n
Serra de Monchique: Cerro dos Picos à esquerda, Fóia ao centro e Picota à esquerda
Glossário - Letra P
Vocábulo Pronúncia Significado Exemplo

Padiola ou paviola

pâdióla ou pâvióla

Utensílio de madeira para transporte de objectos pesados, geralmente pedras, constituído por dois varais, ligeiramente curvos, e três ou quatro travessas. Era suspenso nos braços de dois homens, um à frente outro atrás.

Ex: Tal foi o trabalho que dé fazerem este v'lado... É que pedras deste tamanho t'veram que ser carregadas todas à padiola... – E pre caminho ruim...

Padrão

padrão

Útero; recto; madre.

Ex: Esta vaca p'a parir é semp' um caso sério. O bicho ó tem o padrão descaíd' ó nã sê o quem, qu'é semp'e um enredo.

Padrão caído

padrã' caíd'

Hemorróidas.

Ex: Ó mana Chica, com' é que tem passado agora? Tem andado melhorzinha? – Olhe, ist' nã 'tá nada bom. Dá-me vergonha de d'zer, más agora até tenho o padrão caído.

Paga

paga

Recompensa; reconhecimento.

Ex: Uma pessoa faz o que pode p'r certa gente e apaga que tem é o que se vê... – Atã nã sabes qu' é, quái sempre, assim....

Paga (de)

d' paga

Pago; não gratuito.

Ex: Maria, semp'e se vai àquela coisa lá im baxo daquele treato do intrudo? – Olha, ê cá gostava, mái aquilo, p'ro jêto, é de paga... – E sará munto caro? – Sê cá?!...

Pagá-las

pagá-las

Ser castigado.

Ex: Dêx-ô lá. Desquece isso. – Nã qu'rias mái nada... Quem nas fás tem que pagá-las!...

Pagá-las (fazer)

fazé' pagá-las

Castigar; dar o arroz.

Ex: Ele rogô-l'e e féze-o pagá-las. Aquilo nã é moço de se ficar...

Pagela

pâgéla (como em ela)

Conjunto; quantidade; parcela; parte; pedaço; montante.

Ex: O fêjão já 'ta seco. O melhor qu'ê faço é gôrdá-lo na caxa grande. – Guard'-ô, más aparta logo uma pagela p'à semente.

Pagode

pâgód'

Alegria; algazarra; divertimento; diversão; alarido; folia.

Ex: D'mingo passado, ali nos Gralhos, ajuntô-se uma preção de malta, c'meçaram a empemcer uns com os ôtres, aquilo foi um pagode... Mái p'ô fim, vi jêtes daquilo dar em porradaria...

Pai-de-todos

pai d'tôd's

Dedo médio.

Ex: Tenho a unha do pai de tôd's encravada, grandes dores que me dá!...

Paisano

paisan'

Pai; chefe do clã (geralmente utilizado para animais).

Ex: Que belo coelho, aquele que 'tá além p'e trás do branco. – Aquele vô dêxá-lo p'a paisano qu'o ôt'o que tenho aí já 'tá munto velho.

Palaio

pâláio

Enchido tradicional feito com uma parte do intestino grosso do porco e os mesmos ingredientes das chouriças.

Ex: A minha mãe, Dés a tenha no céu, fazia cá um palaio qu'era d'aqui... – Per acaso, era munto jêtosa p'a fazer essas coisas.

Palear

paliar

Conversar; lambarear; falocar; charolar.

Ex: Já nã posso ouvir aquela mulher… Leva a palear o dia entêro… Nan’a dou calado…

Palêo

pâlêo

Conversa; lábia; palavreado; palheta; charola; lambarêo; groja.

Ex: Filha, nã te fies nele qu'ele tem munto palêo. Vê lá o que fazes... – Ó mãe, dêxe 'tar calada!...

Palheta

pâlhéta (como em corneta)

Conversa; lábia; palavreado; palêo; charola; lambarêo; groja.

Ex: Palheta nã te falta. Des que fazes isto, fazes aquilo, fazes aquelôtro, má' inda nunca te vi fazer nada... Andas aí é às tensas do tê pai...

Pàlito

pàlít'

Pequeno pau utilizado no jogo da malha ou pàlito que os jogadores tentavam derrubar com a malha ou chapa; bicho.

Ex: Enq'ont' as m'lheres nã fazem o jantar, se vocês qu'rerem, vamos jogar à chapa. Arranjem lá aí um pàlito.

Pampo

pamp'

Rebento bravo que nasce na base do tronco das árvores enxertadas; rebento tenro; mamão.

Ex: Dêx' às cbras por 'í um pôco qu'elas semp'e vã comendo esses pampos.

Pampoila

pampôila

Papoila.

Ex: Q'ondo chega a esta altura do ano, aquele cantêro ali fica semp'e que nem um jardim todo chêo de pampoilas.

Panasco

pânásc'

Pau ou ramo seco; lixo; trampalho.

Ex: Cudado que já caíu um panasco aí p'a drento do alguidar. Assim qu' acabares d'amassar, tap'-ô logo munto bem.

Panascos

pânásc's

Caruma do pinheiro; conjunto de folhas secas; folhiço; tôiça.

Ex: Traz o encino e arraspa ali aqueles panascos todos qu' aquilo é bom p'à cama do gado.

Pança

pança

Barriga; estômago; bazelga; bócha; bandulho; bucho; papo.

Ex: É pá! G’ande pança qu’este alarve tem!... – É alguma admiração? Come que nem um animal!...

Pancada

pancada

Queda; tombo; trambolhão; malhão; porro; porradão; bate-cu; cambalhota; estoiro; mangulada.

Ex: Ontem caí uma pancada das calêras abaxo, f’quí com um quarto todo negro...

Pancada ou tornêrada(regar de ou soltar o tãinque de)

r'gar ou soltar o tãinque d'pancada ou tornêrada

Regar com o tanque totalmente solto, isto é, não colocar qualquer tempradoiro no bitoque para que a água saia livremente; soltar o tãinque de pancada.

Ex: Ê gost' é de regar de pancada. Aquil' é um vê se t' avias. Em men's de nada, me despacho. – Pôs, pôs... e a água que se perde?... P' a nã falar dos quebradoiros... qu' a água leva a terra toda.

Pançada

pançada

Barrigada; belharcada; bazelgada; pelharcada.

Ex: Tenho uma pançada que nã me dô dobrado... Que belo jantar de milhes qu'ê c'mí...

Pançudo

pançud'

Barrigudo.

Ex: Além o Hitôr, nunca vi ninguém c'mer tanto. Por iss' 'tá pançudo daquela manêra...

Pandêrão ou pandêro

pandêrão ou pandêr'

Mole; indolente; lento; preguiçoso; pachorrento; molengão; molengo; malandro; lazêrento.

Ex: O Losna, tem munto corpo más béque-me nã o acho com g'ande força. Éh... Aquil' é um pandêrão, nã tem força nenhuma...

Panete (em)

em pânêt'

Com pouca roupa; em cação; de cu à vela; em pelote.

Ex: Ó m'lher, com um frio destes, vens aí em panete dessa manêra?... Põe um xalinho nas costa qu' inda te constipas.

Pangalhada

pangâlháda

Petisco; pândega; festim à base de comida; função; patuscada; comezana.

Ex: Panhí ali uns q'ontos pássaros, o melhor qu'a gente fazia era fazer uma pangalhada esta noite...

Panhar

panhar

Ouvir; perceber; entender; obter; apanhar.

Ex: Com um banzé destes, nã dô panhado nada do qu' eles 'tã p' ali a d'zer... – Nã é nada que s' apr'vête. Dêx' ôs da mão...

Panhar medo

panhar med'

Assustar-se; apanhar medo.

Ex: Fiz-te panhar agora um medo que tu nã 'tavas à espera... Ê tamém nã sê o que tenho que panho medo pre tudo e pre nada.

Panhar um veneno

panhar'um v'nenn'

Irritar-se; enervar-se.

Ex: Mái que g'ande veneno que panhí ali agora!... Atã nã 'tavam as galinhas todas ali puladas nas côves...

Panito

pânít'

Diminutivo de pão.

Ex: Nã te vás inda embora qu'ê 'tô quái a tirar o pã do forno e levas aqui um panito quentinho p'a fazeres uma tiborna.

Pano de ancas

pann' d'ancas

Pano usado em dias festivos para alindar o aparelho das bestas.

Ex: Olha lá que lido pano dáncas qu'a prima Rita leva além no burro dela. Met' ôbrigado... Se t'vesse d'nhêro com-m' ela tamém podia ter um assim.

Pantanas (de)

d'pantanas

Caído; de pernas para o ar; desarrumado; desfeito; desmanchado; estramalhado; espatarrado; espaldêrado.

Ex: Enq'onto nã puseste isso tudo de pantanas nã descansaste. Agora arruma tudo ôtra vez, vá!...

Pão às secas

pã às secas

Pão sem conduto.

Ex: Q'ond' ê era pequena, c'mia-se pã às secas. S' havesse... Que muntas vezes só se tinha p'ali um inhame cozido ó coisa assim... –Naquele tempo é qu' era miséria... Nem me quero alembrar.

Pão branco

pã branc'

Pão feito do da farinha de trigo.

Ex: O pã branco é bom, más ê gosto munto tamém dum panito de rolão molinho... De rolão nã gosto munto. Vá de toda a farinha...

Pão-de-galinha

pã'd'galinha

Larva  de cor branca que se desenvolve no interior da terra bem estrumada. Há uma variedade de grandes dimensões que vive nas borras resultantes da destilação do medronho e em troncos de árvore semi-apodrecidos; bicho barril.

Ex: Mái munto pã de galinha há aqui neste cantêro!... Désna que comecí a cavar já vi mái de vinte...

Pão-de-rolão

pã'-d'-rulão

Pão negro feito do rolão, parte fibrosa da farinha de trigo depois de retirado o farelo e o .

Ex: Pão-de-rolão p'a mim só se for com torresmos. Isso qu'ê aprecêo.

Pão de toda a farinha

pã' d'tod'à farinha

Pão integral, feito da farinha de trigo integral a que apenas foram retirados os farelos.

Ex: Des qu' o pã de toda a farinha é o melhor p'à saúde. E até é um pã que se gasta bem... Sendo bem fêto e bem cozidinho...

Papada

pâpáda

Parte do porco, muito apreciada, correspondente à zona inferior do pescoço.

Ex: Prima, nã se vá embora sem levar aqui um coisinho de papada p'a mecê pôr na côve. Sã as provas da minha mortepórque. Ai, prima nã enc'mode com-migo qu' isso nã vale a pena.

Papas

papas

Papas de farinha de milho ou, mais raramente, de trigo. Podiam ser cozinhadas simples, com tomates ou com couve verde picada. Depois de cozidas, podia-lhes ser acrescentado leite, açúcar, sardinhas salgadas assadas no borralho, etc; galinha-de-bico-amarelo; galinha-à-mó; xerém; avélas; papas-moiras; papas-soltêras.

Ex: Nã gostas de papas?... Exp'rimenta a comê-las à mê-nôte, em jejum, que logo vês se nã gostas... | Ê cá, papas com barbigõs ou coisa assim, inda vá q’nã vá, agora soltêras nem a dente quêxal...

Papas-moiras

papas-môiras

Papas de milho feitas no caldo da cozedura das morcelas.

