Serra de Monchique: Cerro dos Picos à esquerda, Fóia ao centro e Picota à esquerda
Glossário - Letra N
Vocábulo Pronúncia Significado Exemplo

Na camineta das duas (pernas)

na càminéta das duas

A pé; uns pôcos a pé ôtros andando; à pata.

Ex: Tenho que me despachar senã nã dô chigado a horas à missa... – Já nã dás panhado a carrêra... – Olha, vô na camineta das duas...

Na conta

na conta

Na melhor condição; na melhor altura; na hora H.

Ex: Maria, temos que panhar aquelas zêtonas qu' elas 'tã méme na conta.

Nã dar o tempo por mal empregue

nã dar'o temp' p'r mal empreg'

Valer a pena; não se arrepender.

Ex: Um conselho te dô ê cá. Vai lá que nã dás o tempo por mal empregue…

Nã dar orelha

nã dar'ôrelha

Não se sujeitar; não se submeter; não ceder.

Ex: Nã te metas com ele, qu' ele hoje nã dé orelha... 'Tá malino...

Nã demora nada ou nã demorando nada ou nã demorando

nã d'mora nada ou nã d'moránd' nada

Rapidamente; de repente; depressa; em menes de nada; num nadinha; nã tardando nada; nã tarda nada: nã tarda.

Ex: Tenho qu'abalar qu'isto nã tardando nada é de nôte e ê nã truxe alenterna.

Nã digo nada

nã dig' nada

Talvez; provavelmente.

Ex: Aquil' era pórco p'a ter umas doze arrobas ó más, dig'-l' eu! – Umas dez e mêa ó onze, nã digo nada, agora doze nã tinha, nã senhora.

Nã esperar fogo

nã 'sperar fog'

Actuar de imediato; não demorar; não exitar.

Ex: Inda mal ele nã tinha aberto a boca, ferrí-l'e logo com um soco naquela fúiça... – Punhana!... Nem esperaste fogo...

Nã estar capaz

nã 'tar capaz

Andar com o cio; estar mentruada; não ser virgem; andar de maré; andar com o janêro; ressair; estar ruim.

Ex: Sábado, qu'ria matar esta porca, mái atão agora nã 'tá capaz, tem que ficar p'a out'ocasião. – Atã ressaíu, a velhaca? – É verdade, parente.

Nã estar com más esta nem más aquela

nã 'tar com máz'esta nem máz'aquela

Sem mais nem menos; sem explicação; de imediato; repentinamente; sem más esta nem más aquela; tã penas; de chofre; de rompante; de ramotão; em menos de nada; num nadinha; sem más nem quem.

Ex: Ê cá atão nã 'tô com más esta nem más aquela. Q'ondo chega a minha conta, desando e pronto.

Nã estar munto certo

nã 'tar munto cert'

Ameaçar chuva; nã estar siguro.

Ex: Qu'ria ir à lenha, mái o tempo béque-me nã 'tá lá munto certo, logo vô amanhã, s' ele 'tver melhor.

Nã estar siguro

nã 'tar siguro

Ameaçar chover; nã estar munto certo.

Ex: Ist' irá chover? – O tempo nã 'tá nada siguro, nã senhora. É más cert' iss' qu' ôtra coisa.

Nã há opas p'a gaiatos

nã há opas p'a gaiat's

Assunto só de adultos.

Ex: O qu'é que foi, Zé Manel? Conta-me lá. – Ist'aqui nã há opas p'a gaiatos!... Vá lá brincar com os môces pequenos...

Nã haver nada de tempo

nã haver nada d'temp'

Agora mesmo; há pouco tempo; há bocado; inda agora.

Ex: Nã viste por 'í o Zé Manel? – Olha, nã há nada de tempo qu' ele aqui 'teve...

Na minha

na minha

Na minha rodada.

Ex: Tóino, o qu' é que bebes? Apr'vêta que 'tá na minha.

Nã prosar

nã pruzar

Enjoar.

Ex: Ê cá, cada vez que tenho d' ir na carrêra, é um castigo. Nã proso, começo logo a almariar.

Nã se dar lembido

nã se dar lembido

Perder o controlo; estar muito bêbado.

Ex: Ê cá, cada vez que tenho d' ir na carrêra, é um castigo. Nã proso, começo logo a almariar.

Nã sê, nã sê

nã sê nã sê...

Duvido.

Ex: Mái atã isto nunca mái virá p' aí uma gota de chuva?.... – Só s' o tempo rodar ali mái p' ô lado da mãe. E méme assim, nã sê, nã sê...

