilas

mirôilas

Papas de milho; avélas; papas; galinha de bico amarelo; galinha à mó; xerém.

Ex: Hoje nem tenho vontade de comer. Já sê que tenho p'ali umas miroilas p'ô almoço...

Môço e môça

môç' e môça

Rapaz e rapariga; menino e menina.

Ex: Mãe, aquele moço baté-me!... Nã vês o qu'ele me fez aqui na canela... Até dêta sãingue!...

Môço-pequeno

môç'-p'quen'

Criança; mecinho; môço; mecéco; meçalho; besguêlho.

Ex: Este môço pequeno é mém'engraçado!... Diz coisas que parece que já é crescido.

Moda

moda

Cantiga; canção; música.

Ex: Ó Zé do Alto, toca lá'í uma moda daquelas boas p'á gente ôvir!... – Só toco se me pagarem um copo dela... dos grandes!...

Modas encabrestadas

modas encâbr'st'adas

Versos soltos; mistura de várias cantigas.

Ex: Nunca vi ninguém com tanto jêto p'a fazer versos como este homem. Num 'stante, faz aí umas modas encabrestadas qu'até dá gosto ouvir...

Mode

mod'

Por causa de; devido a; pelos vistos; a propósito de; pro jêto; p'lo jêto; premode; pre mode.

Ex: C'madre, vomecêa nã leve a mal, más ê vô-me já embora. – Mode quem? – Pre mode os mês moces pequenos que 'tã p'a lá sozinhos e ê tenho que l'ir fazer o jantar.

Modes

mod's

Atitudes; comportamento; precêto; manêras; dobrar a língua.

Ex: Mái que modes sã esses? Atã é assim que se fala com a mãe?...

Modôirra

m'dôirra

Preguiça; cansaço; sonolência; malandra; molenguice; molura.

Ex: Acabí de c'mer, f'quí nesta m'dôirra qu' até me cust'à alevantar daqui. Com tanto qu'ê tenho que fazer... Dêxa-me lá ir...

Moer pão

moer pão

Moer cereal; fazer farinha.

Ex: Dia de Espida, nã foste ô Barranco dos pisõs, nã viste lá o moinho a moer pão... – Com tanto qu' ê cá tinha que fazer, c'm' é que me podia safar daqui?!...

Moínha

moínha

Dor pouco intensa mas persistente; impressão; restos de palha fina que ficam na eira depois da debulha e carrégo.

Ex: Atã que tal vai isso, parente Antóino? – Pôco más ó menos, tenh'ido escapatóiro. Se nã fosse aqui esta moínha que me 'tá semp'apequentar... | Ê cá nã gosto nada de dormir na êra no mêo da palha. Aquela moínha faz-me tossir tod'à nôte.

Moio

môio

Medida cúbica correspondente a sessenta alqueires.

Ex: Olha qu' aquilo inda é uma bela herdade.... – Des que, nôtros tempos, chigavam a arrecolher lá nã q'ontos moios de milho...

Moiral

môirál

Pastor; guardador de gado.

Ex: Des qu'agora têm um moiral novo ali na Quinta, quem sará ele? – É béque-m'um assim mê aparvatado qu'eles trôxeram lá debaxo do Algarve.

Moiras (papas-)

papas-môiras

Papas de milho feitas no caldo da cozedura das morcelas.

Ex: Podem d'zer que papas-moiras é munto bom, mái cá p'ra mim sã munto gordurosas. Dã-me ãinsas. O ano passado exp'rimentí, até chamí p'lo grigóiro...

Moitanito

môitan'it'

Diminutivo de moitão.

Ex: O qu'é qu'a gente faz agora a estas batatas todas?... – Olha, põem-se todas aqui num moitão e despôs logo se carregam p'ra casa.

Moitão

môitão

Amontoado de fruta, batatas ou qualquer outra coisa; monte; pilha; montão.

Ex: O qu'é qu'a gente faz agora a estas batatas todas?... – Olha, põem-se todas aqui num moitão e despôs logo se carregam p'ra casa.

Mole (água)

água mol' ou áuga-mol'

Água imprópria para beber por não estar fresca.