Ex: Podem d'zer que papas-moiras é munto bom, mái cá p'ra mim sã munto gordurosas. Dã-me ãinsas. O ano passado exp'rimentí, até chamí p'lo grigóiro...

Papas-soltêras

papas-sòltêras

Papas de milho simples sem qualquer mistura; galinha-de-bico-amarelo; galinha-à-mó; xerém; avélas; papas-moiras.

Ex: Hoje temos que c'mer méme papas-soltêras ô jantar qu'ê nã tive tempo de fazer mái nada. – Atã nã l'e punhas aí um coisinho de chôriça que semp'e se c'miam melhor...

Papel

papel

Má figura; mau comportamento.

Ex: Fernandinho, nunca más me faças um papel daqueles com' fazeste hoje lá missa senã ê dô-te uns açoites... Ê bem t' aviso...

Papelêro

pâp'lêr'

Fingido; mentiroso; aldrabão; roncêro; rancêro.

Ex: Agora nã te posso dar más p'as batatas, qu'elas 'tão más de vender... – Grande papelêro que me saíste!... Atã pensas qu'ê nã sê qu' as andam aí a comprar pre más cinco destõs?...

Papo

pap'

Pescoço; garganta; estômago; barriga; goélas; bucho; bazelga; bócha; bandulho.

Ex: Descuida-te, qu’ele aperta-te o papo... Olá, tenho tanto medo disso com' nada...

Par (em)

em par

A par; na frente; na direcção.

Ex: Nã vê ond'ele 'tá além daquele lado? Em par daquele calitro grósso. Ah, já 'tô a vê-lo, sa senhora.

Parcial

pârciál

Popular; sociável; que não faz distinções.

Ex: Vamos, Manel, qu'ele dá lá uns calcezinhos à gente. Aquilo é môce que nã se chatêa d'a gente parcer lá sem ele 'tar à espera. Ê sê qu'ele é parcial, mái, méme assim, tenho vergonha.

Parcer

pârcér

Aparecer; assumar.

Ex: Nã 'tará ninguém em casa? – Nã sê. Más, ind' agora parcé' aí famila ô pestigo, qu'ê 'tava além adiante e vi.

Parcer-se mal

pârcér-s'

Ofender-se; aborrecer-se; discordar.

Ex: Tóino, ná te parêça mal, mái tu nunca pagas um copinho ôs amigos...

Paréceque

pâréç'q'

Consta; diz-se; dizem; béque-me.

Ex: Inda há uma camineta p'ô Marmelete às dez horas? – Paréceque já dêxaram de fazer essa carrêra. Des que nunca levava ninguém.

Paredes mêas

parêd'ch mêas

Encostado; junto; próximo.

Ex: Nã me digas que nã sebes adonde eles moram?!... – Nã sê, não!... – Atão moram logo paredes mêas lá com aqueles parentes da R'bêra Curta...

Parêdinha (jogo da)

jôg' da pârêdínha

Jogo em que cada contendente atira a marca contra uma parede de forma que esta se imobilize a menos de um palmo da do adversário, ganhando-a, se assim acontecer; também designado por jogo da marca .

Ex: Raio dos moços, agora andam só com a moda do jogo da parêdinha, nã há botons que s’aguentem…

Parelha

pârêlha

Conjunto de duas bestas da mesma envergadura.

Ex: Parelhas com' esta já é má de s' encontrar. Sã duas bestas méme fêtas uma p'à ôtra... – Elas sã bonitas, má ê nã l'e posso pagar esse preço. Tem que tirar cinco notas ô que me pediu.

Parente

pârént'

Forma de designar qualquer pessoa com laços familiares, ainda que muito afastados. Em Vila Nova de Portimão, ainda hoje, nos apelidam, depreciativamente, de parentes.

Ex: Dentre esta famila que 'tá aqui, e som´s inda bem muntos, nã 'tá nenhum que nã seja nosso parente.

Parrêra

parrêra

Videira.

Ex: Com tanta parrêra que tenho e, este ano, nã dô fêto uma pinga de vinha, veja lá vomecêa... Nã tratí delas a devido tempo...

Parte

part'

Ocorrência; acontecimento; história; facto; partida; peripécia; passaja; passo; travessura; belhareta; belareta; piléria; judêría.

Ex: Uma ocasião, dé-se uma parte aqui méme neste sito que quem nã viu até cust' à acreditar. Pre casa dumas temas, um homem matô ôtro.

Partes ou partes baxas

part's ou part's baxas

Testículos; órgãos genitais do macho e da fêmea; vergalhêra; partes baxas; alforges; vergonhas.

Ex: Aquil' é um velhaco. Q'ond'o ôtro, probezinho, 'tava descuidado, assentô-l'e um pontapé, salvo seja, aqui nas partes qu'ele caí logo redondo.

Partes baxas

 

Testículos; órgãos genitais do homem; vergalhêra; partes; alforges; vergonhas.

Ex: Mái atã o parente Zé teve que' ir p´ô hospital? – E já foi operado. – Ô quem? – Des que foi, salvo seja, às partes baxas. Que tinha p'a lá uma nascença...

Partilha

partilha

Linha divisória entre duas propriedades; extrema.

Ex: Aquela sobrêra pertence cá. Nã vê qu'a partilha passa do lado de cimba. Ponha-se lá aqui em par do marco. – Tem rezão, sa senhora, vendo bem, é com-mo o parente diz.

Partilhas (fazer ou dar)

fazer ou dar partilhas

Proceder à divisão e atribuição dos bens de uma herança a cada um dos herdeiros.

Ex: Mái atão há q'onto tempo qu'o pai morreu e eles inda nã fazeram partilhas?... – Eh'q. Aquilo vale pôco e eles sã muntos. Cada um 'tá pre sê lado. Nunca más aquilo é fêto, dig'-l' eu...

Partir a pêa

partir a pêa

Exceder-se; comportar-se para além do aceitável; portar-se mal

Ex: Esta moçada nova, em bebendo uma pinguinha, partem logo a pêa...

Parvidade

pârvidád'

Parvoíce; parvoêra; patochada; alarvidade; alarvêrice; bruteza; brut'lidade; risca o três que ganhaste.

Ex: Ê vô-me a ele e dô-l'e uma tuna, parto-l'e aqueles ossos todos!... – Que g'ande parvidade que 'tás p'aí a d'zer. Nã l'e ligues e dêx'-ô, qu'é o melhor que tu fazes.

Parvo (estar)

'tar parv'

Estar admirado.

Ex: ‘Tô parvo com isto. Há uma preção de dias qu' o astro 'tá toldado e nunca mái chove…

Parvoêra

pârvuêra

Parvoíce; asneira; loucura; parvidade; patochada; patacoada; alarvidade; alarvêrice; bruteza; brut'lidade; risca o três que ganhaste.

Ex: 'Tás cada vez pior. Só dizes parvoêras. Tem juízo.

Pásnas tantas (a)

a pásnas tantas

A certa altura; daqui a pouco; não tarda nada.

Ex: Uma ocasião fui à inaguraçã da barraja do Odeáxare, tinha ê sete anos. 'Tava lá tanta gente ó tã pôca qu'ê cá, a pásnas tantas, perdi-me dos mês pás. Tamém nã me chatií. Fui conhecer aquilo tudo e já 'tava fêto p'a abalar a caminho de casa, q'ondo, naquilo, os encontrí.

Paspalhão ou paspalho

pâspâlhão ou pâspálh'

Palerma; barredoiro; trôxa; basbana; engònhado; atado; saganheta; emparvoado; aventêsma.

Ex: O qu' é qu' aquele 'tá além a olhar p'à gente com cara de paspalho? O qu' é que foi? Queres alguma coisa?... – Dêx' ô môç'. Nã vês qu' ele é méme assim...

Passado

passad'

Quase em passa; muito maduro; passento.

Ex: Gosto munto desta q'ôliddade d' amêxas, mái estas aqui já 'tão um coisinho passadas. - Pôs, isto tem fêto umas soàlhêras qu' a fruta, im menes de nada, fica nisto....

Passaja

passaja

Ocorrência; acontecimento; facto; desmaio; ataque; peripécia; parte; passo.

Ex: Olha-me bem p'a esta passaja que se dé com-migo, no mercado de Monchique. Comprí uma b'zerra ratina a um f'lano lá dos lados da R'bêra Grande, p'r vinte notas. Tinha-l'a acabado de pagar, parece ôtro, qu'ê nã sê quem era, a olhar munto p'ô bicho... P'a encurtar de razõs, vendi-l'a, log' ali p'r mái cinco notas...

Passar

passar

Esquecer; não se aperceber; desculpar; desvalorizar; não dar importância.

Ex: Já viste bem aqueles desenhos das paredes da Igreja de Marmelete? Tem lá as Tábuas da Lê e tudo. – Olha, fui à missa no Domingo e isso passô-me. Nã repàirí.

Passar a mão p'lo pelo

passar a mã p'lo pelo

Lisonjear; bajular; acalmar; dar os améns; tirar por.

Ex: O estapor do Manel 'tá que nã dá orelha... – Passa-l'e a mã p'lo pelo qu' aquilo passa-l'e...

Passar adiante

passar adiant'

Esquecer; desculpar; desvalorizar; não dar importância; largar da mão; dêxar da mão.

Ex: Nã te infezes com isso qu' isso nã tem emportãinça nenhuma... – Já, ontordia, ele fez o que fez e a coisa passô adiante... Agora, ôtra vez, é que nã pode ser...

Passar rastêras

passar rastêras

Rasteirar.

Ex: Nã me passes rastêras qu'ê sê cair... – Já tenho soidades de jogar ô estravanca. É uma coisa que béque-me já passô...

Pássara ou passarinha

páss'ra ou pâssârínha

Vulva; órgão sexual da mulher; chocha, rola; tianica.

Ex: Tóino, já olhaste bem p'às pernas daquela moça? – Tó, raio, s'é cabeluda!... – O que fará na passarinha...

Passarinho

passarinh'

Dedo anelar.

Ex: Tenho a unha do dedo passarinho encravada, grandes dores que me dá!...

Passento

passent'

Quase em passa; muito maduro; passado.

Ex: Gosto munto de figos, mái estes aqui já 'tão um coisinho passentos. - Pôs, isto tem fêto umas soàlhêras qu' a fruta, im menes de nada, fica nisto....

Passo

pass'

Ocorrência; acontecimento; facto; desmaio; ataque; peripécia; parte; passaja.

Ex: Olha-me bem p'a esta passo que se dé com-migo, no mercado de Monchique. Comprí uma b'zerra ratina a um f'lano lá dos lados da R'bêra Grande, p'r vinte notas. Tinha-l'a acabado de pagar, parece ôtro, qu'ê nã sê quem era, a olhar munto p'ô bicho... P'a encurtar de razõs, vendi-l'a, log' ali p'r mái cinco notas...

Pastelêrice

past'lêríss'

Lisonja; fingimento; adulação; engraxamento.

Ex: Bem sabes qu' ê cá semp'e fui munto tê amigo... – Nã me venhas cá com pastelêrices, qu' ê nã gosto nada disso!...

Pastelêro

pâst'lêr'

Engraxador; lambe-botas; roncêro; rancêro.

Ex: Bem sabes qu' ê cá semp'e fui munto tê amigo... – Grande pastelêro. Atã só nestas alturas é que t' alembras disso?...

Pataca

pâtáca

Porta-moedas; carteira.

Ex: Pede lá aí qualquer coisa p'a boberes, qu' ê inda sô capaz de ter p' aqui uns destanitos na minha pataca.