Nã senhora

nã s'nhôra

Não senhor.

Ex: Mái, mecêa inda nã me tinha dito isso... – Nã tinha, nã senhora!...

Nã tarda munto ou nã tardando munto

nã tarda munt' ou nã târdánd' munt'

Brevemente; daqui nada.

Ex: Nã tardando munto, ê venh' aí, ôtra vez, e daí, logo se conversa melhor..

Nã tarda nada ou nã tardando nada ou nã tardando

nã tarda nada ou n ã târdánd' nada

Rapidamente; de repente; depressa; em menes de nada; daquem nada; num nadinha; nã demorando nada; nã demora nada; nã demora.

Ex: Tenho qu'abalar qu'isto nã tardando nada é de nôte e ê nã truxe alenterna.

Nã ter dúvida

nã ter dúv'da

Nã haver problema; não haver azar; estar razoável.

Ex: C'madre, atã des qu' o compadre dé p'a lá uma queda. C'm'é qu' ele f'cô? – Olhe nã teve d'uv'da. Já anda p'r lá a governar a vida, graças a Dés.

Nã ter nada em ou nã ter nada im

nã ter nada em ou nã ter nada im

Possivelmente; provavelmente; talvez; calhando; se calhar.

Ex: O tempo 'tá-me cá com uma cara... – Nã tem em dêtar p' aí uma gotinha d' água...

Nada ou nadinha (um)

um nada ou um nâdínha

Um bocadinho; um pouquinho; quase nada; pôcachinho; um coisinho.

Ex: Ó prima, nã me despensa aí um nadinha de p'mentão qu'o mê acabô-se. 'Tô a fazer ali umas batatas de caldo e aquilo sem uma corzinha nem tem graça nenhuma. – Ó prima, tome lá, leve o que qu'ser...

Nadinha (num)

num nâdínha

Rapidamente; de repente; depressa; em menes de nada; nã tarda nada; nã tardando nada.

Ex: Vô-me ali, num nadinha, panhar umas alfacinhas p'à salada p'ô jantar, nã dêxes apagar o fogo qu'é p'às batatas nã ataloarem.

Nãinques!... (ora) ora nãinq's!... Ora bem!... Ex: Olha, já dizem p'aí qu'o Zé do Velado já fez um filho à môça. – Ora nãinques!... Aquilo nã custa nada e ela, calhando, tamém nã disse que não...

Nalgas

nalgas

Nádegas; ancas; cu; rabo; quartos; cadêras; fòfêro; quadris.

Ex: Se nã te portas bem, levas uns açoites nessas nalgas qu'ê logo te digo!...

Nalgum tempo

nalgum temp'

Antigamente; noutro tempo; noutros tempos.

Ex: Nalgum tempo, as coisas nã eram nada assim... Havia respêtinho... Agora, sim. Até as m'lheres já usam calças e andam de b'cicleta...

Naquilo

naquil'

Naquele momento; de repente; repentinamente; de chofre; de rompante.

Ex: Ia munto bem ali prêacima, naquilo, salta-m' um cão, panhí um medo...

Narcença

narcença

Nascimento, tumor; quisto; borbulha ou sinal saliente; nascença.

Ex: O mê parente tinha uma narcença, salvo seja, aqui e nã cudô naquilo a tempo e horas. Pobrezinho, agora 'tá naquela desgraça... E o dôtor dá pôcas esp'ranças...

Narcentão ou narcente

nârcentão ou nârcent'

Vento sueste, quente e abafado; nascente; narcentão.

Ex: Tal é este narcentão que 'tá'í hoje?... A gente nem dá tomado ar... – Ê cá nã me dô nada bem com este tempo. Até fic'almariado...

Nascença

nascença

Nascimento; tumor; quisto; borbulha ou sinal saliente; narcença.

Ex: O mê parente tinha uma nascença, salvo seja, aqui e nã cudô naquilo a tempo e horas. Pobrezinho, agora 'tá naquela desgraça... E o dôtor dá pôcas esp'ranças...

Nascentão ou nascente

nascentão ou nascent'

Vento sueste, quente e abafado; nascente; narcentão.

Ex: Tal é este nascentão que 'tá'í hoje?... A gente nem dá tomado ar... – Ê cá nã me dô nada bem com este tempo. Até fic'almariado...

Necessidades (fazer as)

fazer'as n'ç'ssidad's

Urinar; defecar; evacuar (geralmente ao ar livre, no campo, atrás de um arbusto); obrar; dar de corpo; fazer o serviço; governar-se; verter águas.