Ex: Alcança-me lá aí o barril p'a ê beber uma sede d'água. – Más olha qu'ela 'tá mole qu'o barril panhô ali um coisinho de sol.

Moledo ou moledro

moled' ou moledr'

Penedo; penedro.

Ex: Já foste alguma vez ô Penedo do Buraco? – Ê cá nunca fui, más des qu'aquilo tem que ver. – Cala-t'aí!... Tem lá uns moledos qu'até mete medo...

Molejas

molêjas

Glândulas; besnegas.

Ex: Ó Ti Manel, tire logo aí as molejas do pórco qu'é p'às m'lheres irem fritando. A ver s'a gente com'isso 'inda entes do almoço com uma copada dum vinho casêro qu'ê tenh'ali qu'é uma 'specialidade...

Molengão ou molengo

m'lengão ou m'leng'

Lento; mole; preguiçoso; vagaroso; pachorrento; indolente; pandêrão; pandêro; malandro; lazêrento

Ex: G'ande molengão que me saíste!... P'a fazeres qualquer coisa levas o tempo todo!... Vê lá se te mexes, homem!...

Molenguice

m'lenguiç'

Preguiça.

Ex: Levas aí o dia entêro na molenguice e nã fazes nada... Isso já é uma vergonha, um moço da tu idade...

Molêro

m'lêr'

Pessoa que tem um moinho ou azenha onde moe cereais, transformando-os em farinha.

Ex: Nôt's tempos, vinha o molêro lá do Moinho de Cima b'scar aqui o trigo. Agora, já nã há nada disso. Até o moinho béque-me já 'tá a cair ôs pedaços...

Moléstia

m'léstia

Doença desconhecida.

Ex: Atã nã quer lá ver, morreram-m'os os coelhos quái todos dum dia pr'ô outro... Aquilo passou pre lá uma moléstia que nem dé tempo p'a nada... Tive qu'os enterrar e pronto.

Molhadura

m'lhadura

Molha.

Ex: Com um aguacêro daqueles, panhí uma molhadura que nã f'quí com fio inchuto...

Molhar o bico

m'lhar o bic'

Tomar uma bebida; beber.

Ex: Parente, venha daí com-migo ali à minha casa qu' ê cá tenho ali uma aguardentinha qu' é uma classe... – Calha bem qu' inda hoje nã molhí o bico...

Mólhe ou mólhes

mólh' ou mólh's

Enchidos feitos à base de farinha de milho ou arroz, bocados de carne, sangue de porco e diversas especiarias (morcelas de sangue, morcelas de farinha, bucho, etc).

Ex: Ê cá pelo-me por mólhe. Nã há nada qu'ê más goste qu'aquilo... E a minha mãe sabe fazer uns bem g'stosos...

Molim

m'lim

Molhelha; chumaço que se coloca no pescoço da besta para apoiar o varal do carro de besta sem magoar o animal.

Ex: Ti Manel, esse molim énovo, nã é? – Comprí-o, a semana passada, lá no Mestre Antóino Ferrador.

Molura

m'lura

Preguiça; cansaço; sonolência; malandra; molenguice; modôirra.

Ex: Acabí de c'mer, f'quí com uma molura qu'até me cust'à alevantar daqui. Com tanto qu'ê tenho que fazer... Dêxa-me lá ir...

Monchequêro

monch'quêr'

Originário de Monchique; monchiquense.

Ex: O qu'é qu'aquele monchequêro anda a fazer aqui no Alferce? S'ele se descuda 'inda leva aí um camaço... Nã 'le chegam as moças lá da Vila?...

Moncho

monch'

Banco constituído por um bocado de tronco de árvore ou placas redondas de corcha sobrepostas presas com cavilhas de madeira; animal bovino, caprino ou ovino sem cornos.

Ex: Este moncho s'é antigo!... Foi herança dos mês avozes. Ist'é qu'é madêra da boa... | Comprí uma cabra moncha no mercado, mái 'tô desconfiado com ela. Béque-me custa a ramoer...

Monco

monc'

Parte da crista do peru pendurada junto ao bico.

Ex: Gosto méme de ver um pirum com aquele monco bem encarnado todo inchado... Ás vezes, até se faz quái azul, q'ondo ele 'tá zangado...