Patacoada

pâtâcuáda

Disparate; asneira; erro; parvidade; parvoêra; patochada; alarvidade; alarvêrice; brut'lidade; bruteza; risca o três que ganhaste.

Ex: Atã essa Mar' Ináiça nã casô com um diab além do Chilrão? – Tal foi essa patacoada... Atã ela nunca se chegô a casar. Inda namorô foi um ali dos lados dos Casás.

Pataludo

pâtâlúd'

Com pés grandes; que anda de forma esquisita.

Ex: Mái g'andes botas qu'o Manel do Pontalinho usa. Aquilo parece umas alcôfas... – Ele já em pequeno era pataludo. Até andava de perna aberta...

Patamêro

pâtâmêr'

Lamaçal; charco; lavajo; lamatêro; atolêro; choça.

Ex: Com o que tem chovido, custa-se a passar ali à Brèjêra. 'Tá o caminho todo num patamêro.

Patear

patear

Espezinhar; pisar; morrer; esticar o pernil; dar o pêdo mestro; bater a bota; quinar; levar sumiço; ir ô ar; dar o carepo; pifrar.

Ex: Meninos, nã andem aí a patear que dã cabo da sementêra toda.

Patochada

pâtucháda

Disparate; asneira; erro; parvidade; parvoêra; patacoada; alarvidade; alarvêrice; brut'lidade; bruteza; risca o três que ganhaste.

Ex: Atã essa Mar' Ináiça nã casô com um diab além do Chilrão? – Tal foi essa patochada... Atã ela nunca se chegô a casar. Inda namorô foi um ali dos lados dos Casás.

Patuscada

pât'scáda

Petisco; pândega; festim à base de comida; função; comezana; pangalhada.

Ex: Em ê panhando aí más uns q'ontos pássaros e qu'a gente arrenge aí um vagarinho, logo se faz uma patuscada os dôs. E más um amigo qu'a gente s'alembre.

Pavêa

pavêa

Gavela; mantulho; pequeno molho de cereal acabado de ceifar, geralmente em quantidade que a mão do ceifeiro podia abarcar, no qual era dada uma laçada com a própria palha.

Ex: Vê lá se dás abarcado uma pavêa destas com a tu mão... – Alguma vez?!... Atã nã vez a minha mão ô pé da tua.

Paviola

paviola

Ver padiola.

Pàxão

pàxão

Pena; desgosto; tristeza; mágoa; dor; infelicidade; sofrimento.

Ex: Cale-se aí, prima! Des qu’ela teve uma pàxão tã grande ó tã pequena que nã come nada désna desse dia!...

Pàzada

pàzáda

Conteúdo de uma pá; paulada; tarôcada; bordanada.

Ex: Nã ôves, põe aí más uma pàzada d'arêa qu' isso tem munta cal. – E despôs a massa nã ficará fraca? – P'ô que é, fica boa.

Pata posterior dos quadrúpedes.

Ex: O mê burro saltô-l'e uma ferradura dum pé, agora tenho qu' ir a Marmelete com ele ô ferrador, qu' o bicho nã pode andar assim.

Pêa

pêa

Peia; prisão constituída por uma corda que prende as patas traseira e dianteira do mesmo lado do animal, dificultando-lhe a deslocação não podendo, assim, afastar-se muito do local de pastagem.

Ex: Esta cabra s'ê nã l'e t'vesse posto uma pêa, já me tinha carregado com as ôtras nã sê pr'adonde. Isto põe-s'a andar nunca mái para...

Peça

peça

Medida de peso correspondente a duas arrobas de figos secos.

Ex: Fui ô Algarve levar um cravanito, comprí duas peças de figos, já 'tô governado p' ô ano todo...

Pechum

p'chum

Cheiro a peixe podre; fadôr; chêrum; má-chêro; fedorum; pexum.

Ex: Bu!... Que fedor a pexum!... – Fui ê cá que pus ali as cabeças do pêxe p'ôs gatos e eles nã as c'meram todas.

Pecilga ou pecilgo

p'cilga ou p'cilg'

Curral dos porcos.

Ex: Maria, esta manhã tens que ser tu a regar a pôça qu'ê tenh' qu' alimpar a pecilga dos porcos e pôr cama nova.

Pedalêra

p'dâlêra

Bicicleta a pedal.

Ex: S'ê cá sabesse andar, calhando, tamém comprava uma pedalêra. – Atã nã vês qu'isto nã custa nada. Ê, em três ô quatro dias, aprendi.

Pedir meças

p'dir meças

Competir; desafiar; rivalizar; estar à altura; ver quem tem razão; tirar temas.

Ex: Méme com aquela idade, em muntos serviços, inda pede meças a muntos môç's nôvos d' agora...

Pedrês

p'drés

Com pequenas manchas pretas e brancas; termo utilizado geralmente em relação à cor das galinhas.

Ex: Ó, prima, adonde é que vomecêa arranjô estas galinhas pedrezes? Sã méme engraçadas. – Foi uns ovos qu'ê dêtí, qu'a ti Mari T'mé me trôxe, e saíram-m' assim.

Péga

péga (como em adega)

Cabo ou asa de qualquer utensílio; justificação; desculpa; agarra.

Ex: Traz-me lá aí esse tachinho que 'tá ô fogo. – Atã isto nã tem pega nenhuma, queres qu'ê me quem-me?... – 'Tá aí esse trapo. | Com-m' é que vás entrar com ele se nã tens pega nenhuma? – Ê logo descubro qualquer coisa p'a d'zer.

Péga!

péga! (como em adega)

Toma!

Ex: Ó mãe, tenho fome. – A cêa 'tá quái fêta. Mái se queres um coisinho de pão, péga lá!

Pegadiço

p'gâdíç'

Contagioso; apegadiço.

Ex: A famila anda p'aí quái tudo doente. Nã sê qu´andaço é este. – Des qu'é um mal munto pegadiço. Calhando, é ôt'a pnêmónica.

Pegado

p'gad'

Zangado; enrèxado.

Ex: Estes môces nã podem 'tar ô pé um do ôtro, 'tâ logo pegados. Calem-se p'aí, raios!...

Peganhento

p'ganhent'

Pegajoso.

Ex: Nã queres aqui um coisinho de diospiro. 'Tá bem madurinho? – Ê dá-me nonjo disso, tudo peganhento... Sê cá o qu'é qu'isso parêce... Bu!...

Pegar

p'gar

Ferir a pele por atrito; provocar roedura; contagiar; infestar; criar raízes; brotar; medrar; plantar ou enxertar uma planta e ser bem sucedido; apreciar; gostar de algo para comer; implicar; embirrar.

Ex: Este sapato 'tá-m'a pegar aqui num artelho. Olha, já me fez uma roedura. E agora com-m'é qu'ê dô id' a Marmelete a pé?...

Pegar com

p'gar com

Troçar; gozar; brincar com; enganar; lograr; dirigir a palavra; dirigir-se a; fazer pouco; fazer cachamôrra; judiar; arremedar; mangar; fazer arrenegas; caçoar; abusar; fazer porra; pôr-se com coisas; entrar com; enganifar; meter-se.

Ex: Nã te metas com-migo qu' ê vejo munto bem que 'tás a gozar...

Pegar em si

p'gar'em si

Decidir-se; tomar uma iniciativa; ôpor-se; resolver-se; dar ordes.

Ex: 'Tás ma chatear, peg’ em mim, vou-me embora...

Pegar-se

p'gar-s'

Travar-se de razões; discutir; implicar; contagiar; enfelpar-se; impinar os barretes; empinar os barretes.

Ex: Raio dos môces, 'tavam aqui tã bem, de repente, pegaram-se, foi um desalvôro.

Pégo

pég' (como em mel)

Pequena lago formado, naturalmente, numa ribeira.

Ex: Zé, o qu'é que trazes aí nesse balde? – Três iróses que sã uma categoria. Inda 'tã vivas. Panhí-as além num pego pre baxo da quinta do rato.

Pelar

p'lar

Descascar; desbrugar; despelar; esbrugar.

Ex: Palinha, ajuda-me lá aqui a pelar umas batatinhas p'ô almoço qu' isto sã quái horas das pôr ô fogo. – Õi, munto m' aborrece...

Pelar-se

p'lar-s'

Esforçar-se muito; dar o seu melhor; recear; ter medo.

Ex: Nem que te peles, a pulso, nã dás subido a esse p'nhêro...

Pelar-se por

p'lar-s' p'r

Adorar; gostar muito; desejar muito; perder-se por.

Ex: Queres umas amêxinhas de santa-rosa? – Ora, se quero... Ê pelo-me per essa q'ôlidade d' amêxas...

Pele

pel'

Carta sem valor para efeitos de pontuação, no jogo dos três-setes (quatro, cinco, seis e sete).

Ex: O mê parcêro, im vez de me dar um ás ó uma figura, dá-me é peles... – O qu' é que quer qu' ê l'e faça, nã posso jogar d' ôtra manêra...

Pelengana

p'lengana

Tigela grande; tijala; malga; alguidar.

Ex: Ond' é qu'ê ponhe esta carne picada, c'madre? – Ponha aqui méme nesta pelengana qu'ê já arranj' um alguidar maior.

Pelharcada

p'lharcada

Grande quantidade; fartura; barrigada; belharcada; bazelgada; pançada.

Ex: Grande belharcada de fêjão com couve qu’ê comi ô jantar!... Até 'tô aqui a rotar!...

Pelhega

p'lhêga

Bebedeira; manta; talega.

Ex:Tal foi aquela pelhega que panhaste a nôite passada... – Olá... 'Tava quentinho... – 'Tavas quentinho, 'tavas. Nem te sustinhas de pé.

Pelhêra

p'lhêra

Nicho escavado na parede para servir de prateleira.

Ex: Omd' é que 'tão os forfes p' acender o fogo? – Hõ-de 'tar aí na pelhêra, qu'é o sito deles.

Pelhêranca

p'lhêranca

Pele flácida; badana; pendurico.

Ex: Ai, mana Agusta, já 'tô bem munto velha. Tal é estas pelharancas qu'ê tenh' aqui, já...

Pelo jêto

p’lo jêt'

Pelos vistos; provavelmente; aparentemente; possivelmente; pro jêto; pre mode.

Ex: Sará qu'eles semp'e vão alcatroar a estrada até Marmelete? – P´lo jêto, des que sim. Más ê cá só acredito vendo...

Peloiro

p'lôir'

Espécie de bala, feita de cortiça, utilizada num brinquedo feito do tronco de sabugueiro ou cana; eram introduzidos dois peloiros húmidos, um em cada ponta do canudo, seguidamente empurrava-se vigorosamente um deles com um êmbolo de pau, saindo o outro disparado à pressão acompanhado de um estalido.

Ex: Mái atã que rolhecas sã essas que 'tás p'aí a fazer? – Ist' sã peloiros p' atacar esta espingarda de sabuguêro. Já vês os barranos qu' isto dá...

Pelote (em)

em p'lot'

Nu; em cação; de cu à vela; em panete.

Ex: Ó filho, nã andes aí em pelote que podes panhar uma constipação. E é uma vergonha.

Pementão

p'mentão

Colorau.

Ex: Ê, p'a d'zer a verdade, tenh' aqui massa qu'ê fiz de p'mentos, mái, se levar um coisinho de pementão em pó, fica semp'e melhor. – Pôs, dá semp' ôtra corzinha.