Ex: O qu'é qu'o Tóino Maria 'tá a fazer além pre trás daqueles fêtos? – Nã te metas com ele qu'o mecinho 'tá a fazer as necessidades.

Negar-se ô puxo

negar-s' ô pux'

Desistir; não colaborar; barimbar-se; marimbar-se; arrèlar; dêxar da mão.

Ex: Tóino, amanhã, semp'e vamos fazer o tal serviço que se combimô? – Atã, isso sabe-se!... Cá o Tóino nunca se nega ô puxo....

Nem pôco, nem munto, nem nada

nem pôc', nem munt', nem nada

Nada; absolutamente nada; coisíssema nenhuma.

Ex: Inda hoje nã fiz nada!… Tenho levado a manhã entêra p’a trás e p’à frente. É que nã fiz nem pôco, nem munto, nem mada...

Nem por isso

nem p'r'iss'

Não; não muito; não me parece.

Ex: Atã, parente, com'é que vai? Já 'tá um coisinho ó quém? – Ai, parente, nem por isso... 'Tô p'aqui 'inda munto ensacanado...

Nem que sés

nem q'sés

Nem sequer; nem tampôco.

Ex: Más atão o qu'é que ficaste a fazer em casa tod'ô dia? Nem que sés a cama fazeste?!...

Nem tampôco ou tampôco

nem tampôc'

Nem ao menos; nem sequer; ao menos; sequer; nem que sés .

Ex: Vês o moço pequeno há tant'ô tempo aí a chorar e nem tampôco 'le pegas um pôcachinho?!...

Nenço

nenç'

Néscio; inculto; iletrado.

Ex: Esta famila dos partidos só dizem é parvoêras... E só parêcem cá im béspras de votos.. – Diz-l' aí umas q'ontas das tuas... – 'Tás parvo?!... Um nenço c'm' ê cá nã dá conta deles...

Nesse entrementes ou nesse mê tempo

ness'entr'ment's ou ness' mê temp'

Entretanto; enquanto; durante; entrementes; enq'onto isso.

Ex: Ia ê cá andando ali p'o caminho da Ressilvêra, puxí fogo ô cigarro, neste entrementes, parece-me uma coisa escura à frente, v'reda cá vô eu!... G'ande cagaiço que panhí... Aquilo era de noita, às tantas...

Neste tempo

nêst' temp'

Nesta época do ano.

Ex: Anésp'ras, neste tempo? Isso já é má de s' encontrar alguma...

Nhôra?

nhôra?

Como?; diga lá?; não entendi.

Ex: Ó parente, mecêa, se nã s'emportasse, havera de m'emprestar aí uns qu'nhentos mem rés... – Nhôra? Ando com uma falta d'ôvido...

Nicada

nicada

Pancada.

Ex: Este belindro tem levado tanta nicada que já 'tá chêo de môssas.

Ninhêro

n'nhêr'

Ninho feito pela galinha para pôr os ovos, geralmente em lugar escondido; linhêro.

Ex: Já lombrigaste ond'é a qu'a galinha fez o n'nhêro? – Tenho andado de galga no ar atrás dela, más ainda nã dí com ele.

Nisto

nist'

De repente; nesse momento; repentinamente; de chofre; de rompante.

Ex: Ia munto bem ali prêacima, nisto, salta-m' um cão, panhí um medo...

No bom tratar

no bom tratar

Dentro do respeito; sem maldade; em relacionamento normal.

Ex: Que tal te dás ali com a tu vizinha ali de cima? – Nã é p'r nada, mái dô-me até munto bem com ela. No bom tartar, 'tá bom de ver...

No fim de contas ou no fim de resto

no fim d' contas ou no fim de rest'

Afinal; finalmente; ô fim; à última; ô fim de contas; vai-se a ver.

Ex: Corré-se a fêra toda duma ponta à ôtra, no fim de contas, nem nada que se comprô...

No tarde

no tard'

No final da época; tardiamente; serôdio; na parte final; sarôido.

Ex: Têm lá uma parrêra de coração de galo, tenho uvas até nã sê q'ondo... – Pôs isso já é uma uva que vem já no tarde e, pindurada, aguenta-se até ô mês da Festa, à vontade...

Nódoa negra ou nódoa roxa

nódoa negra ou nódoa roxa

Hematoma resultante de pancada ou encalhão; pisadura; matadura.