Monco de pirum

monc' d'pirum

Espécie de planta de jardim que dá uma flor semelhante à crista do perú.

Ex: Ex: Há-des-m'arranjar uma poda daqueles moncos de pirum que tens além, fazendes favor. – Ó m'lher, lev'às que qu'seres...

Monelha (à)

à munêlha ou à m'nêlha

Modo de transporte de troncos de árvore (geralmente pinheiro, castanheiro ou eucalipto), por veredas e caminhos sinuosos e inclinados, que consistia em atá-los com uma corda em cada ponta as quais eram passadas pelo ombro de dois homens que, assim, efectuavam o transporte em suspensão; deturpação de molhelha, chumaço colocado no pescoço das bestas onde assentava o varal do carro de besta e, noutras regiões do país, almofada colocada na cabeça dos bois sobre a qual assentava a canga.

Ex: Os novos, agora, nã sabem dar valor ô qu'a vida custava. No mê tempo, tínhamos que carregar qualquer pau à monelha pesasse ele o que pesasse. Agora... é já tudo com trectores.

Mongariça

mongâríça

Urze; arbusto rasteiro.

Ex: O mês passado, arrenquí lá umas mongariças na Portela do Alqueve, já hão-de 'tar boas p'a quem-mar.

Monte

mont'

Colina; casa; moradia; morada; morada de casas; serro.

Ex: 'Inda nunca fui além ô bico daquele monte. – Qual? O Serro do Picos? | Há bem munto tempo que nã ia às Romêras, passí lá antontem, já 'tá lá más um monte de casas fêto. Nã sê de quem são.

Monte (estar ô)

'star ô mont'

Estar em casa.

Ex: Zé Manel, nã tens p'r lém umas sementinhas d' alfáiça que me dês p'a ê cá samear? – Tenho. Se quereres, podes ir b'scá-las logo amanhã qu' ê 'tô além ô monte tôdô dia

Monturêra ou monturo

monturêra ou montur'

Estrumeira.

Ex: Qualquer dia temos de carregar aquele esterco ali do  monturo p'ôs cantêros, entes que comece p'aí a chover e ele fique mái pesado.

Morada de casas

morada d'casas

Prédio; habitação; assentamento.

Ex: Que bela morada de casas qu'os parentes do Enxameador têm a gora lá!... Aquilo até parece que sã novas...

Morcela da banca

m'rcela da banca (como em ela)

Fezes deixadas em cima da banca pelo porco durante a agonia da morte.

Ex: Quem é que sigura aqui nesta mão do pórco? – Posso ser ê cá. – Nã, tu siguras no rabo qu'é p'a aprovêtares a morcela da banca... – Olá... A morcela da banca é p'ra ti!...

Morcela de farinha

m'rcela d'farinha (como em ela)

Farinheira.

Ex: Esta morcela de farinha, este ano, 'tá daqui!... que coisa tã boa... Vê-se logo quem foi a mestra qu'a fez...

Mordidela ou mordizada

murdidela(como em ela) ou murdizada

Dentada; tarrincadela.

Ex: Pus-me a brincar com o gato, más o sacanheta dé-me uma mordidela aqui neste dedo, 'tá-me a doer...

Morenda

murenda

Lanche; merenda.

Ex: Dêxa-me lá ir levar a morenda além ôs homens qu'eles têm cavado tod'à tarde e hõ-de 'tar com fome.

Mòrmente

mòrmént'

Principalmente; em especial; embora.

Ex: Zé Manel, 'tás todo pingando em suôr... – Ê sempre suí munto, mòrmente no V'rão nem se fala...

Morraça

murraça

Bebida alcoólica de péssima qualidade; produto de má qualidade; nevoeiro; cacimba; nuvrinha.

Ex: A gente bebia ali um calcezinho dela no Mestre Lúiço, más ele tem a venda fechada... A out'lado nã se pode ir qu'eles têm todos p'aí uma morraça que nã se dá bebido. | Désna de manhã que 'tá nisto, a cair esta morraça que nã dêxa uma pessoa fazer nada...

Morrão

murrão

Brasa pouco activa; tição.