Pendedela

pend'dela

Adormecimento repentino em que se deixa tombar a cabeça para o lado.

Ex: Ó, homem, vai-te dêtar. Só 'tás aí dar pendedelas.

Pender

pender

Deixar tombar a cabeça com sono; inclinar-se para uma decisão; dar-l'e; avargar; dar varêjo; darbalanço; guinar.

Ex: Mal acabas de cear, c'meças logo a pender. S'ê fosse a ti ia-me dêtar. | Q'ondo ele pende p'a um lado, pronto. Nã adianta l'e d'zer nada qu' ele nã liga.

Pendura

pendura

Suporte para pendurar algo; conjunto de várias coisas iguais penduradas no mesmo suporte; enfiada.

Ex: Entes d'ir armar loisas, tenho' que fazer uma pendura d'arame d'aço p'a pendurar os pássaros. Nã me poss' esquecer. | Que bela pendura de peros malaipos qu' ê cá tenh' ali no quarto. Aquil' é um chêrinho...

Pendurico

penduric'

Algo pendente; badana; pelhêranca.

Ex: Tens aí um pendurico no cabelo, o qu'é isso? Anda cá qu'ê tiro-te. – Há-de ser algum trampalho ali do sobrado qu'ê andí ali a aconchegar aqueles molhes de folha.

Penedro

p'nedr'

Penedo; moledro; moledo.

Ex: Já foste alguma vez ô Penedo do Buraco? – Ê cá nunca fui, más des qu'aquilo tem que ver. – Cala-t'aí!... Tem lá uns penedros qu'até mete medo...

Penêra

p'nêra

Utensílio para separar os componentes da farinha de trigo - farelos, rolão e - de que se prepararão o pão de rolão e o pão branco.

Ex: Esta penêra qu'ê comprí no mercado nã sê se sará boa ô não. Más gostí dela e achí-a barata...

Penêras

p'nêras

Vaidade; ilusão; dúvidas; covencimento; mania; asnêra; presunção.

Ex: Raio da moça tem cá umas p'nêras... Lá p'r ser rica pensa qu' é o melhor que há...

Penêrador

p'nêrâdôr

Recipiente semelhante a uma alcofa mais largo e mais baixo dentro do qual se peneirava a farinha de trigo.

Ex: Este penêrador d´emprêta, já ê comprá há uma preção de anos, mái méme velhinho, inda faz o serviço. S'ê tenho penêrado arrobas de farinha aqui drento...

Penêrento

p'nêrent'

Vaidoso; presumido; maniento; presunçoso; asno; baboso; caganêroso; inchado; de rabo alçado; cu d'asnêra.

Ex: Aquela moça da Casinha é cá uma penêrenta… Nã vês, toda a se bandear?...

Penêro

p'nêr'

Protecção que se enfia na cabeça e pescoço quando se lida com abelhas, para evitar ser picado por elas; é feito de pano forte e tem uma rede que se posiciona em frente da cara.

Ex: Eras capaz d'ir mexer nas abelhas sem penêro com' eu? – Alguma vez!... Atã ê cá, se me picar uma, fico com um besôlhão que nunca mái me passa...

Pensar coisas

pensar coisas

Desconfiar.

Ex: Hum! o que saria que tu andavas a fazer àlém p' ô lado da casa da Manelinha?... – Nã 'tejas já p' aí a pensar coisas que nã é nada disso...

Pentear cágados  (vai)

vai pentear cágad's

Não me aborreças; o que estás a dizer é uma asneira; vai cavar batatas com um marrão.

Ex: Ouvi d'zer que tu agora namoras algumas duas ó três ô méme tempo... Olha, vai pentear cágados e dêxa-me sossegado.

Penuja ou penusga

p'nuja ou p'nusga

Penugem; pêlo fino que se encontra debaixo das penas das aves; pêlo fina da casca de alguns frutos.

Ex: Isso p'a tirar essa penuja só passandes os pássaros p'la labareda. – E nã ficarã munto chamusgados?

Pequenalho

p'qu'nalh'

Pequeno; pequenote; pincôlho; fuim; coiséco.

Ex: Nã gosto nada daquele estapôr. – Nem ê cá. Ele é pequenalho más é ruinzalho.

Per

p'r

Ver pre.

 

Per mode

p'r mod'

Ver pre mode.

 

Per mode quém

p'r mod' quém

Ver pre mode quém.

Perder o êto

p'rder'o êt'

Perder a orientação.

Ex: Q’ondo vou a Vila Nova, custo a sair de lá. Aquilo sã tantas ruas qu’ê até l'e perco o êto…

Perder-se por

p'rder-s' p'r

Adorar; gostar muito; apaixonar-se; pelar-se por.

Ex: Queres uns margotonzinhos crisminos? – Ora, se quero... Ê perco-me per essa q'ôlidade d' eles...

Perigo

p'rigo

Raio; descarga eléctrica; trovão; faísca; perigo.

Ex: Ai, Santa Barba. Tenh' um medo tã grande de trovôs... – O ano passado, caíu um p'rigo ali numa sobrêra do prim' Antóino, arrachô-a d' alto a baxo.

Pernada

p'rnada

Ramo; rabuja.

Ex: Olha lá um ninho de pintassilgo que 'tá além. – Nã o vejo. Adonde? – Além naquela pernada grande, méme à pontinha.

Pernas (em)

em pernas

Sem meias.

Ex: Mái atã aquela m'lher nã tará vergonha? Ir à missa em pernas... – Ela, calhando, inda calça umas mêas entes d' ir p'à igreja.

Pernil (esticar o)

'sticar'o p'rnil

Morrer.

Ex: 'Teja com Dés, parente. Atã o sê pórco? – Dés l'e dê saúde. O mê pórco já esticô o pernil. Ê nã l'e disse logo qu'ele nã s'aguentava...

Perquém

p'rquém

Porquê; motivo; razão; que jêto; atâ que jêto; atã perquém.

Ex: Nã sê perquém, mái 'tá-me a par'cer qu'isto chove. Lá p'à banda da noite é capaz de vir aí uma gotinha...

Perquêra

p'rquêra

Porcaria; lixo; prequêra; bodega; javardice; mechas.

Ex: Tenho que varrer esta rua qu' isto 'tá uma perquêra qu' até dá nonjo. Tamém, jogam tudo pr' aqui...

Perrã ou perrenga

p'rrã ou p'rrenga

Birra.

Ex: Este môce pequeno, pre qualquer coisinha de nada, faz logo uma perrã. Só me dá vontade de l'e dar uns açoites...

Pertado

p'rtad'

Com vontade de urinar ou defecar; apertado; aflito.

Ex: Dêxa-me lá ir ali p' trás daquelas moitas m' al'viar, que já 'tô aqui bem munto pertado...

Pertar

p'rtar

Insistir; pressionar; zurzir; brigar; repisar; zurzilar; dar-lhe.

Ex: Mái munto caquenho me saíste... S' ê cá já disse que nã ia, que jêto inda 'tares a pertar p'a ê ir....

Pertencer

p'rtencer

Estar estabelecido; ser tradição; ser costume; ser normal; ser habitual.

Ex: Maria, atã agora tem-se qu' of'r'cer o vestido à Julinha? – Pôs é isso que pertence. Os padrinhos dão o vestido à noiva...

Perto ó certo

pert'ó cert'

Mais ou menos; meio termo.

Ex: Q'ontas arrobas de batatas arrecolheu este ano, compad' Zé? – Calhando aí umas cento cinquenta. Pert' ó certo. | Ó Zé, p'a que é sameares logo quatro casêras de popinos. Est' homem nã tem pert' ó certo. Faz tudo à bruta.

Pesar

p'zar

Verificar a graduação alcoólica da aguardente de medronho.

Ex: Traz lá aí a bomba p'a se pesar aqui o madronho qu' isto béque-me nã me 'tá lá munto bom...

Pespeneta

p'sp'neta

Metediço; curioso; vivaço; intriguista; mexeriqueiro; bisbilhoteiro; metediço; esperto; coscuvelhêro; sabido.

Ex: Aquela meçalha ali do Pomar Velho. Aquilo é uma pespeneta... Nã l'e digam nada...

Pestigo

p'stig'

Pequena janela na porta de entrada; postigo.

Ex: Ali os sês v'zinhos, 't ará alguém em casa? – Hõ-de 'tar. Têm o pestigo aberto.

Pessoa (uma)

'ma p'ssoa

Eu; a gente.

Ex: 'Tás semp' a picar... Semp' a picar... Uma pessoa já nã tem pacência p' a t' aturar.

Pessoal

p'ssoal

Gente; grupo de pessoas; famila.

Ex: Ali a venda da Boavista tem munta freguesia. Fui lá, ind' agora, 'tava a casa chêa de pessoal.

Peste

pest'

Mau; qualquer produto tóxico; ruim; malino; veneno.

Ex: O Manel dos pórques sempre me saíu cá um estapôr... – Aquil' é uma peste que 'tá além.

Pestoiro

p'stôir'

Montadouro; local elevado onde se encosta a besta para nos montarmos; montadoiro.

Ex: Nã t' amontes assim que podes cair. Leva a besta ali p' ô pestoiro qu' ê siguro na arreata.

Petafe

p'taf'

Defeito; vício; manha.

Ex: Ali a Zabel gosta munto de mexer naquilo qu'é dos ôtres. Nã se pode dêxar nada a jêto qu'ela pega-l'e logo. – É petafe que nã tenho. Nem que seja um coisinho de salsa. Se nã tenho, peç' ô dono.

Peto

pet'

Pica-pau; trepadeira; cavalinho.

Ex: Anda-m aqui um peto a carregar com as sementes d' abób'ra, nã sê o que l' hê-de fazer... – Arma-l'e aí uma loisa im cima do tab'lêro...

Petrol

p'trol

Petróleo; pitrol.

Ex: Dá cá a alenterna qu'ê tenh' que l'e pôr petrol entes d' acender.

Petròlêro

p'tròlêr'

Burro; candeeiro a petróleo, de lata e sem manga; lòzêro; jirico; pitròlêro.

Ex: Põe lá aí petrol nesse p'tròlêro qu’a luz ‘tá-se quái a s' apagar.

Pexinhos da horta

p'xinh's da horta

Feijão verde passado por ovo e farinha e frito.

Ex: O qu' 'e qu' ê hê-de fazer p'a se levar, amanhã, p' ô nosso passêo? – Faz uns p'xinhos da horta, m'lher.

Pexum

p'xum

Cheiro a peixe podre; fadôr; chêrum; má-chêro; fedorum; pechum.

Ex: Bu!... Que fedor a pexum!... – Fui ê cá que pus ali as cabeças do pêxe p'ôs gatos e eles nã as c'meram todas.

Pèzêra

pèzêra

Forma de designar uma unidade de uma espécie de planta.

Ex: Despõe cinco pèzêras de batata-doce em cada rego, qu’é mém’ à conta...

Pia

pia

Comedouro para porcos, geralmente em pedra ou madeira.

Ex: Entes de dares travia ôs pórques, alimpa-l'e a pia que 'tá toda chêa de esterco.

Pial

pial

Poial; espécie de banco de pedra ou alvenaria existente, geralmente, junto à parede da frente da casa, onde as pessoas, por vezes, se sentavam a descansar, nos poucos momentos livres de que dispunham. Também servia para apoiar utensílios e objectos.

Ex: Agora no Verão, sabe bem 'tar aqui assentado no pial assim à tardinha. – Assim que dá aqui a sombra, 'tá-se qu'é um consolo...