Ex: Ex: Olha bem p'a esse nódoa negra tens aí na canela da perna... Com'é que fazeste isso? – Fui ê qu'encalhí ali num pau que 'tava tapado com umas ervas e nã o vi...

Noiva

noiva

Pedra da lareira; pedra saliente na parede do lar; sempre-noiva.

Ex: Q'ondo se faz fogo, encosta-se a lenha aqui bem à noiva qu'é p'às brasas nã arrabolarem aí p'ô mê da casa...

Nonjo

nonj'

Nojo.

Ex: 'Ind'agora, andava aí um làrião em cimba desse moitão de batatas, par'cia um coelho... – Ai, que nonjo!... É um bicho qu'ê nã posso ver... Q'ond'é daqueles pequenas 'ind'é c'mo outro, agora aqueles larions com um rabo munto comprido... Bu!...

Nosso Senhor é que l' há-de pagar

noss's'nhor é q'l'á-d' pagar

Deus lhe pague.

Ex: Prima, tome lá uns popenit's, qu' ê que mecêa nã tem. – Ai, prima, m't' ôbrigado. Noss' Senhor é qu' l' há-d' pagar.

Nosso Senhor o acompanhe

noss's'nhor'o acompanh'

Saudação de partida.

Ex: Fique-se com Dés, parente. – Noss'Senhor o acompanhe.

Nota (uma)

uma nota

Cem escudos.

Ex: Dô-'le quinze notas por o pórco e bebemos já aí um porrete d'aguardente... – Ó Ti Marcelino, nã posso. Atã nã vê que dez notas já ê dí por ele há tant'ô tempo e leví a 'le dar milho e batatas doces até agora... Dê cá dezoito que fica munto bem servido...

Nôte

nôt'

Noite.

Ex: Ó Jôquim, vamos embora qu'isto, nã tarda nada, 'scurece. – Cá p'ra mim, andar de nôte ó de dia é a méma coisa. Sê bem o caminho e nã sou medroso...

Notiça

nutiça

Notícia.

Ex: O primo Antóino tem p'ali uma tel'fonia e ê, q'ondo calha, até gosto d'ôvir as notiças.

Nôtro tempo ou nôtros tempos

nôtr' temp' ou nôtr's temp's

Antigamente; nalgum tempo.

Ex: Nôtro tempo as coisas nã eram nada assim... Havia respêtinho... Agora, sim. Até as m'lheres já usam calças e andam de b'cicleta...

Novas

novas

Novidades; notícias; zum-zuns.

Ex: Que belas novas qu' ê cá tive inda agora... – Atão?... – O mê moço-pequeno passô de classe...

Novas (fazer-se de)

fazer-s' d' novas

Simular surpresa ou desconhecimento; fazer que não sabe; disfarçar; dar a entender; fazer crer; fazer que.

Ex: Atã, o tu mana Maria namora-se com o Tóino Zé?... – O qu' é que me dizes?!... – Nã de faças de novas qu' ê cá sê munto bem disso...

Novelo de côve

novel' de côv'

Repolho, habitualmente utilizado na confecção do cozido tradicional de Monchique; côve; côve branca; côve de novelo.

Ex: Agora, d’Inverno, é quái todas as nôtes côve p’à cêa.

Num nadinha

num nadinha

Rapidamente; de repente; depressa; em menes de nada; nã tarda nada; nã tardando nada.

Ex: Vô-me ali, num nadinha, panhar umas alfacinhas p'à salada p'ô jantar, nã dêxes apagar o fogo qu'é p'às batatas nã ataloarem.

Num ramôlho

num ramôlh'

Muito amachucado.

Ex: Q'ondo tu mexes aqui, vê-se quem foi. Fica a rôpa toda num ramôlho.

Numbre

numbr'

Número.

Ex: O moço-pequeno é méme esperto... Tã pequenalho e já sabe os numbres até dez....

Nunca

nunca

Não.

Ex: Fui a Marmelete, desqueci-me, nunca comprí o arroz qu' ê tinha preciso.

Nuvrinha

nuvrinha

Chuva miudinha; cacimba; morraça.

Ex: Pôs-s'esta nuvrinha o dia entêro, nã chove nada de jêto nem dêx'à gente governar a vida...

Nuvrinhar

nuvr'nhar

Cacimbar; chuver; chuveniscar; chuvenhiscar.

Ex: Nã t'alevantes ainda que tá nuvrinhar e nã dás fêto nada na fazenda. S'ele 'scampar, ê já te digo.

Email: refoias
©O Parente da Refóias (2005)
Última mexida: 22-Sep-2011

Site Meter