Ex: Esta lenha de sobrêra tem que se tirar a corcha, senão o fogo nã dá labareda. Só faz estes morrons, parece que 'tá apagado.

Morrinha

murrinha

Epidemia; andaço.

Ex: A minha Maria, agora, tem tido pôca sorte com as galinhas. Dé-'le p'a lá uma morrinha, têm morrido quái todas.

Mortalha

murtalha

Pequena folha de papel para fazer cigarros enrolando o tabaco de onça; roupa que o defunto leva vestida para a sepultura.

Ex: Prima Celise, venda-me lá'í um livro de mortalhas dessas Tôro, fazendo favor.

Mortepórque

mort'pórq'

Matança do porco; matação.

Ex: Dêxí passar o Ano Bom e 'inda nã combiní a minha mortepórque. Q'ond'é que dará boa matação? – Sábado dá quarto. – Atã nã pode ser. Só p'ô outro.

Mortificação

murt'ficação

Canseira; esforço; trabalho.

Ex: Ó ti Maria, tem qu' olhar por si, qu' isso é uma grande mort'ficação p' à sua idade...

Mortificar-se

murt'ficar-s'

Esforçar-se; atormentar-se; penalizar-se; apequentar-se.

Ex: Uma pessoa leva uma vida entêra a se mortificar p'ra quem? Os filhos nã ligam coisíssema nenhuma a isto, vai-se tudo embora lá p'ô Baxo Algarve, aqui ficam os velhos, já sem posses, a ver tudo embalsado...

Mosca cavalar

môsca cavalar

Variedade de mosca, castanha e achatada, que vive, habitualmente, na parte interior dos membros posteriores das bestas, provocando-lhe grande incómodo. Voa, apenas, quando estritamente necessário.

Ex: O raio do burro nã 'tá queto nem um 'stante... – Atã vês a preção de moscas cavalares qu' ele tem ali...

Mosquito

m'squit'

Copo dos mais pequenos.

Ex: O qu' é que bebes, Tóino? – Vá lá aí um mosquitinho de madronho...

Môssa

môssa

Falha.

Ex: Este belindro tem levado tanta nicada que já 'tá chêo de môssas.

Môstro

môstr'

Mosto.

Ex: Esta vasilha tem um belo môstro, mas aquela nã 'tá grande coisa. 'Tá a dêxar ir um coisinho além naquela aduela. Vamos ver s'a gente dá tancado aquilo.

M't'ôbrigado m't'agradecido

m't'ôbrigad' m't'âgrâd'cid'

Muito obrigado; agradecimento; modo de mostrar um grande agradecimento.

Ex: Prima, tome lá uns q'ontos t'matinhos qu'ê sê que mecêa est' ano nã tem. – M'tôbrigada m't'agradecida, Noss' Senhor è que 'l' há-de pagar.

Muar

muar

Mula ou macho.

Ex: Isto p'a carregar cargas bem pesadas nã há nada como ter um muar. Méme um burro bom nã se compara...

Mula

mula

Animal híbrido, de carga, resultante do cruzamento dum burro com uma égua ou dum cavalo com uma burra.

Ex: O Ti Chico do Correpito quer vender a mula dele. Dá-me vontade 'la comprar.

Munto sê eu!...

munto sê eu!...

Não sei; sei lá!; sê cá!

Ex: Onde andará o tê irmão que nã no vejo désna de manhã. – Munto sê eu!... Anda pr' aí.

Murta

murta

Multa.

Ex: 'Ind'agora, se nã me safo tã depressa p'ra fora da 'strada, panhava ali uma murta. – Atã perquém? – Atã nã vinha ali a cavalo no mê burro, parece-me a Guarda lá diente e ê sem ter l'cença... Vá lá que voltí logo p'ô caminho do Vale e nã os dêxí chegar ô pé de mim.

Murtar

murtar

Multar.

Ex: Dêxa-me lá levar a carta, nã me vã eles p' aí murtar... – Inda ontem, atracaram ali o moço do Tóino, nã levava o capacete, foi méme à medida...

Email: refoias
©O Parente da Refóias
Última mexida: 11-Nov-2011

Site Meter