Pica-pica

pica-pica

Sarna.

Ex: Agora já se vê pôco, mái q'ond' ê era pequeno, havia munto quem t'vesse pica-pia. Aquilo andavam os môces todos arranhados de s' acossarem... Até dava dó.

Picado

picad'

Carne cortada aos bocados e temperada com devidos condimentos para faz chouriças ou morcelas.

Ex: Nã sê que jêto, o picado das minhas chôriças nã me 'tá a mê gosto... – Ó m'lher, isso 'tá qu' é uma classe... Olha p' à cor dele...

Picar

picar

Provocar; imblicar; emblicar.

Ex: Dêxa o tê irmão da mão! O qu' é ‘tás aísemp' a picar?...

Picar carne

picá'carn'

Cortar a carne em pequenos bocados; estafajar; retraçar; ratraçar.

Ex: Bom, as m'lheres agora, enq'onto uma lav' às tripas, as ôtras vã picar carne p'à banha.

Picar mato

picá'mat'

Cortar o mato miúdo para a cama do gado.

Ex: O gado a precisar de cama e tanto mato que 'tá ali p'a picar... Se nã for ê cá, ninguém faz nada nesta casa.

Pifrar

pifrar

Estragar-se; avariar; acabar; morrer; esticar o pernil; dar o pêdo mestro; bater a bota; quinar; levar sumiço; ir ô ar; dar o carepo; patear; marafar-se.

Ex: Este lòzêro já pifrô. O melhor é aventujá-lo logo. – Nã o jogues ainda, qu'ê lev' o ô latoêro pode ser qu' ele ainda o arranje.

Pigarço

pigarç'

Cinzento; de cor indefinida; desbotado; debôto; poído; delido.

Ex: Aquele burro qu'ê tinha e vendi ô primo Carolino, pre mode, caí pr' ali partí uma perna. – Qual? um assim pigarço? Pôs. T'veram qu'o matar.

Pilão

pilão

Peso cursor da balança de vara; depósito de água em forma de pipa pequena por onde passa o tubo do cachimbo para arrefecimento e condensação do vapor proveniente da caldêra, que, assim, se tranforma em aguardente de madronho.

Ex: Traz lá aí a balança de vara p'a gente pesar o pórco. – Ond' é qu' ela 'tá? – 'Tá í no sobrado, pre trás do monte das batatas. E o pilão tamém.

Piléria

piléria

Malandrice; marotice; partida; diabrura; brincadeira; travessura; belhareta; belareta; piléria; parte; judêría.

Ex: Ah, gato marafado, que já fazeste piléria ôtra vez!... O qu' é que saria que tu 'tavas a c'mer aí em cimba da mesa...

Pilha (estar uma)

'tar'ma pilha

Estar salgado.

Ex: Punhefra, qu'ist' tá uma pilha!... Quem é que dá comid' esta travia, salgado desta manêra?...

Pimento quêmoso

p'ment' quê-môzz' ou p'ment' quem-môzz'  ou p'ment' quê-mós

Malagueta; piri-piri; quêmós.

Ex: Maria, q'ondo temprares a assadura, carrega-l'e bem com p'mento quêmoso qu'eles até hõ-de assoprar... Mái nã digas nada. – Atã e os môces pequenos? – Fazes um coisinho à parte.

Pincôlho

pincôlh'

Pequenote; pequenalho; fuim; coiséco.

Ex: Ê nã gosto nada d'ir àquela casa. 'Tá aquele pincôlho semp' além a sovinar, a sovinar... Q'ondo tem uma bagadinha, nã se dá aturado.

Pincre

pincr'

Fruto demasiado maduro ou já meio seco.

Ex: Nã panhamos os fig's a temp' e horas, já vâ 'tando bem munto pincres. Olha dõ-se ô pórco. – Inda 'tã aí figos que dá p'à gente encher a barriga.

Pindérico

pindéric'

Desgraçado; coitado; maltrapilho; de baixa condição social; pouco inteligente; acanhado; reles; pobre; trôxa; empachado; engònhado; enrascado; vergonhoso; basbana; tramôco; esgròviado; chalado; gaseado; emparvoado; emparvatado; pobre-triste; pobre-diabo; desinfeliz; gato-pingado.

Ex: Um pindérico destes e tem a mania qu' é munto emportante. Vai pentear cágados.

Pinga-azête

ping'-àzêt'

Libelinha; caga-azête.

Ex: Em chegand'esta altura do ano, anda sempre uma preção de pinga-azêtes à roda deste tãinque, nã sê perquém. – Sê cá, há-de ser pre mode estes limes que narcem aqui... – Há quem diga qu'eles andam a c'mer mosquitos... – Ê cá nã acredito!...

Pingado

pingad'

Ligeiramente bêbado; embriagado; alegre; espingardado; escarado; quentinho; iscado; escorvado; entrado.

Ex: Já vens pingado ôtra vez?!... Nã vêem os olhes dele todos piscos...

Pingalhete

pingalhêt'

Pénis; pila; coiso; grila; minhoca.

Ex: Ai, que vergonha! Com o pingalhete de fora à frente de toda a gente... Guarda já isso, Tóininho!

Pingalhete grande

pingalhêt' grand'

Peça que se enfia no pingalhete pequeno para armar a loisa.

Ex: Esta loisa tem o pingalhete grande um coisinho curto. Às vezes, desarma-se sozinha. Tenho que l'e pôr ôt'o qu' ist' assim nã dá nada.

Pingalhete pequeno

pingalhêt' p'quenn'

Peça onde se prende a agúdia ou o bicho de milho e que segura o pingalhete grande quando a loisa está armada.

Ex: Ê cá gosto de fazer o pingalhete pequeno com um arame bem finin'o qu' é p'à loisa se desarmar melhor.

Pingando

pingand'

Encharcado; molhado; que nem um pinto.

Ex: Vinh' ali pre baxo, caí' um aguacêro, cheguí a casa todo pingando. Vá lá qu' o fogo 'tava aceso e já 'tô quái enxuto.

Pinguêra

pinguêra

Pingos que caem persistentemente num local, em casa, resultantes de qualquer deficiência no telhado.

Ex: Já há uma p'rçã' de tempo, que 'tá aqui uma pinguêra, o qu' é qu' ê faç' a ist'? – Q'ondo dêxar de chover, ê já mex' ali no telhado.

Pinote

pinot'

Cambalhota; salto; coice.

Ex: Ia ali prê abaxo, dí um pinote, f'quí espaldêrado no mê do chão... | Que bem tratado qu' o tê burro 'tá... – Cudado com ele, qu' ele dá pinotes. Inda um destes dias m' atanchô aqui com uma ferradura nesta perna qu' até vi estrelas...

Pintar

pintar

Representar; imitar; gracejar; divertir-se; brincar; charolar.

Ex: Ajuntaram-se os trê, puseram-se a charolar, o qu' eles pintaram p' ali... – É verdade. Nã hôve nada qu' eles nã desencatassem...

Pi-pi-pi

pi-pi-pi

Modo de chamar as galinhas; tica-tica;  pita-pita; gàchinha-gàchinha.

Ex: Pi-pi-pi-pi-pi-pi-pi! Comam lá aqui uns baguinh's de milh' qu'é p'a ver se vocês pôem uns ovinhos. Tica-tica-tica! – A m'lher parêce parva. As galinhas há-dem-te entender munto bem, p'a 'tares a falar com elas...

Pique

piq'

Bocado de carne, gorda ou magra, cozinhada junto à couve, feijão ou outro jantar; bocados de carne magra frita em banha ; bréa.

Ex: Ê, q'ond' chega o fim do enverno, já nã posso ver a côve. O qu'ê com' inda bem é o pique da carne. Iss' sim. | Munto gost' ê cá daqueles piques do fresneco gôrdados na banha... Aquil ' é qu' é bom...

Pique (a)

a pic'

Íngreme; na vertical; ingre; impinado; empinado; embargoso.

Ex: Fui p'a assubir além aquela chapada prêacima, tive que voltar p'a trás... – 'Tás parvo... Atã, nã vês qu' aquilo é quái a pique...

Pirolito

pirolit'

Gole; antigo refresco gasoso; fruto do pirliteiro; golada; solvo.

Ex: Fui ô vinte nove, mái assim qu'entrí p'a drento d'agua, bebi logo um pirolito. Vê-'uma onda, punhefra!, até andí de raboleta... | E tu, o qu'é que queres b'ber, Tóino? – Sê cá... Só se for p'aí um pirolito. Isso nã é bebida d' homem... Bebel'e más é um calcezinho dela. – Os môces pequenos, quái todos dias, 'tão além pulados no crapetêro a c'mer pirolitos. Nã sê o que gosto é qu'eles vêem naquilo...

Pirum

pirúm

Peru.

Ex: O pirum é um bicho que se vê pôco aqui nas nossas bandas. Aquilo, tamém, dá pôc' ent'rêsse. – P'a d'zer a verdade, comem munto e nã se l'e dá vendido os ovos.

Pisa

pisa

Sova; tuna, untura; remessa; enxerto; carga de porrada.

Ex: Já te disse, nã sê q'ontas vezes p'a 'tares queto. Nã tarda nada, levas uma pisa que t' há-de servir d' em-menda...

Pisado

pisad'

Magoado; com dor nos músculos devido a ter efectuado um grande esforço; dorido; apoleado.

Ex: Mái atã o qu' é isso, que vens aí todo de lado? – Esta manhã andí ali à'rrabolar umas pedras p'a fazer um v'lado, 'tô todo pisado.

Pisadura

pisadura

Contusão; equimose; matadura; nódoa roxa; nódoa negra.

Ex: Olha só p'a esta pisadura qu'ê tenh' aqui. – Com' é que fazest' isso? – Foi um pau de calitro que me baté aqui... Fez-se, logo, roxo.

Pisco

pisc'

Meio fechado; mal aberto.

Ex: Com este sol fico todo encandeado – Haveras d' usar uns óculos de pó p'a nã andares assim com os olhos piscos dessa manêra.

Pita-pita

pita-pita

Modo de chamar as galinhas; tica-tica;  pi-pi-pi; gàchinha-gàchinha.

Ex: T'rezinha, dá lá aí uns baguinhes de milho às galinhas, qu'elas têm fome. – Pita-pita-pita-pita!

Pitrol

pitrol

Petróleo; petrol.

Ex: O pitrol 'tá quái acabado. Q'ond' ires ô Cor' d' Val, nã t' esqueças de levar o garrafão p'a comprares más. – Mái atã com' é que se gastaram cinc' litros de pitrol tã depressa? Ind' há tã pôco tempo qu' ê cá tinha trazid' um garrafão...

Pitròlêro

pitròlêr'

Burro; candeeiro a petróleo, de lata e sem manga; lòzêro; jirico; petròlêro.

Ex: Põe lá aí petrol nesse pitròlêro qu’a luz ‘tá-se quái a s' apagar.

Plèmónica

plèmón'ca

Pandemia de 1918-1919.

Ex: O mê pai contava-me qu' aquilo, ali logo a seguir à Grande Guerra, vê' a plèmónica, morré p' aí um poder de famila...

P'lo jêto

plo jêt'

Pelos vistos; provavelmente; aparentemente; possivelmente; pro jêto; pre mode.

Ex: Sará de caso qu' o Tóino tenha dêxado a m'lher?!... – P'lo jêto...

Parte mais branca e fina da farinha de trigo obtida depois de lhe ser retirados os farelos e o rolão.

Ex: P'ô panito ficar bom, tem que ser só com o pó da farinha. Fic' ali más branquinho qu' é um consolo... – Iss' sará assim, más olhe qu' ê cá tamém gost' dele escurinho.

Pobre-diabo ou pobre-triste

pobr'-diab' ou pobr'-trist'

Desgraçado; coitado; maltrapilho; de baixa condição social ; pindérico; desinfeliz; gato-pingado.

Ex: O ti 'Náiço p' além 'tá semp'e sozinho, ninguém l'e cheg' ô pé... Já vi' aquela desgraça?... – Coitadalho, aquil' é um pobre-triste...

Pobrezinho

pobr'zinh'

Coitadinho; pedinte.

Ex: Ontordia, 'teve aqui um pobrezinho a pedir 'smola, más ê fiquí desconfiado com aquilo. Olhô tanto p'ás coisas que 'tã ali no alpendre... – É preciso munto cudado, qu' ist', hoje já nã se pode confiar em ninguém...

Pôça

pôça

Charca; pequeno açude; pequeno tanque.

Ex: Vás p'ra baxo, vê lá s'a pôça do saicêro tem água e rega além aquelas duas quadrinhas d' alcagóitas. – Há-de ter, qu' ela nã é regada désna d' ontesdontem.

Pôca de nada (uma)

'ma pôca d'nada

Absolutamente nada; quase nada; muito pouco; pequena quantidade.

Ex: Com este calor o mê fêjão até 'tá todo murcho... – Nã o regues, qu' há-des arrecolher daí uma pôca de nada...

Pôcachinho

pôcachinh'

Pouco; pouquinho; curto espaço de tempo; um coisinho; um coiséco; um nadinha; um nada; trôxa; empachado; engònhado; enrascado; vergonhoso; basbana; tramôco; esgròviado; chalado; gaseado; emparvoado; emparvatado; aventêsma; atado.

Ex: Prima, com' aqui um pratinho de milhes com a gente, que mecêa inda demora munto tempo a chegar a casa. – Béque-me tenho quái vergonha. – Coma, coma! – Atã vá lá. Mái só pôcachinho. | Entes d' abalar, inda se tem de dar c'mida ôa animás. Aquilo, tamém, num pôcachinho, ti tratas dos porc's qu' ê trato do resto.

Pôceras!

pôç'ras!

Caramba!; porra!; bolas!; que chatice!; cachamôrra!; punhefra!; punhão!; punhana!; punhana mundo!; fado dum cabrão!; fado dum ladrão!; raça!; olha que esta; pôsseras.

Ex: Pôceras!... Vocês nã podem 'tar sossegados nem um 'stante... 'Tão sempre a empencer um com o outro...

Pôco (um belo)

um bel' pôc' (como em Manuel)

Bastante tempo; um bom bocado de tempo; muito tempo.

Ex: Parente, 'inda falta um belo pôco p’à carrêra passar, vamos lá ali beber uma copadinha...

Pôcos (uns)

uns pôc's

Alguns; bastantes; bem muntos; uma preção.

Ex: Des qu' os caçadores mataram uma preçã' de zôrras naquela batida da ôt'a semana. – Sendo verdade o qu' eles p' aí dizem, inda panharam umas pôcas.

Poda

poda

Pequena planta ou parte duma planta que se colocam na terra para dar origem a uma planta nova.

Ex: Compad' Zé, nã m' arranj' aí umas q'ontas podas de batata-doce p'a ê despôr, qu' o mê vivêro nã dé' nada que preste? – Q'ontas quer? Arranj'-l'e dôs ó três centos... ó más.

Podendo ser

podend' ser

Se possível.

Ex: Podendo ser, arrenje-me aí tamém um saco d' amóino e pague-se logo.

Podrido

pudrid'

Podre; apodrecido; estragado; em decomposição.

Ex: Mái grande má-chêro 'tá aqui nesta casa, senhor... – Há-de ser alguma batata que 'tá p'ali já podrida.

Pôia

pôia

Cagada; larada.

Ex: Quem sari' ô malandro que fez um trabalho destes aqui no mê do caminho?... – Mém' assim, fazer uma pôia destas aqui, é preciso nã ter vergonha nenhuma...

Pòlmêro

pòlmêr'

Pulmoeira; doença pulmonar das bestas, geralmente, fatal.

Ex: Nã sê o qu' o mê burro tem qu' anda semp'e a tossir... – Iss' é pòlmêro qu' ele tem...

Ponceta

ponceta

Espécie de martelo redondo, sem orelhas, com cabo de madeira, utilizado para trabalhar a pedra com ponteiro ou broca; maceta.

Ex: Já tenho o cabo da ponceta quái a se partir. Tamém, há q'onto tempo é qu' ele dura? Já parti centos de pedras...

Ponta da orelha (da)

da ponta da orelha

Com excelente paladar. Diz-se “Está da ponta da orelha!...” ou “Está daqui!...” e, simultaneamente, agarra-se e agita-se o lóbulo da orelha.

Ex: Esta assadura 'tá da ponta da orelha. Que coisa tã saborosa... Lá ver aí mái um copinho de vinho.

Pontada

pontada

Dor, bem localizada e persistente; cume; outeiro; parte mais elevada dum cerro; pontal; pontalinho; altura; portela; cabeço; vertente.

Ex: Já há uns belos dias que tenh ' esta pontada, aqui de lado e nunca mái me passa. É que nã dô fêto nada. – Nã 'tarás p' aí desmanchado? Calhando, era melhor ires ô endrêta dos Perêros.

Pontal ou pontalinho

pontal ou pontalinh'

Cume; outeiro; parte mais elevada dum cerro; pontada; altura; portela; cabeço; vertente.

Ex: Que bich' é aquele que vai além a fugir? – Adonde? – Além naquele pontalinho, nã vês?... Ah! Aquilo parece um escalavardo...

Pontêro

pontêr'

Utensílio de canteito para desbastar a pedra; espécie de broca afiada em bico.

Ex: C'm' é qu' ê cá vô arrachar este baloiso?... – Tens que l' abrir aí uns buraquinhos com um pontêro e, despôs, metes-l'e duas cunhas...

Ponto

pont'

Local; localização; sítio; banda; sito.

Ex: 'Tã-me a faltar maçarocas de milho ali no almêxar, quem sará qu' as anda a rôbar? Dêxa qu' ê, à nôte, ponh'-m' ali, bem escondido, num ponto donde alcance bem a êra, qu' ê já descubro o gato...

Pôr a banhos ou pôr à estação

pôr'a banh's ou pôr'à'stação

Anunciar o casamento, pelo Padre, na missa dominical; utilizado também quando se perdia qualquer coisa e se pedia ao Padre para, na missa, avisar todos desse facto; apregoar; anunciar.

Ex: Atã, semp'e se vã casar p' ô mês que vem?... – Cert' e sabido que sim. A mãe até já foi mandar pôr o casamento a banhos. | Mái já vomecêa viu? O mê burro fugi-me a semana passada e inda nã 'parceu... | Prequ' é qu' a prima nã pede ô senhor Priôr p'a pôr iss' a banhos?...

Pôr cuspinho atrás da orelha

pôr c'spinh' atrás da orelha

Abusar.

Ex: O qu' é que foi, Tóino, que 'tás tã marafado? – Um homem nunca dêxa l'e pôrem cuspinho atrás da orelha. Querem gozo?... Ê logo l'e dô...

Por 'í àlém

purí àlém

Bom; de boa qualidade; especial; importante; de cuidados; preocupante.

Ex: Já expr'mentaste a samear daquele fêjão de baja larga? – Já. Mái aquilo nã é nada p'r 'é àlém...

Por junto

p'r junto

Por grosso; por atacado.

Ex: Já vendeste as tus batatas, Tóino? – Este ano vendi-as todas p'r junto, logo na arrenca...

Pôr maldade

pôr maldad'

Dar segundo sentido; deturpar.

Ex: Há famila que nã se pode falar com eles. Põem maldade em tudo que se diz...

Pôr mintiras

pôr mintiras

Mentir.

Ex: Olha lá!... Que jêto andares aía pôr mintiras a mê respêto? queres levar uns brunhos?!.. – Ê cá?! O qu' é qu' ê disse a tê respêto?!...

Pôr petafes

pôr p'taf's

Pôr defeitos; desdenhar; desfazer.

Ex: Atã nã vês, t'a semp' a falar mal dos ôtres... – Aquil' é uma m'lher que só 'tá bem a pôr petafes em tod' à gente. Nã se faz caso.

Porca-sara

porca-sara

Bicho-de-conta.

Ex: Mái atã os mês vasos 'tã' aqui chês de porcas-saras. Isto dã-me cabo das flores todas... – Ó m'lher, isso nã fazem mal nenhum...

Porçanada

p'rça-nada

Ver preçanada.

 

Porção (uma)

'ma p'rção

Ver preção.

 

Pórco

pórc'

Porco.

Ex: Zé, és tu que matas o pórco? Vê lá se dás a facada bem dada qu' ele 'tá leve e a gente custa a dar conta dele... – Nã tenhas medo qu' ê sê o que faço...

Pórco brabo

pórc' brab'

Javali.

Ex: Porc's brab's dum ladrão!... Ingaram-me aqui ô milho, têm-me c'mido isto tudo.

Porquêra

p'rquêra

Ver prequêra

 

Porrada (carga de)

carga d'p'rrada

Sova; tuna; untura; pisa; remessa; enxerto; uns pôrros.

Ex: Des qu' o Barrana meté-se com o dos Covõs, levô uma carga de porrada que teve d' ir fazer cura à Vila. – É p'ra ele aprender. Tem a mania qu' é forte...

Porradão

p'rradão

Pancada forte; grande quantidade de qualquer coisa;  queda; tombo; trambolhão; malhão; porro; pancada; estoiro; cambalhota; mangulada; bate-cu; cachêrada; ripada; berlaitada; caquêrada; tatução.

Ex: Tal foi esse porradão que caíst' aí!... – Punhana! Escorreguí com os dôs pés ô méme tempo, nem tive tempo de m' agarrar. | Tó! Grande porradão d' amêxas qu'esta amêxêra tem... Isto ficam tamanho de belindres...

Porradaria

p'rradaria

Pancadaria.

Ex: A Zabel é assim. Q'ond' os môces se portam, vá porradaria p'a cima do lombo...

Porrêro

purrêr'

Simpático; atencioso; boa pessoa.

Ex: Nã ôves, aquil' é um môço méme porrêro. 'Tá semp'e pronto p' ajudar um amigo. – Bastantes obrigaçõs l'e devo.

Porrete ou porro

purrêt ou pôrr'

Copo de medronho; calço; calcesinho; copadinha; copada; calaiço.

Ex: Compad’Zé! Beba-l’ aqui um porrete dela!... Que bem que me calha.

Porro

pôrr'

Cacetada; pancada; queda; copo de aguardente; tombo; trambolhão; jogo de cartas semelhante ao jogo da lerpa; malhão; porradão; pancada; cambalhota; mangulada; estoiro; bate-cu;  pranchada; ripada; berlaitada; caquêrada; tatução; cachêrada.

Ex: Tem cudado nã caias aí algum porro e fiques mal. Olha qu' o terreno é munt' escorregadío...

Pôrros (uns)

uns pôrr's

Sova; tuna; untura; pisa; remessa; enxerto; carga de porrada.

Ex:Des qu' o Barrana meté-se com o dos Covõs, panhô uns pôrros que teve d' ir fazer cura à Vila. – É p'ra ele aprender. Tem a mania qu' é forte...

Pôr-se a andar ou pôr-se a mexêr

pôr-s'a andar ou pôr-s'a m'xêr

Abalar; ir-se embora; dar de frosque; v’reda, cá vou eu!....; desandar.

Ex: Bom, tenho más 'é que me pôr a andar, qu'isto faz-se tarde. Daqui até à Refóias inda levo bem uma hora e o Sol tá-se a pôr. – Se vês qu' anoitece a mê caminho, é melhor levares aqui esta alenterna. – Nã precisa. Ê já sê o caminho d' olhos fechados.

Pôr-se a fancos

pôr-s'a fanc's

Acautelar-se; ter cuidado; estar alerta; estar atento; tomar conta; ter conta; aprecatar-se.

Ex: Toma conta com o que dizes, que já me 'tás a ofender... – Atã, perquém? É mentir' àquil' qu' ê disse? Põe-te a fancos com-migo, qu' ê nã sô munto certo...

Pôr-se a pôco

pôr-s'a pôc'

Distrair-se; desleixar-se; desmazelar-se; descudar-se.

Ex: Que belos popimos que tem aí, parente!... – Este ano tive sorte com eles. Samií-os temprôs e narceram bem... Pôs ê cá pus-ma a pôco, samií os mês já no tarde, nã sê s' aquilo vã dar alguma, se não...

Pôr-se com coisas

pôr-s'com coisas

Desculpar-se; aborrecer; troçar; zombar; fazer pouco; fazer cachamôrra; judiar; arremedar; mangar; fazer arrenegas; caçoar; abusar; fazer porra; fazer pôco; pegar com; antrar com.

Ex: Ó parente, nã se ponha com coisas qu' ê nã tenho pacência p'a gôzos...

Pôr-se com muntas

pôr-s' com muntas

Abusar; insistir; chatear.

Ex: Olha, nã te ponhas com muntas qu' ê já nã 'tô munto contente... Vê lá se queres prová-las...

Pôr-se dempé

pôr-s' dempé

Levantar-se.

Ex: Pobrezinho do ti Tóino 'tá p' ali munto em baxo... Eh'q, atã o homem já nem se dá posto em pé. Aquilo, com aquela idade, o qu' é que s' espera...

Pôr-se no sê lugar

pôr-s' no sê lugar

Respeitar; comportar-se bem; ser razoável; ter calma.

Ex: Vê lá o que fazes... Põe-te no tê lugar que já és uma m'lherzinha...

Pôr-se queto

pôr-s' q'et' (como em quieto)

Sossegar; estar sossegado.

Ex: Põe-te queto, raio!... Dêxa-me sossegar um 'nstante...

Portela

p'rtela

Zona alta muito batida pelo vento; cume; outeiro; parte mais elevada dum cerro; pontal; pontalinho; altura; cabeço; vertente; pontada.

Ex: Isto p'a subir esta chapada toda e chegar até além à portela é cá uma escalfa... – Mái atã, tem que ser... Nã temos ôt'o caminho.

Porto

pôrt'

Passagem numa ribeira ou barranco; local onde é possível atravessar uma ribeira.

Ex: Qu'ria ir ôs Engrenênos, mái atã c om a r'bêra chêa desta manêra, quem é que dá atravessado p'ô lado de lá?... – Lá pre baxo do Alferce há lá um porto que dás passado. Tens é que passar pre cimba dum amiêro que tombô dum lado p'ô ôtro.

Pôsseras!

pôss'ras!

Caramba!; porra!; bolas!; que chatice!; cachamôrra!; punhefra!; punhão!; punhana!; punhana mundo!; fado dum cabrão!; fado dum ladrão!; raça!; olha que esta; pôceras.

Ex: Pôsseras!... Vocês nã podem 'tar sossegados nem um 'stante... 'Tão sempre a empencer um com o outro...

Posses

poss's

Forças; riqueza; bens; boa situação económica.

Ex: Ê cá já nã tenho posses p' alevantar um peso desses. Q'ond' ê era novo... | A quem é que vendeste a bezerra? – Àquele lavrador além do Arroio. E pagô-me logo. – Aquilo é gente de posses...

Postar

postar

Apostar.

Ex: Com este passo, posto contigo que nã se chega lá a horas... – Descansa qu' inda temos munto tempo...

Postigo

p'stig'

Ver pestigo.

 

Postoiro

p'stôir

Ver pestoiro.

 

Pouca de nada (uma)

'ma pôca d'nada

Ver pôca de nada.

Povo

pôv'

Aldeia; povoado; povoação; localidade.

Ex: Adond' é que mora o ti Jôquim? – É lá em Marmelete. – Más é méme no povo? – Nã... É no Barro Malino.

Pòzêra

pòzêra

Poeira.

Ex: Tó, mái grande pòzêra que trago em cima do corpo. 'Tive lá um pôco ô pé da debulhadêra, f'quí nisto.

Pózes

póz's

Plural de pó, geralmente utilizado para designar qualquer medicamento ou pesticida em pó.

Ex: Tenho que pôr os pózes nas batatas da pilha senã a barb'leta dá cabo daquilo tudo. – Já haveras de ter posto. Qu' isto, com este calor, em men's de nada ela dá cabo daquilo tudo.

Pracàzinho ou pracàzinha

prâcàzính' ou prâcàzínha

Ligeiramente antes.

Ex: O Cai-Logo é logo pracàzinho dos Casais.

Pralàzinho ou pralàzinha

prâlàzính' ou prâlàzínha

Ligeiramente após; logo a seguir; pouco mais adiante.

Ex:  O Corcino é logo pralàzinho de Marmelete.

Pranchada

pranchada

Pancada; porro; cachêrada; porradão; ripada; berlaitada; caquêrada; tatução.

Ex: Chega-te p'a lá ó levas uma pranchada, arradas-te logo.

Prantar

prantar

Colocar; pôr; botar.

Ex: O qu' é qu' ê faço a isto? – Olha, pranta méme aí em cimba da mesa qu' ê já arranj' aqui lugar.

Pre

p'r

Por.

Ex: Pre donde é que sará melhor caminho? Indo per cima ó indo per o barranco? – Per cima é melhor caminho, más é um coiséco más longe.

Prê

prê

Por.

Ex: Fui andando prê abaxo, cheguí à Foz dos Barrancos era mêa tarde. Daí, vim prê acima, devagarinho, qu’as minhas pernas já nã aguentam,’inda chegui à estrada a horas da caminete das sete.

Prê abaxo (ir) ou prê baxo

ir prê abaxo ou ir prêbaxo

Descer; a descer.

Ex: Qu’é da ti Maria? – Abalou agora méme, já vai ali prê abaxo.

Prê acima (ir) ou prê arriba ou prê riba

ir prê acima ou prê arriba ou prêrriba

Subir; a subir.

Ex: Bom, vou-me além prê acima que sempr’é mái perto do que arrodear cá pre baxo.

Prê adiante (ir) ou prê diante ou prê afora ou prê fora

ir prê'adiant' ou ir prêdiante ou prê afora ou prêfora

Ir ou vir em frente; em frente.

Ex: Com' é que se vai daqui p' ô Vale d' Água? – Nã tem nada qu' enganar. Vás sempre prê adiente.

Pre junto

pre junto

Por grosso; por atacado.

Ex: Já vendeste as tus batatas, Tóino? – Este ano vendi-as todas pre junto, logo na arrenca...

Pre mode

p'r mod'

Por causa de; devido a; pelos vistos; a propósito de; pro jêto; p'lo jêto; premode; mode.

Ex: C'madre, vomecêa nã leve a mal, más ê vô-me já embora. – Atão? – Pre mode os mês moces pequenos que 'tã p'a lá sozinhos e ê tenho que l'ir fazer o jantar.

Pre mode quém

p'r mod' quém

Porquê; que jêto; atã que jêto; perquém; atã perquém.

Ex: Ó homem, tem lá pacência com ele e faz de conte que nã vês. – Mái pre mode quém? Atã ele nã sabe que nã pode passar aqui pre cima das coisas que sã dos ôtros?...

Pre tudo e pre nada

p'r tud'e p'r nada

Por tudo; por qualquer motivo; por qualquer razão.

Ex: Esta môça pequena até dá aborrecimento. Pre tud' e pre nada c'meça logo achorar. Cala-te m'lher.

Prebaxinho

pr'bâxính'

Ligeiramente abaixo; próximo no sentido descendente; abaxinho.

Ex: O Forno Velho é logo prebaxinho dos Gralhos.

Preçanada

pr'çânáda

Muito; grande quantidade; preção.

Ex: Tó, grande preçanada d' água que 'tá aí a chover!... Ist' alag' aí tudo... | Dêxa chover, que, se Dés a manda, é prequ' ela faz falta.

Preção (uma)

'ma pr'ção

Grande quantidade; muito; um poder; porção; preçanada; rabanhada.

Ex: Já te disse uma preção de vezes a méma coisa. O qu' é que 'tás à espera?

Precêto

pr'cêt'

Educação; compostura; cortesia; civismo; hábito; costume ; manêras; modes; dobrar a língua.

Ex: Põe-te queto qu' o precêtinho é munto bonito.

Precêto (a)

a pr'cêt'

Com força; em cheio; como deve ser.

Ex: Vamos lá agora fazer aqui uma coisa a precêto, vá... | Um jogador assim, com uma força daquelas, s' ele tancha um pontapé na bola, a precêto, até com as redes ele arrebenta...

Preciminho ou preciminha

pr'ç'minh' ou pr'c'minha

Ligeiramente acima; próximo, no sentido ascendente; aciminha.

Ex: A Bemposta é logo preciminho do Cabeço de Ferro.

Precisão ou preciso

pr'cisão ou pr'cis'

Falta; necessidade; míngua.

Ex: Fazeste uma coisa dessas sem precisão nenhuma. Agora entende-te com os donos.

Precisão ou preciso (ter)

ter pr'cisão ou pr'cis'

Necessitar; precisar; ter míngua.

Ex: Ti Maria, nã quer levar aqui umas côvinhas destas? – M't'obrigada m't'agradecida, má ê cá nã tenho precisão qu' o mê Antóino despôs lá umas q'ontas..

Prècura

prècúra

Pergunta; procura.

Ex: Mái, já agora, semp'e l'e faço uma prècura. O su filha já tem algum menino ó ainda não? – Nã diga a ninguém, qu' íst' é segredo. Ela 'tá de sês meses. Ai, tenho tantos cuidados... | Chico, andas à prècura d' alguma coisa? – Atã nã perdi aquela faquinha qu' ê comprí no mercado... E que bem qu' ela cortava...

Prècura (andar ou ir à)

andar ou ir' à prècura

Procurar.

Ex: Há uma preção de tempo qu' ê andava à pràcura duma enxadinha assim manêrinha com' esta. Q'ont' é qu' ela custa? – Pre ser p'ra si, faç'-l'e pre oito escudos.

Prècurar

prècurár

Perguntar; procurar.

Ex: S'ê l'e prècurar uma coisa, mecêa nã se zanga? – Atã que jêt' tinha isso? – É qu' ê nã tenho visto por 'í a su filha. Nã me diga qu' ela s' ajuntô com o môço... Ora... | Já prècurí a faca do pão pre todo ô lado, nã sê o que foi fêto dela...

Pregadêra

pregadêra

Alfinete; broche.

Ex: Este vestido tem o decote tã aberto... – Isso com uma pregadêra aí, logo aciminho, do botão, fica bom... Pôs, é o qu' ê tenho de fazer...

Pregador

pr'gâdôr

Alfinete-de-ama.

Ex: Atã, nã vês esta bainha toda descosida..

Pregar

pr'gar

Aplicar; bater; enfiar; tanchar; atanchar; afincar; ferrar.

Ex: Aquele môç' é méme impert'nente... – S' ele me chatêa ôtra vez, preg'-le uma chapada naquela cara...

Pregunta (andar ou ir à)

andar ou ir' à pr'gunta (ou prègunta)

Procurar.

Ex: Há uma preção de tempo qu' ê andava à pregunta duma enxadinha assim manêrinha com' esta. Q'ont' é qu' ela custa? – Pre ser p'ra si, faç'-l'e pre oito escudos.

Prèguntar

prèguntár

Perguntar; procurar.

Ex: Nã me prèguntes iss' a mim qu' ê nã te sê d'zer.

Premode

pr'mod'

Por causa de; devido a; pelos vistos; a propósito de; pre mode; pro jêto; p'lo jêto; mode.

Ex: Aquela famila além da Portela têm um fêtio... Nã se l'e pode d'zer nada, ofendem-se logo. – Premod' isso é qu' ê nã me trato com eles. Uma ocasião, p' além disse qualquer qu' eles nã gostaram, foi o fim do mundo... Agora é um descanso.

Premode quém

p'r mod' quém

Porquê; que jêto; atã que jêto; perquém; atã perquém.

Ex: Ó homem, tem lá pacência com ele e faz de conte que nã vês. – Mái premode quém? Atã ele nã sabe que nã pode passar aqui pre cima das coisas que sã dos ôtros?...

Prenóstico

pr'nóstic'

Esmerado em excesso; rebuscado; requintado; presumido.

Ex: Olha lá com' a Catrina anda désna que foi à apanha do figo lá p' ô Algarve. – 'Tá munto prenóstica... Até parêce que nã nasceu ali no Barranco da Zôrra com' ôs ôtros...

Preparo

pr'par'

Arranjo; preparação.

Ex: Ond’é que tu irás num preparo desses?!...

Preparos

pr'par's

Ingredientes; utensílios; apetrechos; condições.

Ex: Mái atão, adonde tens andado que vinhe aqui esta manhã e nã 'tavas im casa? – Olha, fui à Vila comprar os preparos p' à morteporque... | Imprestí o mê funil d' inchêr chôriças à prima Bia,, agora quero inchêr as minhas e nã no tenho cá... – Uma pessoa qu'rer fazer as coisas e nã ter os preparos é semp'e ruim...

Prequêra

pr'quêra

Porcaria; lixo; perquêra; bodega; javardice; mechas.

Ex: Tenho que varrer esta rua qu' isto 'tá uma prequêra qu' até dá nonjo. Tamém, jogam tudo pr' aqui...

Presa

preza (como em defesa)

Açude; represa; tanque; tãinque.

Ex: Tòininho, nã vás p' ô coçairo qu' esta tarde tens qu 'ir regar a presa. Em passando a hora do calor já sabes o que tens a fazer.

Presente

larada

Excrementos; caca; bonico; cagana; bóstia; larada; pôia; morcela da banca.

Ex: Quem saria o pórco que vêo fazer aqui o presente mém' ô pé de casa?!...

Presicar

pr'sicar

Prejudicar.

Ex: Ê sê que me 'tô a presicar, mái leve lá o bezerro p'las oito notas...

Prestes

prést's

Brevemente; quase; quái; daquem nada; daqui nada; mái-logo; a bem d’zer; más um nada; vai nã vai.

Ex: Com' ô tempo 'tá, prestes vem aí ôtr' augacêro. – Atã dêxa-me lá ir panhar a rôpa que já 'tá quái enxuta.

Presunção

pr'sunção

Vaidade.

Ex: Grande presunção qu' aquelas môças do Tojal têm. – Lá pensam que sã más qu' às ôtras...

Presunçoso

pr'sunçôzz'

Vaidoso; asno; baboso; caganêroso; inchado; de rabo alçado; maniento; cu d'asnêra.

Ex: Nã tens visto por 'í o Zé do Charrueco? – Ê nã me dô munto bem com ele qu' ele munto presunçoso e ê gosto é de malta parcial.

Primêro

pr'mêr'

Antes; entes.

Ex: Pr'mêro qu' o tê pai chegue, vai já fazer o qu' ele te mandô.

Primo-irmão

prim'-irmã'

Filho de tio ou tia.

Ex: Aquele môç' além das Lobêras ind' é tê parente, nã é? – Ora mê parente. Atã é mê prim'-irmão. A mãe dele é irmã do mê pai.

Prito

prit'

Pírtigo; pau mais curto do mangual; o cabo, mais comprido, designa-se mangoêro.

Ex: Este mangual tem um prito tã pequeno que nã dá quái despacho nenhum. Hê-de l'e pôr um más compridinho.

Pro jêto

pru jêt'

Pelos vistos; pre mode; p'lo jêto; premode; dessa manêra.

Ex: Este mangual tem um prito tã pequeno que nã dá quái despacho nenhum. – Pro jêto, parti-se-l'e a ponta...

Procissão real

pr'cissã' real

Procissão de Domingo de Páscoa comemorativa da ressurreição de Cristo. Leva todos os andores e estandartes.

Ex: Ê cá, nem p'r nada, que perco a Pr'cissão Real. – Tamém ê não... É mái bonita de todas...

Procurar

procurar

Perguntar; prèguntar; prècurar.

Ex: Já, ontordia, te procurí se vamos à fêra de Monchique ò não, qu' ê preciso de comprar um alguidar p' amassar o pão. Nã te esqueças qu' é já este Sábado.

Prosáipa

prusáipa

Conversa; lábia; vaidade; basófia; palêo; groja; charola; palheta; lambarêo.

Ex: Mái que grande prosáipa qu' este estapôr tem... – Quem o ôve nã o leva preso, nã...

Prosar

pruzar

Medrar; dar-se bem; não enjoar.

Ex: Ê cá, cada vez que tenho d' ir na carrêra, é um castigo. Nã proso, começo a almariar.

Protector

protectôr

Pequena chapa de metal que se pregava na biqueira e no tacão das botas ou sapatos grosseiros para os proteger do desgaste.

Ex: Tenho qu' ir ô prim' Ináiço mandar pôr uns protectores nestas botas, senã arrebento com elas em men's de nada. – Olha, atã aprovêta e leva tamém os mês sapatos do Domingo que 'tã a precisar dumas capas.

Provas

provas

Oferta a vizinhos ou amigos de uma pequena porção de algo especial como filhós, bolos, molhos, etc, feitos em ocasiões especiais como mortepórques, casamentos, baptizados, etc.

Ex: Antóino, come aqui uma f'lhòzinha das provas da mortepórque da c'madre T'reza. – Calha bem qu' ê pelo-me pre f'lhós com o café.

Provementa

pruv'menta

Pólvora; aviamento de artigos de mercearia.

Ex: Esta espingarda já era do mê avó. É d' atacar p'a boca. Nã vês, 'tá aqui a rpovementa drento desta vasillhinha fêta da ponta dum chifre de vaca. Ai que coisa más ent'ressante...

Prôvera a Dés

prôver'à dés

Deus queira; quem me dera.

Ex: Atã 'tá melhorzinha, prima T'reza? – Isto vai um coisinho melhor. – Em men's de nada, vai f'car aí ôtra vez rija que nem uma moça nova... – Ai, prôvera a Dés, prima.

Pua

pua

Farpa; piada; provocação; mentira.

Ex: Vê lá se más tirado aqui esta pua qu' ê espetí aqui neste dedo. – Com' é qu' ê dô tirad' isso? – Atã, com' é qu' há-de? Com uma agulha.

Punho

punh'

Acelerador manual das motorizadas.

Ex: Tóino, um dia destes inda te desgraças... Andas semp'e de punho ô canto...

Puído

puíd'

Desfeito; desbotado; coçado; debôto.

Ex: Isto já é uma vergonha, andares aí com uma jaqueta toda puída... – Com um frio destes, queres qu' a jogue fora?...

Pular-se

pular-s'

Atirar-se a; comer uma coisa com sofreguidão; fornicar; praticar o acto sexual.

Ex: Atã o raio do pórco nã se soltô do pecilgo, pulô-se ali na lêra das cinoiras, afossô aquil' tudo... | O Zé do Marco tamém a arranjô bonita. Pulô-se na moça, agora ela 'tá prenha, têm de casar à pressa.

Pultão

pultão

Salto; luta entre dois com o intuito de medir forças; fiaço; gavela; engavela.

Ex: Atã f'cô com um bico a menes um destes dias, parente? | Aquilo foi méme ali na minha frente. O escalavardo jogô um pultão à franga, assim a levô na boca a fugir...

Punhada

punhada

Soco; murro; brunho.

Ex: Pre ca'sa da moça, já eles andaram à punhada um com o ôtro. – Tamém pr' uma prenda daquelas, vale méme a pena...

Punhado

punhad'

Mão cheia; pequena porção; manchêa; manchinha.

Ex: Há-des m' arranjar umas q'ontas alcagóitas p'a ê samear. – Queres miuntas? – Nã. Um punhado delas chega bem.

Punhana! ou punhão! ou punhana mundo!

punhana! ou punhão! ou punhana mund'

Caramba!; porra!; bolas!; cachamorra!; pôceras!; punhefra!; fado dum cabrão!; raça!

Ex: Punhana! Grande frieza que 'tá aí. Até tenh' as mãs enaglinhadas...

Punhefra!

punhefra!

Caramba!; porra!; bolas; cachamorra!; pôceras!; punhão!; punhana!; punhana mundo!; fado dum cabrão!

Ex: Vinha-me ali um escalavardo às galinhas, dí-l'e um eco... Punhefra! Até dava saltos p' aquelas moitas adiente...

Punho

punh'

Extremidades do guiador da bicicleta ou mota onde se agarra para a conduzir, um dos quais serve de acelerador, rodando-o.

Ex: O Zé, um destes dias, inda se estampa pr' aí. Anda sempre de punho ô canto...

Puxado

puxad'

Caro; dispendioso.

Ex: Andí a ver ali os sapatos, mái nã comprí nenhuns. – Atão, nã têm o tê numbre? – Têm. O preço é qu' é munto puxado...

Puxar

puxar

Convidar para dançar; tirar comida para o prato; servir-se de comida.

Ex: 'Tô cá com uma vontade de puxar além aquela moça p'a balhar...

Puxar da nota

puxá' da nota

Gastar dinheiro.

Ex: Ele diz que nã gosta de f'lhozes só p'a nã puxar da nota, é o que é...

Puxar de

puxar d'

Abastecer-se em; comprar as mercearias em.

Ex: A gente puxa tudo lá mercearia do parente Lúiço. Damos munto bem com eles.

Puxar p'la nota

puxá' pla nota

Gastar dinheiro.

Ex: Ele diz que nã gosta de f'lhozes só p'a nã puxar p'la nota, é o que é...

Puxo

puxo

Esforço; distância.

Ex: Um destes dias, fui a pé até Marmelete, mái aquilo inda é um puxo marafado...

Email: refoias
©O Parente da Refóias
Última mexida: 19-Oct-2011

Site Meter